Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Coronel é preso após tentar matar general do Exército que ordenou prisão de Lula #boato

Coronel é preso após tentar matar general do Exército que ordenou prisão de Lula #boato

Coronel é preso após tentar matar general do Exército que ordenou prisão de Lula, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Um vídeo denuncia que um coronel do Exército foi preso após tentativa de assassinato de um general do Exército que ordenou a prisão de Lula. 

  Introdução

Não foram uma, duas ou três vezes que, aqui no Boatos.org, denunciamos um canal do YouTube de cunho golpista que insiste em propagar histórias completamente fantasiosas sobre a política no Brasil. A mais nova aponta para uma suposta “prisão bombástica”.

De acordo com o vídeo, que está viralizando em algumas redes sociais e aplicativos de mensagem, um “coronel de Lula” teria sido preso após uma tentativa de assassinato contra um general que teria pedido a prisão do presidente. “🔴 Coronel de Lula é PRESO após tentar assassinar General do Exército que ordenou a prisão do petista”, diz o título do vídeo. Leia trechos da transcrição:

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

Um coronel do exército foi detido, e levado preso, após o plano fracassado de uma quadrilha que se infiltrou nas Forças Armadas para assassinar o general chefe da Inteligência, que descobriu o maior esquema de corrupção que desviou mais de 100 milhões do orçamento do exército. O general Décio Luís realizou uma brilhante investigação ao chegar até a cabeça da operação da quadrilha que se instalou no palácio Planalto, mandou destruir documentos importantes que revelam que mais de 100 milhões do orçamento foram desviados.

O Poder Executivo e o judiciário decidiram que o general Décio estaria atrapalhando os planos da quadrilha quando apresentou ao Superior Tribunal militar os nomes de infiltrados nas Forças Armadas, dos quais receberam dinheiro vivo em propinas para conseguir o apoio de militares. Tal situação levou à prisão de alguns figurões do exército, a perda da patente e que fossem expulsos da Corporação. A inteligência do Estado-Maior do Exército descobriu a existência desse plano, onde apontou o Luiz Inácio, considerado chefe de quadrilha, que organizou o desvio de recursos do orçamento do exército, juntamente com o poder judiciário.

De acordo com o chefe do Estado-Maior, o plano do coronel seria envenenar o general Décio, e ao vasculhar a casa do coronel, os investigadores da inteligência do Estado-Maior constataram um celular pré-pago contendo mensagens onde recebia ordens para colocar o veneno na bebida do General Décio. O governo do ex-presidiário, a qualquer custo, quer diminuir os poderes da justiça militar para que os condenados pelo Superior Tribunal militar recebessem um perdão do Poder Executivo, dos quais estariam sendo protegidos pelo ex-presidiário. […]

  Análise

As bobagens não se limitam ao trecho da transcrição que descrevemos, mas vamos poupar vocês. O conteúdo circulou principalmente por um canal do YouTube que parece ter dois principais objetivos: 1) Lucrar com desinformação (afinal, o canal é monetizado). 2) Incitar ideias golpistas e lunáticas por aí.

A mensagem tem algumas das principais características de fake news como o caráter vago, o tom alarmista, os erros de português e a falta de citação de qualquer fonte confiável que comprove a história em questão.

Além disso, o próprio site é responsável por diversas “pérolas” que já desmentimos aqui no Boatos.org. Apenas no tópico “fulano foi preso”, já desmentimos que o comandante do Exército, o comandante da Marinha e Alexandre de Moraes haviam sido “detidos por ordem do STM”.

Na parte da checagem do conteúdo, vamos averiguar as seguintes informações. 1) É verdade que o tal “coronel de Lula” foi preso por tentar “envenenar” o general Décio Luís? 2) Houve algum tipo de envenenamento do general Décio Luís? 3) Algumas das denúncias de corrupção são procedentes ou ao menos foram feitas pelo general em questão?

Checagem

É verdade que o tal “coronel de Lula” foi preso por tentar “envenenar” o general Décio Luís?

Não. Ao buscar pelo assunto, a única fonte que encontramos foi o canal do YouTube que, como explicamos, é um contumaz espalhador de desinformação. Não há nada em qualquer fonte confiável e, vamos convir, se a prisão fosse real, já teria virado notícia.

Houve algum tipo de envenenamento do general Décio Luís?

Também não é verdade. Assim como no caso anterior, a mensagem não saiu em nenhuma fonte confiável ou oficial e, tampouco o próprio militar (que é da reserva) revelou a tal tentativa. Mais uma vez, a história saiu do canal em questão.

Algumas das denúncias de corrupção são procedentes ou ao menos foram feitas pelo general em questão?

De novo, não. Na realidade, trata-se de outra das fake news do canal do YouTube. Décio Luís não fez qualquer denúncia contra Lula, Alexandre de Moraes, governo etc. Obviamente, a história viraria notícia em qualquer veículo de mídia.

Conclusão

Fake news ❌

Todas as acusações que estão circulando no canal do YouTube apontam para a mesma coisa: a história que está circulando na internet não passa de mais uma invenção de um perfil conhecido como disseminador de fake news.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm