Alta nos casos de Covid-19 trouxe novas (e velhas) fake news sobre vacinas, testes e remédios sem eficácia

Bastou o país acender o alerta amarelo para a Covid-19 para novas e velhas histórias sobre a pandemia ganharem força na internet. Este é o tema do A Semana em Fakes, do Boatos.org, com Edgard Matsuki.

Desde o início da pandemia (até mesmo antes disso), o Boatos.org desmentiu nada menos do que 955 fake news relacionadas à Covid-19. Quando a situação parecia se estabilizar (fizemos até um A Semana em Fakes sobre o assunto), a nova onda gerada por subvariantes da Ômicron somadas ao afrouxamento de medidas de segurança fizeram com que velhas histórias voltassem a circular.

Das notícias falsas sobre a pandemia, vamos destacar três: uma sobre testes, uma sobre vacinas e outra sobre vacinas e remédios sem eficácia.

Uma das notícias é “quase nova”. Apesar de ter circulado em outros países, ainda não tinha surgido no Brasil. Tratava-se de uma suposta denúncia de que os testes de Covid-19 já vinham como “positivos e negativos”. O fake (que tinha como objetivo reforçar o negacionismo na pandemia) era baseado em um vídeo que capturou controles positivos e negativos e não testes de Covid-19.

A segunda das histórias é uma das que mais circulam online. Com o intuito de promover a ivermectina, remédio sem eficácia contra a Covid-19, a mensagem apontava que o Japão havia descoberto que o vermífugo era mais eficaz do que as vacinas contra a doença. Não só a história era falsa como não tinha lógica.

A terceira das histórias distorceu um alerta da Anvisa. O texto apontava que a agência havia apontado que os imunizantes causariam infarto e morte súbita. A informação, assim como as outras duas, é falsa.

Mesmo com a Covid-19 ficando em segundo plano na mídia e no debate público, o fato é que a insistência de alguns grupos (me pergunto por que e para quê) em notícias falsas como essas tem resultado nos mesmos problemas que têm nos acompanhado: pessoas sem seguir medidas de segurança e achando que estão certas, pessoas sem tomar vacinas e achando que estão certas e o crescimento de casos e mortes dependendo da “sorte” do não surgimento de variantes.

Deste jeito, infelizmente, ficaremos ad eternum em situação de pandemia (mesmo que ninguém ligue para isso).

Trends da semana

Palavras mais buscadas no Boatos.org nos últimos dias

  1. Coca cola (Confira detalhes aqui)
  2. Lula (Confira detalhes aqui)
  3. Coca-Cola (Confira detalhes aqui)
  4. Teste de covid (Confira detalhes aqui)
  5. Argentina (Confira detalhes aqui)
  6. 130 anos da coca cola (Confira detalhes aqui)
  7. Bolsonaro (Confira detalhes aqui)
  8. Prova de vida
  9. Presente coca cola (Confira detalhes aqui)
  10. Lulinha (Confira detalhes aqui)

Os desmentidos mais lidos do Boatos.org nos últimos dias

  1. Promoção falsa que aponta que a Coca-Cola está um frigobar por conta do aniversário (Confira detalhes aqui)
  2. Fake news que aponta que robôs chineses dançaram na Disneylândia do país (Confira detalhes aqui)
  3. Promoção falsa que aponta que Supermercados BH está dando brindes no WhatsApp (Confira detalhes aqui)
  4. Informação falsa que aponta que testes de Covid-19 já vem infectados (Confira detalhes aqui)
  5. Fake news que aponta que papa disse que Deus não existe (Confira detalhes aqui)

Destaques nas redes sociais

Desde o início de 2021, o Boatos.org promove a seção “A Semana em Fakes”, com análises sobre assuntos relacionados a fake news. O conteúdo é aberto para republicação em veículos de mídia. No momento, publicamos o conteúdo no Jorn., Portal MetrópolesPortal T5, Conexão Marília, O Anhanguera e RP10 (caso tenha interesse, entre em contato com o Boatos.org para saber as condições). Para ver todos os textos da seção, clique aqui.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet