Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Ministro do STF Alexandre de Moraes não foi preso por “forças especiais”

Ministro do STF Alexandre de Moraes não foi preso por “forças especiais”

Alexandre de Moraes é surpreendido e preso por forças especiais, diz boato (Foto: Reprodução/YouTube)

Boato – Após pagar propina pro Exército, ministro Alexandre de Moraes foi surpreendido e preso por forças especiais

Análise

Volta e meia nos deparamos com histórias absurdas e extensas envolvendo os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). E hoje temos uma delas. De acordo com a história que está sendo compartilhada nas redes sociais, o ministro Alexandre de Moraes teria sido surpreendido e preso por forças especiais.

Segundo o vídeo com mais de 30 minutos, o general Tomás Paiva e os comandantes da Marinha e Aeronáutica estariam recebendo dinheiro de Moraes para cumprir ordens ilegais. Conforme a história, um abaixo-assinado feito por militares da ativa reuniu mais de 70 mil assinaturas pedindo a prisão de Alexandre de Moraes. Ainda segundo a história, o Supremo Tribunal Militar teria decidido expulsar o general Paiva e aplicar uma pena de 20 anos de prisão.

Vídeo: é falso que assalto foi realizado com camiseta no retrovisor de carro

Se isso não bastasse, a história afirma que o ex-superintendente da Polícia Federal Rodrigo Bartolomei teria descoberto o envolvimento do ministro Alexandre de Moraes e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em um escândalo de corrupção que teria movimentado mais de R$ 100 milhões, em 2022. De acordo com o vídeo, Moraes e outros ministros do STF estariam concedendo habeas corpus para criminosos poderosos, como líderes de cartéis.

Segundo a história, Moraes estaria com medo de ser preso pelo FBI, porque mandou soltar o chefe de um cartel do México e decidiu pedir ajuda a Lula. Por fim, a história ainda aponta que a deputada federal Paula Belmonte teria apresentado documentos que provariam as ações ilegais de Moraes, que estaria cooptando pessoas na Polícia Federal e teria sido ameaçada. “Moraes é surpreendido pelas Forças Especiais que chegaram para PRENDÊ-LO”, diz a mensagem que circula na internet.

A história logo começou a ser amplamente compartilhada nas redes sociais, em especial, no YouTube e no WhatsApp. Apesar disso, ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis (todo o vídeo é narrado com vozes de diferentes pessoas e, em alguns trechos, é possível identificar uma voz automatizada) e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis (até porque, a prisão de um ministro do STF seria um escândalo e estaria em todas as manchetes).

A partir daí, resolvemos investigar um pouco mais essa história e, agora, vamos te explicar todos os motivos para não cair nesse papo: 1) Alexandre de Moraes foi surpreendido por “forças especiais” que chegaram a prendê-lo? 2) Qual é a fonte do vídeo sobre “prisão de Alexandre de Moraes”? 3) Quais são outras mentiras contadas no vídeo?

Checagem

Alexandre de Moraes foi surpreendido por “forças especiais” que chegaram a prendê-lo?

Não. Essa narrativa é, no mínimo, lunática. Além disso, a história se sustenta em outros vídeos, com informações falsas e fictícias, publicados em um canal que só dissemina fake news difamatórias. Se isso não bastasse, o termo “forças especiais” é bastante vago. No vídeo, as pessoas falam sobre as forças especiais como se ela parecesse uma milícia fazendo justiça com as próprias mãos e que não teria poder para prender o ministro Alexandre de Moraes. E se isso não fosse o suficiente, em nenhum momento o vídeo mostra a tal prisão.

Qual é a fonte do vídeo sobre “prisão de Alexandre de Moraes”?

A fonte da história são dois canais chamados “Sem Medo da Verdade” e “Ainda Posso Falar?”. Eles são conhecidos por espalharem fake news desse tipo e, curiosamente, ninguém nunca responde pelos canais.

Quais são outras mentiras contadas no vídeo?

Existem várias. A primeira delas é a que afirma que o comandante do Exército, Tomás Paiva, teria confessado que vendeu armas para o tráfico. A segunda é uma que aponta que o comandante do Exército teria sido preso por ordem do ministro do STM. A terceira é a que diz que o ministro e general do STM teria mandado prender o ministro Alexandre de Moraes. A quarta é a que alega que um coronel teria tentado matar o general do Exército que ordenou a prisão de Lula.

A quinta é a que afirma que o Chefe do Estado-Maior do Exército teria ordenado a prisão de Alexandre de Moraes. A sexta é a que diz que a deputada Paula Belmonte teria se encontrado com o FBI para prender Alexandre de Moraes. A sétima é a que aponta que Alexandre de Moraes teria chorado ao ser preso por odem de delegado da Polícia Federal. A oitava é a que destaca que o ex-delegado Rodrigo Bartolomei teria acusado Lula de encomendar sua morte junto ao PCC. E esses são apenas alguns exemplos. Existem outros mais, porém, todos esses desmentidos do Boatos.org já mostram que a história não é digna de confiança.

Conclusão

Fake news ❌

Alexandre de Moraes não foi surpreendido e nem preso por forças especiais. A história surgiu em um vídeo que é recheado de informações falsas e se sustenta em outros vídeos que também apresentam narrativas fantasiosas e fora da realidade. Se isso não bastasse, todos esses conteúdos foram disponibilizados em canais no YouTube que são bastante conhecidos por publicar fake news. Por fim, o vídeo não fala e nem mesmo mostra a suposta prisão de Alexandre de Moraes ou provas concretas sobre o que estaria acontecendo.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).