Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Lista > 20 boatos e fake news sobre as enchentes no Rio Grande do Sul

20 boatos e fake news sobre as enchentes no Rio Grande do Sul

20 boatos e fake news sobre as enchentes no Rio Grande do Sul (Foto: Marinha do Brasil/Gov.br)

Outro dia, o Boatos.org listou 10 fake news sobre as enchentes que causaram uma tragédia no Rio Grande do Sul. Infelizmente, hoje estamos voltando para dobrar a lista. Entre mensagens de cunho político e desinformações sobre ocorrido, vamos mostrar 20 boatos e fake news sobre a tragédia. Os temas estão dividos em cinco tópicos. Para detalhes, é só clicar no link de cada uma delas:

Tópico A – Governo está impedindo doações para vítimas da enchente

#1) Caminhões de doações barrados por falta de nota fiscal

Confira o desmentido em vídeo:

Circula na internet a alegação de que caminhões com doações para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul estariam sendo barrados pela Receita Federal devido à falta de nota fiscal. No entanto, autoridades competentes desmentiram essa informação, afirmando que não há bloqueios nas fronteiras e que os veículos com doações têm passagem livre.

Tanto a Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina quanto a Secretaria de Fazenda do Rio Grande do Sul negaram essa prática, esclarecendo que não estão exigindo notas fiscais para as doações. Além disso, a Brigada Militar do Rio Grande do Sul também refutou a alegação, afirmando que não está realizando fiscalizações desse tipo. Portanto, a alegação de bloqueios devido à falta de nota fiscal é falsa. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#2) – Anvisa está impedindo doações de medicamentos no RS

Confira o desmentido em vídeo:

Mensagens alarmistas sugeriam que a Anvisa estaria travando a chegada de medicamentos essenciais para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, alegando burocracia excessiva. Essas mensagens, acompanhadas de vídeos, espalharam-se rapidamente online, gerando preocupação e indignação. No entanto, a Anvisa esclareceu que não impôs restrições ao transporte de remédios destinados à região atingida pelas enchentes. Além disso, medidas foram tomadas para simplificar os trâmites burocráticos, visando agilizar a chegada da assistência necessária. Detalhes podem ser encontrados no link.

#3) Barcos e helicópteros são proibidos de resgatar vítimas das enchentes

Barcos e helicópteros de voluntários estão proibidos de realizar resgates no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Barcos e helicópteros de voluntários estão proibidos de realizar resgates no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Vídeo: é falso que a Anvisa esteja barrando entrada de remédios no RS

Boatos sugerem que helicópteros e barcos estão proibidos de realizar resgates no Rio Grande do Sul, especialmente em Canoas, durante as enchentes. No entanto, autoridades locais e relatos oficiais negam isso. Helicópteros particulares e aeronaves das Forças Armadas continuam operando nos resgates. Quanto aos barcos, a prefeitura de Canoas pediu a ajuda de voluntários com barcos. A Brigada Militar negou a proibição de barcos. Mais informações podem ser encontradas no link.

Tópico B – Governo recusa ajuda e evita doações

#4 – Brasil recusou doação vinda de Portugal

Confira o desmentido em vídeo:

De acordo com textos e vídeos, o governo Lula recusou o recebimento de 120 toneladas de doações enviadas por Portugal para ajudar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A acusação era de de negligência em meio à crise humanitária. Contrariando as alegações, a Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo federal esclareceu que está coordenando com diversos órgãos e empresas o transporte dos donativos, priorizando a entrega de medicamentos. Essas informações desmentem a narrativa de recusa por parte do governo brasileiro. Detalhes sobre as medidas em andamento podem ser encontrados no link. 

#5 – Brasil recusou toda a ajuda do Uruguai por questões políticas

Governo recusou ajuda do Uruguai para enchentes do Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)
Governo recusou ajuda do Uruguai para enchentes do Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)

Boatos afirmam que o governo Lula rejeitou toda a ajuda oferecida pelo Uruguai para lidar com as enchentes no Rio Grande do Sul. Essas alegações surgiram após uma matéria relatar a recusa do governo em aceitar um avião uruguaio para transporte de equipamentos de resgate. No entanto, uma análise cuidadosa revela que a situação não é tão simples. O governo brasileiro aceitou a oferta de um helicóptero uruguaio, indicando que nem toda a ajuda foi recusada. Além disso, a recusa do avião se deu por razões técnicas, como a inadequação da aeronave para o tipo de operação necessária e a falta de pistas de pouso adequadas em Porto Alegre. Não houve motivação política. O conteúdo foi classificado como exagerado pelo Boatos.org e não como “fake news”. Detalhes sobre o caso podem ser encontrados no link.

#6 – Doações estão suspensas até a chegada de Lula em Lajeado (RS)

Confira o desmentido em vídeo:

Um vídeo viralizado nas redes sociais alega que a distribuição de donativos para vítimas das enchentes em Lajeado, Rio Grande do Sul, foi proibida até a chegada de Lula à cidade. No entanto, esta é uma informação falsa, baseada em um vídeo gravado em 2023 e já desmentido na época. Não houve visita de Lula à cidade em 2024, e autoridades locais e o governo federal negam qualquer retenção de doações. As enchentes deste ano têm sido mais trágicas que as de 2023, mas as necessidades de doações são reais, e não há qualquer impedimento oficial para a distribuição dos donativos. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#7 – Doações para o Rio Grande do Sul estão sendo destruídas em Encantado

Doações enviadas para o Rio Grande do Sul estão sendo destruídas, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)
Doações enviadas para o Rio Grande do Sul estão sendo destruídas, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Um vídeo circula nas redes sociais alegando que doações para vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul estão sendo destruídas em um galpão em Encantado. No entanto, o vídeo é antigo e foi tirado de contexto. Na verdade, as doações estavam sendo organizadas para distribuição durante as enchentes de 2023. A prefeitura esclareceu que a máquina mostrada no vídeo estava apenas ajudando a abrir espaço para armazenamento. Não há relatos verificados de doações sendo desperdiçadas em 2024. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

Tópico C – Ataques ao governo e declarações falsas

#8 – Ministro Paulo Pimenta foi atacado em ginásio no Rio Grande do Sul

Confira o desmentido em vídeo:

Circula nas redes sociais a alegação de que o ministro Paulo Pimenta foi recebido a cadeiradas durante uma visita a Esteio ou Canoas, no Rio Grande do Sul. No entanto, não há evidências de que esse incidente tenha ocorrido. O vídeo que acompanha as mensagens não é atual e não tem relação com o ministro ou com o Rio Grande do Sul. Na verdade, as imagens são de uma confusão durante uma assembleia de servidores da educação estadual do Ceará. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#9 – Vídeo de ataques a Lula é de vice-prefeito de Porto Alegre

Vice-prefeito de Porto Alegre, Ricardo Gomes, gravou um vídeo com críticas ao governo Lula no contexto das enchentes do RS, diz boato (Foto: Reprodução/X)
Vice-prefeito de Porto Alegre, Ricardo Gomes, gravou um vídeo com críticas ao governo Lula no contexto das enchentes do RS, diz boato (Foto: Reprodução/X)

Circula nas redes sociais um vídeo com críticas ao governo Lula na condução da tragédia das enchentes no Rio Grande do Sul, atribuído ao vice-prefeito de Porto Alegre, Ricardo Gomes. No entanto, essa atribuição é falsa. O vídeo foi gravado por outra pessoa, identificada como “jackwolf590” no TikTok. Embora Ricardo Gomes tenha críticas a Lula, não há registros de que tenha feito críticas recentes sobre esse assunto. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#10 – Gaúcha pediu perdão a nordestinos após enchentes no RS

Mulher gaúcha pediu perdão a nordestinos após enchentes no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)
Mulher gaúcha pediu perdão a nordestinos após enchentes no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Circula nas redes sociais um vídeo em que uma mulher supostamente gaúcha pede perdão aos nordestinos por ter jogado uma praga neles, supostamente relacionada às enchentes no Rio Grande do Sul. No entanto, o vídeo é falso e foi criado por uma influenciadora do TikTok chamada Wanny Cristina. Ela não tem sotaque gaúcho e na descrição do vídeo menciona se tratar de uma história de seguidores. Além disso, outras histórias semelhantes foram inventadas por ela, evidenciando a falsidade do conteúdo. Não há registros reais de tal pedido de desculpas na situação das enchentes no Rio Grande do Sul. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

Tópico D – Doações falsamente atribuídas a pessoas e países

#11 – Madonna fez doação de 10 milhões para o Rio Grande do Sul

Confira o desmentido em vídeo:

Alegações nas redes sociais afirmam que Madonna fez uma doação secreta de R$ 10 milhões para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. No entanto, não há provas ou indícios concretos que corroborem essa informação. Madonna não fez declarações públicas sobre as enchentes no Rio Grande do Sul, e sua prática anterior de doações inclui divulgação e engajamento público. Além disso, a fonte original da notícia é questionável, e não há confirmação independente da doação. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#12 – Neymar fez doação de 10 helicópteros para resgatar vítimas da enchente

Neymar alugou e doou 10 helicópteros para ajudar em resgates no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)
Neymar alugou e doou 10 helicópteros para ajudar em resgates no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)

Um vídeo viralizado nas redes sociais afirma que Neymar teria alugado e doado 10 helicópteros para auxiliar no resgate de vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. No entanto, não há evidências que corroborem essa alegação. Neymar não fez declarações públicas sobre tal doação, e a origem da informação é questionável. Neymar posteriormente divulgou que doou 2 toneladas de alimentos para o Rio Grande do Sul, o que foi confirmado. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#13 – Israel enviou 40 aeronaves para resgatar vítimas no Rio Grande do Sul

Israel enviou 40 aeronaves e helicópteros para resgates no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)
Israel enviou 40 aeronaves e helicópteros para resgates no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)

Um vídeo está circulando nas redes sociais afirmando que Israel enviou 40 aeronaves e helicópteros para realizar resgates no Rio Grande do Sul, em decorrência das enchentes. O vídeo, na verdade, é antigo e não está relacionado com a situação atual no estado. Além disso, Israel enviou purificadores de água para auxiliar no abastecimento de água potável no Rio Grande do Sul, mas não enviou aeronaves para resgates. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

Tópico E – Acontecimentos que teriam ocorrido no Rio Grande do Sul

#14 – Menina Gabriele foi encontrada na BR-101 no Rio Grande do Sul

Menina Gabriele (Gabriela) foi encontrada na BR-101 pela concessionária Eco após enchentes no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)
Menina Gabriele (Gabriela) foi encontrada na BR-101 pela concessionária Eco após enchentes no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Um boato circula nas redes sociais afirmando que uma menina chamada Gabriela ou Gabriele foi encontrada pela concessionária Eco na BR-101, após as enchentes no Rio Grande do Sul. No entanto, essa informação é falsa. Não há registros de tal ocorrência e a foto da criança não é relacionada com a situação no estado. Além disso, a concessionária responsável pela BR-101 no Rio Grande do Sul não é a Eco. A história, que já foi desmentida anteriormente, é apenas uma fake news que voltou a circular. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#15 – Homem de Flórida Paulista foi afogado em rio após xingar gaúchos

Homem de Flórida Paulista que falou que o Rio Grande do Sul tem que se afogar foi jogado com mãos amarradas em um rio, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)
Homem de Flórida Paulista que falou que o Rio Grande do Sul tem que se afogar foi jogado com mãos amarradas em um rio, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Um boato afirma que um homem da cidade de Flórida Paulista (SP) foi jogado em um rio com as mãos amarradas após fazer um comentário insensível sobre as enchentes no Rio Grande do Sul. No entanto, essa informação é falsa. Embora o homem tenha feito um comentário infeliz, não há registros de que tenha sido vítima de violência. Além disso, o vídeo que circula como sendo desse suposto incidente é na verdade de um caso ocorrido na Venezuela em 2023. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#16 – 9 morreram na UTI, bebê boiando e 2.000 mortos

9 pessoas morreram em UTI, bebê foi encontrado boiando e há 2.000 mortos em Canoas, no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/X)
9 pessoas morreram em UTI, bebê foi encontrado boiando e há 2.000 mortos em Canoas, no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/X)

Três boatos relacionados às enchentes em Canoas, Rio Grande do Sul, circularam na internet. 1) a afirmação de que 9 pessoas morreram em uma UTI na cidade, 2) a alegação de que há 2.000 corpos boiando nas enchentes, e 3) o relato sobre um bebê encontrado boiando, confundido inicialmente com uma bonequinha. O prefeito de Canoas retificou a informação sobre as mortes na UTI, esclarecendo que houve apenas dois óbitos, e o número de mortos oficialmente registrado é muito menor do que os 2.000 citados. Quanto ao caso do bebê, não há evidências que comprovem a veracidade do relato. Assim, essas afirmações são consideradas fake news ou boatos sem comprovação. Leia mais aqui.

#17 – Vídeo mostra desmoronamento da rodovia Rota do Sol

Vídeo mostra desmoronamento em túnel da rodovia Rota do Sol, no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)
Vídeo mostra desmoronamento em túnel da rodovia Rota do Sol, no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

O vídeo que circula na internet, atribuído a um desmoronamento na rodovia Rota do Sol, no Rio Grande do Sul, na verdade é de um incidente ocorrido na Turquia em 2023. O deslizamento de terra ocorreu no Túnel Darıcabaşı, na Estrada Mar Negro-Mediterrâneo. Não há registros de desmoronamentos na rodovia Rota do Sol no momento. Assim, essa afirmação é considerada uma fake news. Leia mais aqui.

#18 – Lista de 53 crianças perdidas dos pais em Canoas

Lista de 53 crianças de Canoas que foram resgatadas e estão longe dos pais é real, diz boato (Foto: Reprodução/X)
Lista de 53 crianças de Canoas que foram resgatadas e estão longe dos pais é real, diz boato (Foto: Reprodução/X)

Uma lista de 53 crianças supostamente resgatadas e separadas de seus pais em Canoas, Rio Grande do Sul, está circulando na internet. No entanto, essa informação não é verdadeira. Autoridades locais afirmam que não há evidências de que tantas crianças estejam sem os pais em abrigos na região. Além disso, a lista não é composta apenas por nomes de crianças e parece ter origem desconhecida. A história é uma distorção da realidade e já foi desmentida por autoridades. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#19 – Cavalo Caramelo morreu após ser resgatado

Cavalo Caramelo morreu após ser resgatado de telhado de casa no RS, diz boato (Foto: Reprodução/X)
Cavalo Caramelo morreu após ser resgatado de telhado de casa no RS, diz boato (Foto: Reprodução/X)

Apesar de rumores afirmarem que o cavalo Caramelo, resgatado de um telhado durante as enchentes no Rio Grande do Sul, teria morrido, essa informação é falsa. Segundo fontes confiáveis, como a Ulbra e a Globo, o cavalo está se recuperando e estável em um estábulo na cidade de Canoas. No entanto, outro cavalo em situação semelhante infelizmente não resistiu e veio a falecer. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

#20 – Devemos estocar arroz por que vai faltar no mercado

Devemos fazer estoque de arroz por causa das enchentes no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)
Devemos fazer estoque de arroz por causa das enchentes no Rio Grande do Sul, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Fazer estoque de arroz devido às enchentes no Rio Grande do Sul não é uma ideia sensata. Embora o estado seja o maior produtor de arroz do Brasil e as enchentes possam causar perdas na safra, não há evidências de que haverá escassez do produto. Estocar alimentos, especialmente em momentos de crise, pode aumentar a especulação e os preços, dificultando o acesso para quem mais precisa. Além disso, essa atitude é egoísta e não contribui para resolver o problema enfrentado pelas vítimas das enchentes. Portanto, essa recomendação de fazer estoque de arroz é uma ideia equivocada e não deve ser seguida. Leia mais aqui.