Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Elon Musk não entregou documentos incriminando Alexandre de Moraes às autoridades

Elon Musk não entregou documentos incriminando Alexandre de Moraes às autoridades

Elon Musk entregou documentos a autoridades dos EUA que incriminam Alexandre de Moraes, diz boato (Foto: Reprodução/X)

Boato – Documentos que incriminam ministro Alexandre de Moraes foram entregues às autoridades dos EUA por Elon Musk

Análise

Nos últimos dias, não se fala em outra coisa: o embate entre o bilionário Elon Musk (dono do X, antigo Twitter) e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Tudo começou após Elon Musk desafiar a Justiça brasileira e sugerir que não iria cumprir as ordens expedidas pelo STF em relação ao X.

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, Elon Musk teria vencido esse embate de uma forma inusitada. Segundo uma publicação, Elon Musk teria entregue às autoridades dos EUA diversos documentos que incriminam o ministro Alexandre de Moraes. Ainda segundo a história, os documentos comprovariam a interferência de Alexandre de Moraes nas eleições presidenciais de 2022. Confira:

“Elon Musk entrega documentos à autoridades dos EUA evidenciando interferência de Alexandre de Mores nas eleições de 2022. Nesta quarta-feira, o magnata Elon Musk entregou à autoridades norte-americanas documentos que comprovam a interferência direta de Alexandre de Mores nas eleições de 2022. Os documentos revelam que De Mores tinha acesso à conta de alguns jornalistas, permitindo-o rastrear suas localizações físicas. A situação está se intensificando rapidamente, gerando grande repercussão”.

Vídeo: é falso que Lula parou doações em Lajeado e Encantado destruiu donativos

A história ganhou uma enorme visibilidade nas redes sociais, em especial, no X (antigo Twitter) e deixou os apoiadores de Elon Musk animados. Apesar disso, a história apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

A partir daí, fomos atrás de mais informações e agora vamos te explicar, em três etapas, os motivos para não acreditar nela: 1) Elon Musk entregou documentos que comprovam interferência direta de Alexandre de Moraes nas eleições? 2) Alexandre de Moraes interferiu nas eleições e rastreou jornalistas? 3) A Justiça dos EUA poderia fazer algo se Elon Musk entregasse algum documento?

Checagem

Elon Musk entregou documentos que comprovam a interferência direta de Alexandre de Moraes nas eleições?

Não. A história surgiu do nada. A polêmica entre os dois começou no dia 6 de abril de 2024, quando Elon Musk publicou uma série de críticas ao ministro Alexandre de Moraes, no X. Nas publicações, Elon Musk chegou a fazer ameaças, dizendo que fecharia o escritório do X, no Brasil, e afirmou que o STF estaria praticando uma censura. Antes do ataque direto, Elon Musk já havia ameaçado descumprir as ordens impostas pela Justiça brasileira, em relação a perfis que estavam espalhando fake news e ofendendo o STF.

Após os ataques, o ministro Alexandre de Moraes incluiu o nome de Elon Musk no inquérito das milícias digitais, que investiga as atividades de grupos antidemocráticos nas redes sociais. A notícia mais recente sobre o embate de Musk e Moraes foi a primeira manifestação pública de Alexandre de Moraes sobre o caso, no dia 10 de abril de 2024. Porém, não existe nenhuma informação sobre Elon Musk ter apresentado documentos incriminatórios contra Alexandre de Moraes.

Alexandre de Moraes interferiu nas eleições e rastreou jornalistas?

Essa é mais uma história inventada por teóricos da conspiração. É uma alegação que não se sustenta (até porque seria contra a lei). E caso algo assim ocorresse, com certeza outros ministros do STF teriam se manifestado e impedido que essa situação acontecesse.

E como já estamos cansados de lembrar por aqui: o ônus da prova é de quem acusa. E até o momento, só temos acusações sem provas. Se isso não bastasse, nos últimos dias, uma enxurrada de fake news envolvendo o embate entre Elon Musk e Alexandre de Moraes invadiu as redes sociais. O Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como aqui, aqui e aqui.

A Justiça dos EUA poderia fazer algo se Elon Musk entregasse algum documento?

Não. Elon Musk poderia até tentar entregar documentos à Justiça estadunidense, entretanto, existe uma premissa chamada soberania nacional. Mesmo se a Justiça estadunidense soubesse de algum crime no Brasil, não poderia interferir, uma vez que o país onde o crime foi cometido tem a total soberania e autonomia para julgá-lo. No máximo, o outro país poderia apresentar os documentos.

Mas sabemos que esse tipo de história não é novidade na internet brasileira. Aqui no Boatos.org já desmentiu diversas histórias falando sobre supostas fraudes nas eleições de 2022, como o documento das Forças Armadas que provaria a fraude. Assim como explicamos na época, é preciso aceitar que as eleições foram transparentes, que todas as urnas passaram por testes de integridade e que o candidato vencedor foi o que teve mais votos.

Conclusão

Fake news ❌

Elon Musk não apresentou documentos às autoridades dos EUA que incriminam Alexandre de Moraes. Não existem provas de que Elon Musk tenha entregado documentos às autoridades dos EUA. Além disso, mesmo que Elon Musk tenha levado os documentos à Corte estadunidense, todo país possui soberania e autonomia para julgar seus próprios delitos.

Se isso não bastasse, toda essa história parte de uma informação falsa: a de que o ministro Alexandre de Moraes teria interferido nas eleições de 2022. Já se passaram dois anos e as pessoas seguem batendo na mesma tecla, sem apresentar uma prova de acusação e sem aceitar a derrota de Bolsonaro nas urnas (até o próprio ex-presidente já se conformou com a derrota).

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).