20 fake news que mais circularam durante as eleições 2018 no Boatos.org

Em uma eleição marcada por polêmicas e polarização, todo mundo atacou e foi atacado pelas fake news. Conheça as 20 mais acessadas no Boatos.org durante o período.

Desde 16 de agosto, com o início período eleitoral, o Boatos.org tentou colaborar com a difícil tarefa de frear o avanço das fake news. Os debates entre os candidatos, as discussões na internet e as campanhas eleitorais ganharam pesos diferentes com a disseminação de notícias falsas. Terminada a eleição, é hora de fazer o balanço do período eleitoral que resultou em 262 textos publicados (a maioria desmentidos) e mais de 16,9 milhões de visualizações da página.

Entre os destaques, predominaram assuntos relacionados ao atendado de Jair Bolsonaro (PSL), kit gay e o apoio de famosos aos presidenciáveis, além de denúncias da ligação entre Adélio Bispo, autor do ataque a Bolsonaro, e o PT. Dentre as figuras que não ficaram de fora do mundo das fake news estão Jair Bolsonaro, Fernando Haddad (PT), Manuela d’Ávila (PCdoB), Eduardo Bolsonaro (PSL), Ciro Gomes (PDT) e Gleisi Hoffman (PT).

No topo da lista, com mais de 492 mil visualizações, está a história de que Bolsonaro forjou atentado para ganhar eleitores indecisos, que divide o pódio com o áudio de Bolsonaro no hospital xingando a enfermeira e com o suposto atentado do deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Nota do editor: “me intrometo” no texto da Carol Lira para fazer alguns agradecimentos e apontamentos. No âmbito pessoal, não foi fácil tentar combater as fake news durante as eleições. Foi muito trabalho de checagem e escrita, pressão, ataques e até tentativas de nos confundir.

Não teríamos chegado a tanta gente e checado tanta coisa se não contasse com o auxílio da Carol (que escreve esse texto), da Hellen Bizerra, da Kyene Becker, dos leitores (principalmente via WhatsApp) que nos alimentaram de pautas) e dos parceiros de checagem que ajudaram muito na reta final das eleições: Agência Lupa, Aos Fatos, Comprova (contando a Abraji e veículos como Estadão Verifica e APF), E-Farsas, Fato ou Fake e A Pública (por meio do Truco). Foi com a coalização pontual do #CheckBR que nos permitiu aproximação com o TSE, compartilhamento de informações e, inclusive, inibiu a viralização de fake news no fim de semana do 2º turno das eleições.  Dito isso…

Conheça as 20 fake news que viralizaram na internet no período eleitoral:

Compartilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)