Laila Ahmadi e Chen Horin recomendam limão e vitamina C contra o coronavírus #boato

Boato – A estudante Laila Ahmadi da Faculdade de Ciências Médicas de Zanjan (China) e o professor Chen Horin recomendam vitamina C e limão com água morna contra o coronavírus.

Dentre todos os tipos de boatos que circulam sobre o coronavírus, um dos mais latentes é o de dicas de saúde. Volta e meia circula na internet uma dica sobre o que fazer (ou o que não fazer) para se curar da doença que se mostra falsa. A última delas fala sobre uma suposta estudante chinesa chamada Laila Ahmadi e o famigerado (pelo menos no Boatos.org) professor Chen Horin.

A mensagem que circula online é uma espécie de dica. Ela aponta que, como o coronavírus é inevitável, a recomendação é “fortalecer a imunidade com vitamina C”, ou melhor, com limão e água quente. Leia a mensagem que circula online (nos perdoem pelo textão):

Atenção! Não acredite em cura milagrosa do novo coronavírus

Olá, sou Laila Ahmadi da China estudante da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Zanjan. O vírus Corona ou COVD-19 chegará a qualquer país mais cedo ou mais tarde, e não há dúvida de que muitos países não possuem nenhum kit ou equipamento de diagnóstico sofisticado. Por favor, use o máximo de * vitamina C natural possível * para fortalecer seu sistema imunológico.

Atualmente, o vírus não contém vacina nem tratamento específico Infelizmente, devido à mutação genética que o tornou muito perigosa. Esta doença parece ser causada pela fusão do gene entre uma cobra e um morcego, e adquiriu a capacidade de infectar mamíferos, incluindo humanos. É importante ter maior conhecimento da doença: o professor Chen Horin, CEO do Hospital Militar de Pequim, disse: “Fatias de limão em um copo de água morna podem salvar sua vida”.

Portanto indecentemente do que estiverem fazendo dê uma olhada nesta mensagem e passe para outras pessoas! Limão quente pode matar células cancerígenas! Corte o limão em três partes e colocado em um copo, depois despeje água quente e transforme-a em (água alcalina), beba todos os dias, definitivamente beneficiará a todos. O tratamento com esse extrato destrói apenas células malignas e não afeta células saudáveis.

Segundo: o ácido carboxílico do suco de limão podem regular a pressão alta, proteger artérias estreitas, regular a circulação sanguínea e reduzir a coagulação do sangue. Depois de ler a mensagem transfira-a para a pessoa que você ama e cuide da sua saúde pessoal. Conselho: O professor Chen Horin observa que quem recebe essa mensagem tem pelo menos a garantia de salvar a vida de alguém … Eu fiz o meu trabalho e espero que você possa me ajudar a desenvolvê-lo também. Deus abençoe-nos.

Laila Ahmadi recomendou vitamina C e Chen Horin recomendou limão contra o coronavírus?

A mensagem se espalhou com toda a força nos últimos dias na internet. Mas será mesmo que a mensagem foi escrita pelas pessoas em questão e será que as dicas são válidas? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês?

Antes de falar dos “pontos específicos”, vamos ao geral. A mensagem tem algumas das principais características de boatos online como ser alarmista, com erros de português e pedido de compartilhamento. Além disso, todos sabemos que mensagens em redes sociais com o tema “coronavírus” sempre merecem uma segunda checagem.

Checamos e descobrimos algumas coisas interessantes. A primeira é que não existe nenhuma chinesa Laila Ahmadi da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Zanjan (será que vocês sequer desconfiaram do nome?). A Laila é, de fato da Universidade de Zanjan. Porém, a instituição e Laila são do Irã. Esse link prova isso.

Além disso, o conteúdo do que é descrito como se fosse da “estudante chinesa” também está errado. Sobre a causa do coronavírus, não é possível dizer de onde veio (não há como afirmar que veio do gene do “morcego com cobra”, até porque seria um cruzamento estranho). Sobre a dica de vitamina C, podemos dizer que não só é falsa como também já foi desmentida no Boatos.org.

Em relação ao assunto, o Ministério da Saúde do Brasil diz o seguinte: “Não compartilhe esta notícia, as informações são falsas! Até o momento, não há nenhum medicamento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus”.

Vamos, agora, à parte que cita o Dr. Chen Horin. Quem acompanha o Boatos.org vai perceber que o texto em questão é muito parecido com o boato desmentido que aponta que o limão com água quente cura câncer. Como o que falamos na época vale para hoje, relembre o que foi dito (e assista no vídeo):

Para começo de história, o texto tem as principais características de boatos na internet: é vago, alarmista, possui diversos erros de português, tem pedido de compartilhamento e não cita nenhuma fonte confiável para respaldar as informações.

E se a coisa já é estranha só por isso, a situação fica ainda mais bizarra quando você resolve pesquisar sobre o tal professor Chen Horin. Rodamos a internet atrás de informações sobre Chen Horin, suposto diretor do hospital do Exército de Pequim, mas não encontramos absolutamente nada. Ao procurar pelo hospital mais próximo de uma instituição de saúde do Exército chinês, também não encontramos nenhuma menção ao professor Tchen Horin. Ou seja, ele não existe!

E vamos lá, mesmo que Tchen Horin existisse e tivesse dito qualquer coisa do tipo, a dica continuaria sendo falsa. Por quê? Pelo simples fato de não existir nenhum tipo de estudo que confirme que o limão pode matar células cancerígenas. E, claro, é bem absurdo tratar o câncer como uma doença genérica que poderia se curar com simples mudanças de hábitos. A doença é muito mais complexa do que isso.

O texto também apresenta informações equivocadas sobre outros assuntos, como a questão do tomate e do licopeno. Você não precisa cozinhar o tomate para que ele apresente o licopeno. O tomate cru já tem esse carotenoide. O que acontece é que estudos indicam que quando o tomate é cozido, o licopeno é melhor absorvido pelo corpo.

Além disso, vale lembrar que histórias envolvendo limão e a cura do câncer não são novidade. Aqui mesmo no Boatos.org já desmentimos algumas dessas histórias, como as dicas do Dr. Gupta, beber limão com bicarbonato de sódio para curar o câncer e também ralar limão congelado na comida para auxiliar na cura do câncer.

Por fim, a Universidade de Ciências Médicas do Arkansas, nos EUA, produziu um texto para desmentir a história de que o limão seria capaz de curar o câncer. Segundo a universidade, trata-se de um mito. Ou seja, não funciona.

Resumindo: a história que aponta que uma chinesa chamada Laila Ahmadi e um médico chamado Chen Horin recomendaram limão e vitamina C contra o coronavírus é falsa. Não passa de mais uma dica falsa de saúde, mais especificamente sobre o coronavírus, que insiste em circular na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/3ciCNDx

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)