Motociata de Bolsonaro domina “pauta de fake news” da semana

Neste A Semana em Fakes, Edgard Matsuki, editor do Boatos.org, relembra como a chamada “motociata” a favor de Bolsonaro ofuscou outras pautas da semana com fake news sobre sua dimensão.

No dia 12 de junho, a chamada “motociata” promovida por simpatizantes de Jair Bolsonaro em São Paulo conseguiu alguns feitos. Além de reunir simpatizantes do presidente e promover algumas aglomerações desnecessárias, o passeio de motocicleta serviu como terreno fértil para bolsonaristas espalharem notícias falsas, por assim dizer, surreais.

Tanto que a “pauta das fake news” acabou tendo um predomínio da chamada motociata nos dias posteriores ao evento. O Boatos.org desmentiu quatro notícias falsas que apontavam para uma magnitude que o evento não teve.

Antes mesmo da manifestação sobre duas rodas ser realizada, uma história um tanto quanto estranha já se espalhava em grupos bolsonaristas. Ela apontava, sem nenhum nexo na realidade, que a marca Harley-Davidson lançaria uma “moto em homenagem a Bolsonaro”: a “MITO-2022JB” (logicamente, uma alusão às eleições do ano que vem).

O tal anúncio falso de produto não era nada perto do que estava por vir. Com a anuência de apoiadores “de peso” de Bolsonaro (inclusive políticos), a notícia de que mais de um milhão de pessoas haviam participado da motociata e que, por isso, o Guinness Book (livro dos recordes) iria destacar o evento como o maior da história.

Além de a informação (assim como a da Harley-Davidson) não ter nenhum fundo de realidade, números oficiais apontavam para 12 mil pessoas na “motociata” (posteriormente, dados do pedágio apontaram para 6 mil motos atravessando o local). Ou seja: nem um milhão, nem Guinness. O boato foi desmentido, também, em vídeo:

Não satisfeitos em serem desmentidos na quantidade de pessoas e “no tocante da questão” do recorde, fãs do presidente começaram a circular informações falsas de que o “recorde mundial da motociata” não só era real como também havia sido capa do jornal norte-americano Washington Post e destaque por parte da GloboNews. De novo, dois fakes.

Por fim e já perdendo o debate em relação à quantidade de pessoas, o último questionamento veio por meio de mais uma informação: de que 700 toneladas de alimentos havia sido doados na motociata. Assim como no caso do número de pessoas, a informação também não procedia.

A motociata foi um evento relativamente pequeno, mas exemplar sobre como funciona a narrativa de quem inventa fake news (independentemente de bandeira política). Como foi possível de ver, a regra é “soltar o absurdo” e, dobrar (triplicar ou quadruplicar) a aposta se for desmentido. Se colar, colou (tipo madeiroca das eleições). Se não colar, é só partir para outro factoide porque um dos objetivos já foi alcançado: distrair algumas pessoas de assuntos mais espinhosos.

Trends da semana

As palavras mais buscadas no Boatos.org nos últimos sete dias foram, em ordem decrescente, Mercado Livre, Motociata, Pix, Coronavac, Ferrovia do Sol, WhatsApp, presente 20 aniversário mercado livre, mercado livre,  Pix agendado e Lobisomem.

Os desmentidos mais lidos do Boatos.org nos últimos 7 dias foram, em ordem decrescente, sobre uma promoção falsa de “aniversário do Mercado Livre”, do recorde da motociata de Bolsonaro com mais de um milhão de pessoas, sobre uma falsa promoção em nome da Ferrero Rocher, sobre um suposto golpe do “Pix agendado” e sobre a motociata de Bolsonaro ter ido à capa do Washington Post.

No Twitter, no Facebook, no Telegram, e no Instagram, a matéria com maior engajamento foi a que desmentia o “recorde mundial da motociata de Bolsonaro”. Por fim, vídeo mais visto no YouTube foi o que desmentia a promoção falsa do Mercado Livre.

Edgard Matsuki é editor do site Boatos.org, site que já desmentiu mais de 6 mil notícias falsas

Uma das novidades do Boatos.org para 2021 é a seção “A Semana em Fakes”. Periodicamente, faremos análises sobre os assuntos mais recorrentes em termos de desinformação na internet. Este conteúdo ficará aberto para republicação em outros veículos de mídia. No momento, publicamos o conteúdo no Portal Metrópoles, Portal T5 e Conexão Marília (caso tenha interesse, entre em contato com o Boatos.org para saber as condições). Para ver todos os textos da seção, clique aqui.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet