Vídeo mostra policiais da Turquia batendo na população para garantir o isolamento social #boato

Boato – Em vídeo, policiais da Turquia batem, prendem e obrigam idosos a saírem das ruas para garantir o isolamento social durante quarentena do novo coronavírus. 

O isolamento social imposto no estado de São Paulo, no dia 24 de março de 2020, levantou muitas dúvidas em seu início.  Muita gente se perguntava se a medida era realmente necessária. Porém, alguns dias depois, com o aumento do número de casos e também de mortes por Covid-19, se entendeu que o isolamento era mais do que importante, mas necessário para conter a doença.

Entretanto, nos últimos dias, a capital São Paulo viu o número de pessoas em isolamento despencar. No início da medida, esse número ultrapassava os 50%. Hoje, a taxa caiu para 47%. De acordo com o governo de João Doria, a ação só será efetiva se o número chegar a 70%.

Preocupado que a epidemia tome grandes proporções e saia do controle no estado, Doria afirmou que vai intensificar as medidas, prometendo multa e até prisão caso o número de isolados não aumente. O discurso repercutiu e, logo, diversos vídeos de uma suposta medida preventiva contra a Covid-19, na Turquia, começaram a circular nas redes sociais. As imagens mostram policiais batendo em idosos e os obrigando a saírem das ruas. É até possível ver um idoso sendo colocado dentro de uma van policial. De acordo com as publicações, em breve, isso começará a ocorrer em São Paulo. Confira:

Versão 1: “O vídeo parece vir da Turquia. Se depender de certos governadores e prefeitos, já já estaremos vivendo isso aqui no Brasil. Mas relaxa: o problema é o Bolsonaro”. Versão 2: “Aos defensores do “isolamento social”, convençam-me que estão tirando os idosos da rua para o “seu próprio bem” e o nosso também. Afinal de contas, não podemos fazer circular o vírus! Assistam! Em breve, em um bairro pertinho de você! Turquia tirando os velhos da rua por ordem do Erdogan”.

Versão 3: “NOVA ORDEM MUNDIAL NA TURQUIA”. Versão 4: “Doria prenderá pessoas ? Dória diz que se confinamento em SP não for de 60%, prenderá pessoas nas ruas usando a PM ( A mesma medida usada na Turquia ? )”.

Vídeo mostra policiais da Turquia batendo na população para garantir o isolamento social?

As imagens são chocantes e mostram até um excesso de força por parte dos policiais. Com isso, o vídeo foi compartilhado diversas vezes e deixou muita gente revoltada. Mas será que essa história de que um vídeo mostraria policiais, na Turquia, batendo em idosos para garantir o isolamento social é verdade? Não é!

Vamos aos detalhes! As publicações apresentam diversos características de boatos online, como o caráter vago (não cita datas ou um local exato), alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis (até porque, uma situação como essa certamente seria noticiada).

Além disso, diversos vídeos fora de contexto passaram a ser compartilhados nas redes sociais nesse período de Covid-19. A equipe do Boatos.org já desmentiu vários dele, como o que dizia que o médico Drauzio Varella iria andar nas ruas normalmente durante a quarentena. Também o que indicava que o governador do Ceará, Camilo Santana, teria participado de uma festa durante a quarentena e, por fim, o que apontava que supermercados de São Vicente (SP) teriam sido saqueados por conta do novo coronavírus.

Resolvemos, então, buscar mais sobre o assunto na internet, mas não conseguimos encontrar nenhuma notícia sobre conflitos na Turquia em relação ao novo coronavírus. Porém, foi ao procurar pela origem das imagens que chegamos à verdade.

Descobrimos, por meio do site indiano Alt News, que o vídeo também foi compartilhado fora de contexto na Espanha e nos Estados Unidos. Segundo o site, fake news internacionais davam conta que as imagens mostrariam ações truculentas das polícias espanholas e estadunidense. O vídeo, na verdade, foi publicado no dia 21 de outubro de 2019 e nada tem a ver com o novo coronavírus ou a Covid-19. Ele mostra manifestantes, na cidade de Baku, no Azerbaijão, protestando em frente à sede da TV Meydan.

A manifestação teria sido motivada pelos baixos salários, corrupção e violação da democracia no país. Os manifestantes pediam salários mais altos para funcionários do governo e eleições mais justas e livres no Azerbaijão. De acordo com o Human Rights Watch, cerca de 60 pessoas das 220 que participaram da manifestação acabaram presas.

Em resumo: a história que diz que um vídeo mostra a polícia da Turquia batendo e prendendo idosos para garantir o isolamento social é falsa! As imagens, na realidade, mostram um protesto na cidade de Baku, no Azerbaijão, em outubro de 2019 (antes do começo da Covid-19). A manifestação pedia melhores salários, a garantia da democracia e o fim da corrupção. Ou seja, tudo não passa de boato! Até a próxima e, se possível, fique em casa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD