Enfermeira Sandra M. Guerra foi demitida por postar vídeo de UTI vazia na Bahia #boato

Boato – A enfermeira Sandra M. Guerra foi demitida após publicar um vídeo da UTI do Hospital Couto Maia, na Bahia, vazia no dia 21 de abril de 2020.

Uma das piores coisas que “militantes” contrários ao isolamento social estão fazendo são as filmagens fora de contexto de hospitais vazios. Além de as filmagens (que seguiram uma moda de radicais de extrema-direita dos Estados Unidos) serem colocadas totalmente fora de contexto, elas dão a falsa impressão de que “tudo está bem” ao verificar apenas a porta de entrada de hospitais. É justamente neste contexto que vamos falar do fake de hoje.

De acordo com mensagens que estão circulando na internet, uma enfermeira chamada Sandra M. Guerra foi demitida por ter feito filmagens na UTI do hospital Couto Maia, na Bahia. As imagens teriam sido feitas no dia 21/04/2020 e mostravam o hospital vazio. Leia a mensagem que circula online e assista ao vídeo:

A enfermeira Sandra M. Guerra, foi demitida no inicio da noite por ter ingenuamente divulgado imagens da UTI Referência Do Vírus Chinês Do Hospital Couto Maia, na Bahia, no dia de hoje, 21/04/2020. Não foi por exposição dos pacientes (ela teve essa preocupação). Foi simplesmente por mostrar as instalações vazias.

Enfermeira Sandra M. Guerra foi demitida por postar vídeo de UTI vazia na Bahia?

A informação se espalhou com muita força na internet, e claro, deixou muita gente indignada com a história. Mas será mesmo que a informação que aponta para a demissão da suposta enfermeira é real? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

De cara, a mensagem já nos causou desconfianças. Além de ela ter algumas das principais características de boatos online como ser vaga, alarmista, com erros de português e não citar fontes confiáveis, vídeos fora de contexto têm sido um “clássico” nas fake news sobre o novo coronavírus.

Só para citar alguns exemplos: teve o caso que acusava o governo do Ceará de desativar leitos, que falava que Adib Jatene criticou o isolamento social, que a Ceagesp jogou alimentos por causa da quarentena, que policiais da Turquia bateram em idosos e que uma chinesa que foi presa por espirrar em um supermercado.

Assim como em todos os outros casos citados, o vídeo que circula online nada tem a ver com a descrição dele. Ao contrário do que aponta a mensagem, o vídeo não foi gravado por uma enfermeira chamada Sandra M. Guerra e tampouco foi feito no dia 12 de abril de 2020.

A filmagem foi feita no dia 21 de março deste ano e mostrava a aquisição de novos leitos de UTI no hospital Couto Maia. A tese que fala de demissão da enfermeira (que não se chama Sandra M. Guerra) foi desmentida pela própria diretora do hospital. Leia o que Ceuci Nunes escreveu no seu Facebook:

Estão mandando este video gravado dia 21/03 por uma enfermeira nossa, mostrando a primeira ampliação de leitos da uti que fizemos. Abaixo uma informação com um nome que nao corresponde ao nome da enfermeira, dizendo que foi demitida por mostrar leitos vazios. Hoje os leitos estão todos cheios. Fake absurda. Se recebeu desminta por favor. Grata, Ceuci Nunes- Diretora do ICOM

Mais uma busca e achamos um vídeo publicado no dia 22 de março no Facebook que desmente a tese (salvo se a Sandra tenha vindo do futuro para gravar) de que as UTIs estão vazias. Assista ao vídeo:

Vale dizer que, infelizmente, a situação, um mês depois da UTI do hospital Couto Maia é completamente diferente da apresentada no vídeo. Uma notícia publicada há três dias aponta que a lotação de UTI do hospital era de 54% (chegou a 70%). Ou seja, muito maior do que apresentado no vídeo.

Resumindo: a história que aponta que uma enfermeira do hospital Couto Maia chamada Sandra M. Guerra foi demitida após gravar um vídeo mostrando a UTI vazia é falsa. O vídeo é antigo, a enfermeira não existe e a situação daquele momento é completamente diferente da de agora.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2Otkv5l

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)