Paulo Guedes: Congresso disse “deixe a gente roubar ou você não governa” a Bolsonaro #boato

Boato – O ministro Paulo Guedes fez uma denúncia grave: o Congresso deu um recado a Bolsonaro “deixe a gente roubar, ou você não governa”.

Com quase seis meses completos de governo, podemos falar que o presidente Jair Bolsonaro tem encontrado dificuldades de aprovar projetos do Executivo no Congresso Nacional. A prova disso está no andamento lento da reforma da Previdência e em derrotas como nos casos da retirada do Coaf do Ministério da Justiça e da derrubada do decreto das armas.

Em meio a esse cenário, que tem deixado admiradores do presidente perplexos, uma “denúncia” que teria sido feita por Paulo Guedes viralizou na internet. De acordo com mensagem publicada em redes sociais (como Facebook e Twitter), Guedes teria dito que o Congresso falou que Bolsonaro teria que “deixar roubar”.

A publicação que usou, em alguns casos, um print de tuíte, dizia o seguinte: “Vejam o que o ministro Paulo Guedes disse sobre os parlamentares. E tem gente que ainda é contra uma intervenção militar no congresso e no STF. O recado da maioria do congresso Nacional está claro para o Presidente, deixe a gente roubar, ou você não governa!”.

Paulo Guedes denunciou que Congresso disse “deixe a gente roubar ou você não governa” a Bolsonaro?

Quanta fofoca hein? Como assim Paulo Guedes disse que o Congresso disse? Pois é, além da estrutura do “causo” ser das mais estranhas, a informação não procede. Calma que a gente explica tudo para vocês.

O primeiro ponto que nos causa desconfiança está no próprio enredo da história. Paulo Guedes tem sido figurinha carimbada em citações falsas na internet. Já desmentimos meia dúzia de declarações atribuídas ao ministro da Economia (aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui). Ou seja: só de ter visto “Paulo Guedes disse isso”, já ficamos desconfiados.

As dúvidas só aumentaram quando não achamos nada sobre a tal declaração (que geraria, com certeza, muita polêmica e discussão) em fontes confiáveis. Achamos a tal frase apenas em publicações em redes sociais. Isso é reforçado por “um detalhe”: o ministro Paulo Guedes não tem perfil no Twitter.

Aí bastou buscar pela “fonte” para chegar à verdade. Na realidade, tudo começou com a publicação feita em um perfil de “simpatizantes de Paulo Guedes”. Alguém viu a publicação, deu um print, saiu espalhando e, pronto, a “denúncia” começou a ser compartilhada como se fosse mesmo do ministro.

Resumindo: a história que aponta que Paulo Guedes disse que o Congresso disse a Bolsonaro que é “preciso deixar roubar” é falsa. A frase (que, por sinal, já circulava em redes sociais) foi compartilhada por um perfil fake de Guedes e saiu viralizando por aí. Em tempo: ninguém do Congresso, pelo menos por enquanto, deu essa declaração a Bolsonaro.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)