Pfizer “ganha” de Lula como maior alvo de fake news na primeira semana de 2022

Primeiros dias de 2022 mostram que desinformação, pelo menos quantitativamente, ainda está mais focada em atrapalhar a vacinação de crianças do que em influenciar eleições deste ano. Confira análise no A Semana em Fakes, com Edgard Matsuki

No primeiro dia de 2022, nós desejamos que a desinformação sobre a pandemia diminuísse neste ano (uma vez que a desinformação sobre eleições será, falando de forma realista, inevitável). Só que os primeiros dias de 2022 mostram que isso, pelo menos por enquanto, ainda não ocorreu.

Obviamente, as eleições de 2022 já começam a impactar no mundo da desinformação (na verdade, o impacto não é de hoje). Nos últimos dias vimos notícias falsas “da direita para esquerda” (como as que apontavam para situações desfavoráveis a Lula como aqui, aqui e aqui) e da “esquerda para direita” (como a insistência sem fim na falsa tese de que a “facada de Adélio” é falsa).

Só que nem Lula tampouco Bolsonaro (primeiros colocados na disputa eleitoral) foram mais alvos das fakes como as vacinas e, mais especificamente, a Pfizer (que sofre ataques semelhantes aos que sofreu a Coronavac no início da imunização no Brasil em 2021). Nos nove primeiros dias de 2022, desmentimos nada menos do que nove fake news relacionadas, de forma direta ou indireta às vacinas.

Dos conteúdos relacionados à empresa, há informações falsas como as que apontam que a Pfizer é dona do laboratório de Wuhan, que a empresa “incluiu secretamente” trometamina às vacinas, que iria comprar uma fábrica de desfibriladores na Bahia e que estava colocando óxido de grafeno nas vacinas “para matar”.

Como vocês viram, o nível da desinformação é baixíssimo. Porém, ainda há quem acredite nestas lorotas (o que pode, inclusive, atrapalhar a vacinação de crianças). Por isso fica um recado: se você está com medo da desinformação nas eleições e pensando em “Lula ou Bolsonaro”, é melhor dar um passo atrás e, por enquanto, prestar atenção no que estão falando sobre a vacina ou Pfizer.

Trends da semana

Palavras mais buscadas no Boatos.org nos últimos dias

  1. Preço gasolina RLAM (Confira detalhes aqui)
  2. Pfizer (Confira detalhes aqui)
  3. Ankole (Confira detalhes aqui)
  4. Lula (Confira detalhes aqui)
  5. tweet
  6. Erva doce (Confira detalhes aqui)
  7. Robert malone (Confira detalhes aqui)
  8. Ivermectina (Confira detalhes aqui)
  9. Ivete Sangalo (Confira detalhes aqui)
  10. Anvisa (Confira detalhes aqui)

Os desmentidos mais lidos do Boatos.org nos últimos dias

  1. Tácito Cavalcanti foi anunciado como “novo ministro da Defesa” (Confira detalhes aqui)
  2. Ivete Sangalo foi flagrada usando cocaína (Confira detalhes aqui)
  3. Lula foi flagrado em uma lancha de nome Lulalu (Confira detalhes aqui)
  4. Vídeo de Robert Malone sobre vacinação de crianças (Confira detalhes aqui)
  5. Maçonaria quer matar Bolsonaro. (Confira detalhes aqui)

Destaques nas rede sociais

Edgard Matsuki é editor do site Boatos.org, site que já desmentiu mais de 7 mil notícias falsas

Desde o início de 2021, o Boatos.org promove a seção “A Semana em Fakes”, com análises sobre assuntos relacionados a fake news. O conteúdo é aberto para republicação em veículos de mídia. No momento, publicamos o conteúdo no Jorn., Portal MetrópolesPortal T5, Conexão Marília e O Anhanguera (caso tenha interesse, entre em contato com o Boatos.org para saber as condições). Para ver todos os textos da seção, clique aqui.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet