Débora Birx e Anthony Fauci admitem que inventaram mentiras da “ciência” do lockdown, máscaras e vacinas #boato

Boato – Débora Birx e Anthony Fauci admitiram que teriam inventado “a ciência” por trás do lockdown e do distanciamento social e que tudo é uma farsa mundial. 

Na última semana, a equipe do Boatos.org se deparou com muitas informações falsas sobre a pandemia da Covid-19. Com a chegada das eleições de 2022, as fake news sobre o assunto diminuíram e, ao que tudo indicava, não retornariam com a mesma intensidade de antes.

Mas nos últimos dias, diversas histórias falsas sobre medicamentos sem eficácia contra a Covid-19 e sobre estudos ou falas voltaram a circular com força nas redes sociais. E como de costume, a agitar grupos negacionistas e antivacina.

Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com uma publicação que está circulando nas redes sociais, Débora Birx e Anthony Fauci teriam admitido que inventaram mentiras científicas sobre o lockdown, as máscaras e as vacinas. Confira:

“Deborah Birx admite que ela e Anthony Fauci inventaram “a ciência” sobre distanciamento social e lockdown. *DEBORAH BIRX ADMITE NO LIVRO ESCRITO POR ELA MESMA AS MENTIRAS CRIMINOSAS DELA E ANTHONY FAUCI NESSE EPISODIO INFERNAL DA PANDEMIA* *A INTENÇÃO É “VACINAR”  a qualquer custo as cobaias, e mentimos muito para isso, com o “Lockdown”  ou “Fique em casa”, um dos passos  para Diminuir a Absorção de Vitamina D3 pela FALTA DE SOL, e reduzindo as Defesas e   “quebrando” o ânimo pelo Isolamento, já o uso da Máscara foi Fundamental para crIar a  HIPÓXIA  e  ACIDIFICAR o sangue, que deram Maior Eficiência aos componentes do Virus que criamos, e do que Colocamos nas Injeções, como Proteínas do HIV,  o H.Grafeno, a Nagalase, o terrível MRNA e outros, e Sucesso!   54%  do mundo tomou uma Dose, ao menos.* *Deborah Birx  e Anthony Fauci disseram isso tudo, sem rir.* warson É isso mesmo?”.

Débora Birx e Anthony Fauci admitem que inventaram mentiras da “ciência” do lockdown, máscaras e vacinas?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Facebook e virou conteúdo em grupos antivacina e negacionistas. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem da informação e da falta de provas.

Como já citamos anteriormente, a pandemia da Covid-19 foi marcada por muita desinformação e informações falsas sobre a doença, os tratamentos e as vacinas. A equipe do Boatos.org já desmentiu dezenas delas, como a que dizia que Anthony Fauci teria dito em um e-mail que o coronavírus é fruto de engenharia genética. Também a que indicava que Tedros Adhanom teria sido preso pela Interpol por crimes contra a humanidade, devido à atuação durante a pandemia, e, por fim, a que apontava que Anthony Fauci será preso pelo Senado dos EUA por perjúrio sobre a pandemia da Covid-19.

Ao analisar o link citado pela história e que sustenta toda a informação, descobrimos se tratar de sites antivacina e negacionistas que já publicaram outras fake news durante a pandemia, como a história que apontava que as vacinas poderiam causar Aids.

Além disso, a afirmação de que Débora Birx e Anthony Fauci inventaram o lockdown não faz o menor sentido. O lockdown é um tipo de intervenção que tem como objetivo impedir que as pessoas tenham contato face a face e se reúnam em espaços públicos ou privados. A estratégia já é usado há muito tempo e, inclusive, foi adotada durante a caçada aos terroristas da Maratona de Boston, em 2013.

Em seu trabalho, Débora Birx afirmou que frear a contaminação era o melhor caminho para buscar estratégias. Fala que tem sido deturpada por diversos negacionistas. Como mostra esse trabalho do CONECTA-SUS, da Subsecretaria de Saúde de Goiás, diversos estudos mostraram que o lockdown foi eficaz para conter a disseminação do SARS-CoV-2. Ele também mostra que em lugares onde o lockdown não foi tão efetivo, outras medidas restritivas já haviam sido implementadas (e isso fez com que o número de pessoas nos espaços públicos já estivesse bastante reduzido quando a medida foi instituído).

Um outro estudo conduzido pela USP também confirmou a eficácia do método. Em geral, os estudos mostraram que os efeitos positivos do lockdown na contenção dos casos começaram a ser observados a partir de duas semanas. E mesmo observando como o método foi positivo no controle da doença, líderes mundiais como Jair Bolsonaro e Donald Trump seguiram trabalhando contra a implementação do lockdown no Brasil e nos EUA.

Por fim, a mensagem apenas reforça um monte de fake news já desmentidas pelo Boatos.org, como a afirmação de que as vacinas são feitas de grafeno, que o uso de máscara causa hipóxia e acidifica o sangue, que vacinas causam HIV, que as vacinas do tipo mRNA seriam mortais e que as vacinas teriam nagalase.

Em resumo: a história que diz que Débora Birx e Anthony Fauci afirmaram que inventaram mentiras “da ciência” sobre o lockdown e o distanciamento social é falsa! O texto surgiu em páginas negacionista e antivacina que já são velhas conhecidas por compartilhar fake news sobre a pandemia. Além disso, a afirmação de que Birx e Fauci teriam inventado o lockdown não faz o menor sentido. O método existe há muito tempo (inclusive, em casos que não envolvem doenças) e foi implementado antes nos países da Europa. Por fim, o texto de hoje apenas reforça outras fake news já desmentidas por aqui no Boatos.org. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso