Médicos chineses que chegaram à Itália divulgam dicas sobre o novo coronavírus #boato

Boato – Médicos chineses que chegaram à Itália divulgaram uma série de orientações sobre o novo coronavírus. Eles falaram sobre o teste da respiração, que devemos molhar a garganta a cada 15 minutos e que devemos tomar limão com água quente.

Dentre todas as fake news relacionadas ao novo coronavírus, tem uma série de textos que insiste em circular na internet. Sempre mudando a autoria, os textos apontam para uma série de dicas que serviriam para a detecção, prevenção e cura do novo coronavírus.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): https://bit.ly/3awoU3e

Confira o nosso Instagram:

Instagram

No primeiro texto, que seria de médicos chineses que foram à Itália, é dito que há um teste de respiração para saber se o novo coronavírus é grave e sugerindo que se beba água a cada 15 minutos. O segundo texto fala sobre apenas sobre o segundo assunto.

O terceiro texto é atribuído ao estudante Jiào Shenme Minzi e ao professor Chen Horín. O texto falava que água com limão quente cura o novo coronavírus. Leia as três mensagens que circulam online:

Versão 1: Os médicos chineses que chegaram ontem à Itália para colaborar com nossas equipes especializadas estão divulgando esta mensagem. Por favor, leia com atenção e execute-o com seus contatos. Obrigado ———————————— O novo NCP do coronavírus * pode não mostrar sinais de infecção por muitos dias *, antes dos quais não se sabe se uma pessoa está infectada. Mas quando você está com febre e / ou tosse e vai ao hospital, seus pulmões já estão com 50% de fibrose e é tarde demais! Os especialistas de Taiwan sugerem fazer uma verificação simples que podemos fazer sozinhos todas as manhãs: Respire fundo e prenda a respiração por mais de 10 segundos. Se você concluir com êxito sem tossir, sem desconforto, uma sensação de opressão etc., isso mostra que não há fibrose nos pulmões, indicando essencialmente nenhuma infecção. Em momentos tão críticos, faça essa verificação todas as manhãs em um ambiente com ar limpo! Estes são conselhos sérios e excelentes de médicos chineses que trataram casos de COVID-19. Todos devem garantir que a boca e a garganta estejam úmidas, nunca SECA. Beba alguns goles de água pelo menos a cada 15 minutos. PORQUÊ? Mesmo que o vírus entre na sua boca … a água ou outros líquidos o varrerão pelo esôfago e pelo estômago. Uma vez na barriga … O ácido gástrico do estômago mata todo o vírus. Se você não beber água suficiente com mais regularidade … o vírus pode penetrar nas vias aéreas e nos pulmões. Isso é muito perigoso. Compartilhe essas informações com sua família, amigos e conhecidos, por * solidariedade e senso cívico * !!!!

Versão 2: ACHO BEM IMPORTANTE COMPARTILHAR ESTA INFORMAÇÃO🔴 Estes são conselhos sérios e excelentes de médicos chineses que trataram casos de COVID-19. Todos devem garantir que a boca e a garganta estejam úmidas, nunca SECA. Beba alguns goles de água pelo menos a cada 15 minutos. PORQUÊ? Mesmo que o vírus entre na sua boca … a água ou outros líquidos o varrerão pelo esôfago e pelo estômago. Uma vez na barriga … O ácido gástrico no estômago mata todo o vírus. Se você não beber água suficiente com mais regularidade … o vírus pode penetrar nas vias aéreas e nos pulmões. Isso é muito perigoso. Compartilhe essas informações com sua família, amigos e conhecidos, por solidariedade e senso cívico !!!!

Versão 3: Pesquisador chinês da Faculdade de Ciências Médicas revela a triste verdade sobre o Coronavírus Algumas linhas escritas por uma pesquisadora chinesa para dizer a verdade sobre o coronavírus: Agora ela corre o risco de ser presa: Olá, sou jiào Shenme Minzi, da China, pesquisador da Faculdade de Ciências Médicas. Universidade de Zanjan O vírus Corona chega mais cedo ou mais tarde a qualquer país; não há dúvida de que muitos países não possuem kits ou equipamentos de diagnóstico. Por favor, use o máximo possível de vitamina C natural para fortalecer o sistema imunológico. Não se preocupe, é um vírus simples de se livrar. Infelizmente, o vírus atualmente não contém vacinas e tratamentos específicos. por causa da mutação genética que a tornou muito perigosa. Esta doença parece ser causada pela fusão do gene em uma cobra e um morcego e adquiriu a capacidade de infectar mamíferos, incluindo humanos. É importante manter a calma e transmitir essa mensagem. O professor Chen Horin, CEO do Hospital Militar de Pequim, disse: “Fatias de limão em um copo de água quente podem salvar sua vida”. Mesmo se você estiver trabalhando, dê uma olhada nesta mensagem e passe para outras pessoas! Limão quente pode matar a proliferação deste vírus em nossos corpos! O limão é cortado em três partes e colocado em um copo; em seguida, despeje água quente e transforme-a em (água alcalina); beber todos os dias certamente ajudará contra a proliferação deste vírus. Limões quentes podem ter o mesmo efeito benéfico que os medicamentos. O tratamento com esse extrato destrói o vírus e cura essa gripe Além disso, os ácidos e o ácido carboxílico do suco de limão podem regular a hipertensão, proteger artérias estreitas, regular a circulação sanguínea e reduzir a coagulação do sangue. Depois de ler, conte a outra pessoa e transfira-a para a pessoa que você ama e cuide da sua saúde pessoal. Dica: o professor Chen Horin observa que qualquer pessoa que receba essa mensagem tem pelo menos a garantia de salvar a vida de alguém … Eu fiz o meu trabalho e espero que você possa me ajudar a desenvolvê-lo também. ” Eles o publicaram em grupos universitários

Médicos chineses que chegaram à Itália divulgaram dicas sobre o novo coronavírus?

As mensagens atribuídas aos tais médicos chineses circularam com muita força na internet. Mas será mesmo que essa informação é real? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Na realidade, os três textos citados já foram desmentidos pelo Boatos.org com “outras autorias”. Os primeiro e segundo textos circularam como se fossem do governo de São Paulo, médicos de Taiwan, hospital de Stanford e governo do Canadá. O terceiro texto é igualzinho a outro que falava sobre o mesmo professor Chen Horin e Laila Ahmadi.

Como é possível ver, não foram “médicos chineses na Itália” que escreveram as mensagens. Simplesmente pegaram um monte de boatos que já circulavam por aí e atribuíram a alguém. Isso tem sido muito comum nessa onda de fake news sobre a Covid-19. Como o que escrevemos a respeito vale para hoje, relembre o que foi escrito:

Sobre o primeiro e segundo textos

Ao buscar pelas recomendações apresentadas na mensagem, nada encontramos nas cartilhas da OMS ou do Ministério da Saúde. Como não existe uma cura para a doença, as principais recomendações de prevenção são relacionadas à higiene e, no caso de suspeita de doença, à busca por autoridades médicas.

Buscando mais sobre o assunto, descobrimos que, em Taiwan (local no qual são citados os médicos em questão), a história foi desmentida pelo Centro de Verificação de Fatos de Taiwan (uma associação criada por jornalistas locais para checar informações na internet).

Após consultar médicos locais, o site em questão apontou que a mensagem contém diversos erros. O primeiro está em apontar o pulmão apresenta “fibrose sem aviso prévio no caso do coronavírus”. Um médico consultado disse que “é impossível não apresentar sintomas”. Também é errado dizer que “50% dos pulmões se mostraram fibróticos no caso do coronavírus”.

Saindo um pouco do artigo de Taiwan, é importante ressaltar que, apesar de causar uma preocupação mundial (justamente por ser um vírus novo), o coronavírus não tem mostrado uma taxa de letalidade alta. A letalidade tem se mostrado nos mesmos níveis da gripe comum.

Voltando ao artigo de checagem de Taiwan, os médicos locais não só reforçaram que não existiu recomendação em relação ao “método de respirar fundo” como também apontaram que desconhecem a tal técnica. Para julgar se um pulmão está fibrótico (seja por coronavírus ou outro motivo), é preciso ir a um hospital e fazer exames específicos.

A segunda parte do boato foi desmentida neste outro artigo de checagem, da AFP Fact Check. Assim como apontamos, o serviço de checagem da agência de notícias não achou nenhuma recomendação em fontes confiáveis sobre o assunto.

Sobre o terceiro texto:

Além disso, o conteúdo do que é descrito como se fosse da “estudante chinesa” também está errado. Sobre a causa do coronavírus, não é possível dizer de onde veio (não há como afirmar que veio do gene do “morcego com cobra”, até porque seria um cruzamento estranho). Sobre a dica de vitamina C, podemos dizer que não só é falsa como também já foi desmentida no Boatos.org.

Em relação ao assunto, o Ministério da Saúde do Brasil diz o seguinte: “Não compartilhe esta notícia, as informações são falsas! Até o momento, não há nenhum medicamento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus”.

Vamos, agora, à parte que cita o Dr. Chen Horin. Quem acompanha o Boatos.org vai perceber que o texto em questão é muito parecido com o boato desmentido que aponta que o limão com água quente cura câncer. Como o que falamos na época vale para hoje, relembre o que foi dito (e assista no vídeo):

Para começo de história, o texto tem as principais características de boatos na internet: é vago, alarmista, possui diversos erros de português, tem pedido de compartilhamento e não cita nenhuma fonte confiável para respaldar as informações.

E se a coisa já é estranha só por isso, a situação fica ainda mais bizarra quando você resolve pesquisar sobre o tal professor Chen Horin. Rodamos a internet atrás de informações sobre Chen Horin, suposto diretor do hospital do Exército de Pequim, mas não encontramos absolutamente nada. Ao procurar pelo hospital mais próximo de uma instituição de saúde do Exército chinês, também não encontramos nenhuma menção ao professor Tchen Horin. Ou seja, ele não existe!

E vamos lá, mesmo que Tchen Horin existisse e tivesse dito qualquer coisa do tipo, a dica continuaria sendo falsa. Por quê? Pelo simples fato de não existir nenhum tipo de estudo que confirme que o limão pode matar células cancerígenas. E, claro, é bem absurdo tratar o câncer como uma doença genérica que poderia se curar com simples mudanças de hábitos. A doença é muito mais complexa do que isso.

O texto também apresenta informações equivocadas sobre outros assuntos, como a questão do tomate e do licopeno. Você não precisa cozinhar o tomate para que ele apresente o licopeno. O tomate cru já tem esse carotenoide. O que acontece é que estudos indicam que quando o tomate é cozido, o licopeno é melhor absorvido pelo corpo.

Além disso, vale lembrar que histórias envolvendo limão e a cura do câncer não são novidade. Aqui mesmo no Boatos.org já desmentimos algumas dessas histórias, como as dicas do Dr. Guptabeber limão com bicarbonato de sódio para curar o câncer e também ralar limão congelado na comida para auxiliar na cura do câncer.

Por fim, a Universidade de Ciências Médicas do Arkansas, nos EUA, produziu um texto para desmentir a história de que o limão seria capaz de curar o câncer. Segundo a universidade, trata-se de um mito. Ou seja, não funciona.

Resumindo: nem a mensagem que circula online é de médicos chineses tampouco as dicas apresentadas nelas são válidas contra o novo coronavírus. Trata-se de mais um boato que circula online.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2uUJMhP

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)