Luciano Hang grava áudio falando que Forças Armadas vão entregar provas da fraude nas urnas para Bolsonaro #boato

Boato – Em áudio, Luciano Hang afirma que Forças Armadas vão entregar provas de fraude nas urnas para Bolsonaro e prender o STF.

O resultado das eleições de 2022 segue dando o que falar. Após a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se confirmar nas urnas, diversas autoridades internacionais já fizeram questão de parabenizar o novo presidente do Brasil.

Entretanto, nem todo mundo ficou feliz. Enquanto o presidente Jair Bolsonaro faz voto de silêncio sobre a situação, seus apoiadores decidiram fechar rodovias e só saírem dali sob a condição absurda de que o Exército assuma o poder.

E de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, Luciano Hang, um dos maiores apoiadores de Bolsonaro, teria gravado um áudio onde afirma que as urnas foram fraudadas. Segundo a publicação, Luciano Hang teria dito que as Forças Armadas vão entregar provas da fraude nas urnas eletrônicas diretamente a Bolsonaro. Ainda segundo a história, Bolsonaro teria vencido as eleições no primeiro turno e existiriam provas de fraude em municípios do Nordeste. Confira:

Versão 1: “Não fique triste, não fique triste. As Forças Armadas vai entregar o relatório amanhã que o Alexandre de Moraes pediu e as Forças Armadas diz que só entregaria depois do segundo turno, depois do resultado. E amanhã eles estarão entregando o relatório, a prova que o Bolsonaro foi eleito no primeiro turno, porque temos o exemplo lá da Bahia, do Nordeste, aonde tem 182 municípios que cometeram, cometeram erros gravíssimo, gravíssimo. Como Barreiras, por exemplo, na Bahia, tem 156 mil, é, moradores e apareceu 400 mil votos nas urnas, sendo quase 300 mil votos para o Lula e 100 e poucos mil votos para o Bolsonaro. Teve uma outra cidadezinha que tinha somente quatro mil habitantes, apareceu nas urnas 8 mil votos, sendo quase 300 mil votos para o Lula e 100 e poucos mil votos para o Bolsonaro. E assim sucessivamente nos 182 municípios. Porque aqui no sudeste, Bolsonaro perdeu por uma margem muito pequena em Minas Gerais, teve uma grande margem no Rio de Janeiro de vantagem, em São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul. Então, só no Norte e Nordeste que foi a roubalheira do primeiro turno. Eles usaram a mesma tela, é, escala logaritmo é chamado. Então, vamos aguardar e dormir em paz, tá bom? Confiar em Deus. Lamentavelmente, vamos ter esse constrangimento de ver o Supremo Tribunal serem presos, o Lula ser preso e toda a quadrilha que aprontou isso aí, porque as Forças Armadas vai tomar conta e vai formar um Supremo Tribunal formado por juízes militares. É isso que vai acontecer. Não é constitucional entregar a faixa presidencial e bater continência para um criminoso condenado, um cadeiero condenado. Então”.

Versão 2: “O Luciano Hang, dono da Havan fez um audio falando pras pessoas nao se desesperarem que o estão cumprindo os tramites para o exercito entregar pro STF as provas de que Bolsonaro foi eleito no primeiro turno. Alguém sabe se procede isso??”.

Luciano Hang grava áudio falando que Forças Armadas vão entregar provas da fraude nas urnas para Bolsonaro?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e animou muitos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Entretanto, essa história não é nada do que parece. A explicação está na falta de provas e na origem da informação.

A mensagem, logo de cara, causa desconfiança. Isso porque ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, histórias falsas sobre supostos golpes militares e fraudes em urnas não são novidade por aqui. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que as Forças Armadas teria comprovado a fraude nas eleições e iria apresentar um relatório nas próximas horas. Também a que indicava que Bolsonaro teria recebido um relatório de fraude nas eleições e iria assinar o artigo 142 com intervenção no sistema eleitoral e, por fim, a que apontava que uma fonte militar de Brasília teria garantido que houve fraude nas eleições e haveria intervenção após o segundo turno.

Ao analisar o conteúdo do áudio, percebemos que o homem que faz a gravação repete diversas informações falsas já desmentidas. Exemplo disso é a história que indicava que a cidade de Barreiras (BA) teria 103 mil habitantes, mas registrou 213 mil votos apenas para Lula. Como explicamos na época, a história superinflava os números. Na realidade, a cidade registrou 85 mil votantes e 18 mil abstenções, ou seja, um total de 103 mil pessoas.

Se isso não bastasse, o homem também não apresenta nenhuma prova (e como já dissemos por aqui, o ônus da prova é sempre de quem acusa). Ele ainda cita que um “logaritmo” estaria sendo usado para cometer as fraudes. Além do nome estar errado (o certo seria “algoritmo”), a história já foi desmentida aqui no Boatos.org. Na época, uma publicação indicava que um algoritmo daria 1% de votos para Lula a cada 12% de votos apurados.

A mentira ainda se estende para outros pontos. O homem mente ao dizer que Bolsonaro vai fazer uma intervenção constitucional. Na verdade, o que desejam os apoiadores de Bolsonaro é um golpe militar sucedido por uma ditadura. E tudo isso é inconstitucional. Não existe intervenção militar constitucional. Assim como já explicamos aqui no Boatos.org, o artigo 142 não permite que o presidente utilize as Forças Armadas para fazer uma intervenção militar. Aliás, a lei não tem nada a ver com isso. O artigo 142 descreve o funcionamento das Forças Armadas e indica que ela está sob as ordens do presidente para acioná-la somente em casos extremos, como guerras ou grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

Além disso, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) também não serão presos. Todo esse discurso se baseia em vontades e não em fatos. Aliás, apoiar ou incitar qualquer tipo de golpe militar é crime previsto em lei.

Por fim, o homem que aparece falando no áudio não é o empresário Luciano Hang. Além do homem afirmar que é do Sudeste, a voz e o sotaque dele não tem nada a ver com a do empresário Luciano Hang (que é catarinense e tem sotaque do litoral do estado).

Em resumo: a história que diz que Luciano Hang teria gravado um áudio afirmando que as Forças Armadas vão entregar as provas da fraude das urnas eletrônicas para Bolsonaro é falsa! A história repete histórias falsas já desmentidas aqui no Boatos.org, como a suposta fraude na cidade de Barreiras (BA), o suposto uso de algoritmos que dariam votos para Lula etc. Além disso, os ministros do STF não serão presos e nem o Exército irá tomar o poder. Isso se trata de um golpe militar e é crime previsto em lei. Se isso não bastasse, a voz do homem que fala no áudio não é a do empresário Luciano Hang. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso