Chinesa é presa em supermercado na Austrália após espirrar e cuspir em frutas #boato

Boato – Vídeo mostra uma mulher chinesa sendo presa na Austrália após cuspir e espirrar em frutas e comidas em supermercado. Ela foi mandada pelo Partido Comunista para espalhar o coronavírus pelo mundo.

Um dos tipos de boatos relacionados ao novo coronavírus que mais chama atenção na internet é aquele que busca apresentar uma relação entre a doença e uma “armação da China”. A última das histórias é tão complexa que teremos que dividir em duas partes. A primeira delas acusa uma mulher chinesa que estaria na Austrália.

Uma sequência de vídeos mostra inicialmente uma mulher espirrando de frutas em um supermercado. Em seguida, as imagens mostram a mulher sendo presa sob a suposta acusação de que estaria espalhando a doença. Em algumas versões, o vídeo é acompanhado de outras sequências (que falaremos em outro texto). Leia a mensagem que circula online e assista ao vídeo:

Versão 1:Na Austrália dentro de um Shopping uma chinesa foi flagrada espirrando nas bananas e comida. Certamente ela deve estar sob ordens diretas dos comunistas que estão espalhando o coronavirus. Versão 2: Olhem que loucura . Se não fosse filmando não acreditaríamos. Chinesa presa contaminando super na AustraliaVersão 3: CHINESA PRESA! Chinesa que tem coronavirus contamina frutas e legumes cuspindo

Versão 4: MULHER CHINESA CONTAMINADA POR CORONAVÍRUS É PRESA NO SUPERMERCADO POR ESTÁ CUSPINDO NAS MECADORIAS E LOGO EM SEGUIDA OUTRA MULHER SÓ QUE NA ITÁLIA COSPEM NOS BOTÕES DO ELEVADOR E LOGO EM SEGUIDA JOGA ÁGUA CONTAMINADA GENTE INFELIZMENTE ISSO PODE ESTAR ACONTECENDO NO MUNDO TODO!!

Chinesa foi presa em supermercado na Austrália após espirrar e cuspir em frutas?

A história circulou com muita força na internet e ajudou a nutrir teorias da conspiração a respeito do assunto. Mas será mesmo que a polícia da Austrália prendeu uma mulher após ela cuspir e espirrar em frutas? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

De cara, achamos a mensagem um tanto quanto estranha. Além do histórico de boatos que circulam na internet e tentam culpar a China pelo novo coronavírus (já desmentimos fake news do tipo diversas vezes como aqui, aqui, aqui e aqui), a mensagem tem algumas das principais características de boatos online como ser vaga, alarmista, com erros de português e não citar fontes confiáveis.

Com desconfianças, resolvemos prestar atenção no vídeo e, de cara, percebemos uma coisa: a mulher que espirra não é a mesma que foi presa em um supermercado na Austrália. Se você for notar, as mulheres estão com roupas diferentes. Será que a mulher espirrou, trocou de roupa e foi presa?

Se você está pensando nessa história mirabolante, saiba que não tem nada disso. Quando a história começou a circular pela Austrália, veículos de mídia trataram de apontar que a história que fala da “chinesa terrorista” se trata de mais um boato que só ajuda a reforçar a xenofobia.

O Daily Examiner aponta que as imagens não são da mesma pessoa. De acordo com o site do jornal, a Polícia de New South Wales apontou que a segunda parte do vídeo (da prisão) ocorreu por causa de uma discussão da mulher, que tem 54 anos, com um funcionário do supermercado. A mulher foi levada à delegacia e depois liberada. A polícia disse, ainda, que a segunda parte do vídeo nada tem a ver com a prisão.

De acordo com a AFP Fact Check, o supermercado citado desmentiu que o vídeo da mulher tenha sido filmado na “Chullora Woolworths”. Já de acordo com o Daily Mail Austrália, o supermercado não aparenta ser australiano, algo reforçado pela informação de que as imagens foram captadas por um circuito interno da CCTV (muito popular na China).

É importante citar que a mulher presa na confusão, ao contrário do que apontam as mensagens que circulam online, não testou positivo para o novo coronavírus.

Resumindo: a história que aponta que uma chinesa com coronavírus foi presa na Austrália por espirrar e cuspir em frutas dentro de um supermercado é falsa. Não passa de mais um boato que circula online na internet e tenta colocar a “culpa” na China.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2IoBB2R

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet