Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Comandante do Exército é preso após ordem de ministro do STM #boato

Comandante do Exército é preso após ordem de ministro do STM #boato

Comandante do Exército é preso após ordem de ministro do STM, diz boato (Foto: Reprodução/YouTube)

Boato – O comandante do Exército do Brasil que foi nomeado por Lula foi preso após ter sido condenado por um ministro do STM.

Há uma parcela dos golpistas (aquelas pessoas que queriam uma intervenção militar com Bolsonaro no poder) que guarda uma mágoa gigantesca das Forças Armadas.

Ao Exército não entrar na onda de lunáticos (o que prevíamos que iria acontecer), muita gente começou a tratar comandantes do Exército, Aeronáutica e Marinha como “traidores da pátria”.

Neste sentido, um vídeo está bombando no Youtube com o seguinte título: “🔴 Comandante do Exército é PRESO após ordem de ministro do STM”. No vídeo, um homem (no início) e uma mulher (no final) narram o que seria o pedido de prisão do “comandante do Exército”.

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Há, ainda, acusações e ataques contra Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes, Lula e outros políticos opositores de Bolsonaro. Leia trechos da transcrição do vídeo que viralizou online:

O comandante do Exército teve uma ordem de prisão expedida pelo Ministro do STM, General Lourival Carvalho, após ser condenado no Tribunal Militar a 20 anos de prisão pelos crimes de traição, propinas, subornos e submeter oficiais do Exército ao cumprimento de ordens ilegais do STF. Esse caso originou um dos maiores escândalos de corrupção envolvendo a força e o poder judiciário, que estariam se beneficiando graças ao comandante nomeado por Lula, que ainda possui mais quatro processos no STM a serem julgados.

Descoberto pelo General chefe do setor de inteligência do Exército, Décio Luiz Sons, que comandou a investigação contra o comandante do Exército, que teria recebido propinas para autorizar que militares fossem cooptados pelo Supremo Tribunal a fim de servir aos ministros do STF. A ligação entre eles era que estavam sendo forçados a cumprir determinadas ordens ilegais do Exército. Foram até o gabinete do General Ministro Lourival Carvalho para denunciar o comandante.

Os militares exigem que o comandante do Exército se entregue para não prejudicar ainda mais a corporação. Após a chegada desse governo corrupto, ao nomear um comandante de índole duvidosa, visto que Thomas Paiva também acumula outros processos na justiça militar. A designação de militares da força para cumprir ordens ilegais de ministros do Supremo Tribunal Federal revelou propinas para o comandante do Exército. Um escândalo do qual mais de 70.000 militares se manifestaram pela prisão de um Ministro do Supremo Tribunal Federal, tendo recebido propinas entre março e abril.

Após o General Décio Luiz levar evidências até o Ministro relator, General Lourival, para autorizar uma quebra de sigilo nas contas do comandante, o Ministro votou para torná-lo réu no STM e expulsar Paiva da corporação. Julgou precedente indicando que Paiva deve ser preso, sendo estipulada uma pena de 20 anos de prisão. O Ministro do Tribunal Militar tem agido com austeridade dentro da corte militar, sem se deixar intimidar pelos bandidos que estão no poder. […]

Comandante do Exército é preso após ordem de ministro do STM?

O vídeo em questão não demorou a contabilizar visualizações e acumular comentários de cunho golpista (ou lunático, se você preferir). Porém, aqui estamos para apontar para algo muito importante: a tal história em questão não passa de uma fantasia das mais bizarras.

A mensagem, por si só, já nos deixa muito desconfiados da veracidade da informação. Ela carrega algumas das principais características de fake news. Ela é alarmista, tem erros de português e não cita qualquer fonte confiável que comprove a informação.

Como a mensagem é muito detalhada, não foi difícil encontrar elementos para a rastrearmos. Na primeira busca, já percebemos que a tese que apontava para a prisão do comandante do Exército não se sustentava.

Se a tal notícia fosse real, não iria demorar para acharmos dúzias de notícias em fontes confiáveis sobre o assunto. Sabe quantas notícias do naipe em sites confiáveis? Se você disse “zero”, está corretíssimo.

Não há qualquer decisão de ministro do STM que tenha resultado na prisão do comandante do Exército. Isso foi simplesmente inventado pela página (algo, aliás, que não é tão incomum na internet).

A prova disso está no estilo das postagens da página: um amontoado de informações alarmistas, que servem para angariar cliques e incitar a violência contra o Judiciário e contra políticos.

Os títulos da página perpassam por “General comemora após Comandante do Exército ser PRESO pelo ministro do STM”, “Ministro General do STM manda PRENDER Alexandre de Moraes” e “Delegado ordena prisão de Alexandre de Moraes após revelar roubo milionário do ministro”. Todas são falsas, absurdas e “quase corajosas”.

Falamos “quase corajosas” por dois motivos. 1) Achamos corajoso o ato de caluniar o Judiciário em meio a tantas prisões no âmbito do inquérito das fake news. 2) Porém, achamos que se esconder atrás de uma conta fake é algo “não corajoso assim”.

Resumindo: é falso que o comandante do Exército tenha sido preso por ordem de um ministro do STM. A história é uma genuína fake news lançada por um canal que insiste em distribuir fake news pela internet.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm
Marcações: