Se você conseguir prender a respiração do ponto A ao B do vídeo, está livre da Covid-19 #boato

Boato – Para saber se você está livre da Covid-19, basta prender a respiração do ponto A ao B que aparece no vídeo.

Fake news envolvendo saúde tem se tornado um grande problema na internet. Em 2018, durante o surto de febre amarela no Brasil, nós do Boatos.org conseguimos acompanhar o impacto de informações falsas na vida das pessoas. Além de trazer desinformação, as fake news conseguiram estimular hábitos e ações desnecessárias e perigosas.

Durante a pandemia da Covid-19, a situação não foi diferente. Diversas histórias (sem pé, nem cabeça) viralizaram nas redes sociais e colocaram a vida de muita gente em risco, resultando, inclusive, em mortes. E quando a gente achou que as fake news sobre o assunto chegariam ao fim, tcharãn! Elas apenas continuam existindo e sendo compartilhadas na velocidade da luz.

Nos últimos dias, uma publicação tem chamado a atenção dos internautas. De acordo com o vídeo que acompanha a postagem, bastaria um teste rápido para saber se você “está livre da Covid-19”. Segundo a publicação, se uma pessoa conseguir segurar a respiração até que o ponto vermelho (que aparece nas imagens) se mova do local A até o B, pode se considerar livre da doença. Ainda de acordo com a postagem, o teste teria sido desenvolvido pelo Hospital Ananta, na Índia. Confira:

Confira o desmentido em vídeo:

“Se você conseguir prender a respiração até que o ponto vermelho se mova de A para B, você está livre de Covid 19 no momento. Teste simples e cobiçoso. Teste grátis sem nenhum custo. Ajude a salvar uma vida. Espere até que o ponto vermelho se mova para A antes de começar a prender a respiração. REPASSANDO”.

Se você conseguir prender a respiração do ponto A ao B de vídeo, está livre da Covid-19?

A história ganhou popularidade no Facebook e está sendo bastante compartilhada. Já no WhatsApp, menções sobre o conteúdo do vídeo têm sido observadas nos últimos dias. A publicação só tem ganhado força nas redes sociais e está se fortalecendo na desinformação dos internautas. Mas o grande fato é que essa história não passa de balela.

Basta olhar para a publicação para ficar com uma pulga atrás da orelha. Ela apresenta diversas características de fake news, como o caráter vago, alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, ao longo da pandemia, informações falsas sobre dicas contra a Covid-19 pipocaram nas redes sociais. A equipe do Boatos.org desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que o Hospital John Hopkins teria publicado uma lista com 19 dicas sobre a Covid-19. Também a que indicava que usar azitromicina, ivermectina, Annita e vitamina C, sem ir ao hospital, seria o recomendado para casos de Covid e, por fim, a que apontava que beber suco de cascas de laranja e limão poderia evitar a Covid-19.

Dentre todas essas fake news, uma, em particular, fez muito sucesso no início da pandemia. Em fevereiro de 2020, a equipe do Boatos.org desmentiu uma história que afirmava que segurar a respiração por 10 segundos ajudaria a identificar se a Covid-19 causou fibrose no pulmão.

Na época, a história fez tanto sucesso que ganhou inúmeras outras versões, como a que dizia que, no Canadá, pessoas estariam sendo informadas sobre o coronavírus por meio de testes de respiração. Também a que afirmava que a diretoria do Hospital de Stanford teria sugerido que as pessoas prendessem a respiração por 10 segundos para identificar se estariam contaminadas ou não e, claro, a que indicava que médicos chineses que teria ido à Itália também teriam dado a mesma dica.

Apesar do sucesso, a verdade é que esse “teste” não ajuda em nada saber sobre uma possível contaminação por Covid-19. Para saber se você possui fibrose no pulmão, é necessária a realização de exames específicos em hospital. Além disso, é impossível não apresentar sintomas prévios de fibrose, ou seja, você não precisaria de um exame de respiração para saber disso. Se isso não bastasse, médicos de Taiwan afirmaram que desconhecem essa técnica e nunca recomendaram o ato de “respirar fundo” para identificar fibrose ou contaminação por Covid-19.

Dito isso, vale lembrar que, hoje, se sabe que a Covid-19 não atinge apenas os pulmões, mas também o coração, os vasos sanguíneos, nervos rins e até a pele. O caso do jornalista Rodrigo Rodrigues, vítima da Covid-19, é um exemplo. O jornalista acabou falecendo após sofrer uma trombose venosa cerebral (TVC), decorrente da Covid-19.

Também é importante ressaltar que, em alguns casos, a Covid pode causar uma pneumonia silenciosa. Nesse tipo de quadro, mesmo com a diminuição da oxigenação no corpo de forma agressiva, o paciente não apresenta muitos sintomas, como a falta de ar. Ou seja, o suposto teste de prender a respiração não faria o menor sentido aqui.

Vale destacar ainda que não conseguir prender a respiração não significa, necessariamente, que você está com Covid-19. Além disso, prender a respiração por muito tempo pode causar sérias consequências e até levar à morte. Exemplos são o que não faltam. Há algum tempo, o chamado “jogo do desmaio” virou sensação entre os jovens e causou a morte ou a sequela de muitos deles, como problemas na memória, fala e até a paralisia permanente de partes do corpo.

Por fim, o vídeo usado na publicação de hoje usou o nome de um hospital na índia chamado Ananta Hospital. Ao procurar nas páginas oficiais do hospital no Twitter e no Facebook, não encontramos nenhuma pista sobre o vídeo. Em entrevista ao serviço de fact-checking Fato ou Fake, o hospital garantiu que a mensagem é falsa e que não foi o responsável pela divulgação da informação.

Em resumo: a história que diz que se você conseguir fazer o teste de prender a respiração do ponto A ao B em um vídeo, você está livre da Covid-19 é falsa! O próprio hospital Ananta já declarou que não foi responsável por compartilhar a mensagem e que se trata de uma fake news. Também não faz o menor sentido fazer um teste de respiração para identificar a Covid-19, uma vez que ela é diagnosticada por meio de exames de secreção ou de sangue. Ou seja, a história não passa de balela. Não faça o teste e nem compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)