Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Ministro general do STM manda prender Alexandre de Moraes #boato

Ministro general do STM manda prender Alexandre de Moraes #boato

Ministro general do STM manda prender Alexandre de Moraes, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – STM conclui que Alexandre de Moraes é chefe de uma quadrilha e ministro general do STM determina sua prisão.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes se tornou uma vítima constante de fake news nos últimos anos. Nas eleições de 2022, o número de histórias falsas contra o ministro duplicou nas redes sociais.

Na oportunidade, Alexandre de Moraes assumiu a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas antes disso, ele já vinha sendo perseguido, especialmente por conta de seu posicionamento firme contra ações antidemocráticas e por estar à frente de casos contra o ex-presidente Jair Bolsonaro.

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, parece que os bolsonaristas estariam comemorando a prisão de Alexandre de Moraes. Segundo a história, o ministro general do Supremo Tribunal Militar (STM) teria ordenado a prisão do ministro Alexandre de Moraes. Ainda segundo a história, Alexandre de Moraes teria recebido uma pena de 20 anos, após o STM concluir que ele seria o chefe da quadrilha que cooptava militares para cumprir ordens das excelências do poder Judiciário. Confira:

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

Versão 1: “O ministro general do STM, Lourival Carvalho, votou para condenar Alexandre de Moraes a 20 anos de prisão, após confirmar o esquema do ministro do STF, que é apontado pelo tribunal militar como chefe de uma quadrilha, que determinou que fossem cooptados militares para cumprir ordens das excelências do poder Judiciário. Após horas de depoimentos de militares que foram ameaçados, onde revelaramv que ao assumir o comando do Exército, o general Paiva, nomeado por Lula, determinou que fossem rebaixados os militares que não fossem cumprir ordens dos ministros do Supremo Tribunal Federal”. Versão 2: “Ministro General do STM manda PRENDER Alexandre de Moraes”. 

Análise da mensagem que está circulando online

A história de hoje fez um enorme sucesso nas redes sociais, como no Tik Tok (que já conta com quase 30 mil curtidas) e, especialmente, no YouTube (que já tem mais de 133 mil visualizações em apenas um vídeo).

O conteúdo surgiu a partir de uma publicação no YouTube e apresenta muitas características de fake news na internet. 1) O texto possui caráter vago (apresenta diversas informações de forma vaga, cita números de supostos militares, mas não cita nomes ou quando tudo isso teria sido feito) e alarmista (com viés político); 2) O texto até cita nomes conhecidos, como o presidente Lula e o general Tomás Paiva, mas não apresenta fontes que possam comprovar a história.

E como ressaltamos anteriormente, há alguns anos o ministro do STF Alexandre de Moraes se tornou alvo recorrente de fake news. Não só ele, como outros ministros. Além disso, histórias falsas sobre supostas ações do STM também se tornaram comuns na internet. Essas histórias já foram desmentidas pela equipe do Boatos.org (aqui, aqui e aqui).

Ministro general do STM manda prender Alexandre de Moraes?

Esse tipo de história não é novidade no Boatos.org. Em sua grande maioria, esse tipo de narrativa segue o mesmo roteiro e surge nos mesmos canais. E o objetivo é um só: títulos sensacionalistas para ganhar cliques e incitar ódio para mobilizar gente doida.

O próprio lugar onde toda a história surgiu já nos deixa com um pé atrás. Ao analisar o canal do YouTube em questão, observamos que ele tem publicado outras fake news, todas falando sobre supostas prisões e ações do STM, contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ministros do STF e qualquer pessoa ligada a Lula.

Ao pesquisar por mais informações sobre o assunto, não encontramos nenhuma notícia em fontes confiáveis sobre a tal prisão. E convenhamos, se essa história fosse verdade, a informação estaria em todos os veículos de comunicação do país.

Dito isso, é importante destacar que o Supremo Tribunal Militar (STM) não julga civis e muito menos tem competência para julgar ministros do STF. A função do STM é julgar crimes militares previstos no Código Penal Militar brasileiro.

Por fim, no dia 19 de junho de 2023, o presidente do STM Francisco Joseli Parente Camelo afirmou que o presidente Lula sofreu uma tentativa de golpe coordenada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro. Além disso, ele também pediu para que os militares não se envolvam na política e, caso queiram fazer, que deixem as Forças Armadas primeiro.

Em resumo: a história que diz que o ministro general do STM ordenou a prisão de Alexandre de Moraes por 20 anos é falsa! Além de não existirem notícias sobre o assunto em veículos de comunicação, descobrimos que a história surgiu em um canal do YouTube que sempre publica informações falsas e alarmistas, visando visualizações e compartilhamentos. Se isso não bastasse, o STM não julga civis e muito menos ministros do STF. Por fim, o próprio presidente do STM já se posicionou contra os discursos golpistas e defende que militares não se envolvam em política.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm