Geraldo Alckmin diz que a taxação do Pix é algo extremamente necessário #boato

Boato – O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin declarou a seguinte frase: “a taxação do pix é extremamente necessário”. Matéria do g1 comprova fala.

Durante o período eleitoral, prints falsos de portais de notícias ajudavam na disseminação diária de diversas fake news. O ritmo diminuiu deste tipo de fake diminuiu (e deu lugar a outros fakes), mas ainda conseguimos ver um caso ou outro.

A última das histórias que circula na internet aponta que o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, que está coordenando a transição de governo, teria declarado que o governo Lula pretende taxar o Pix. Um suposto print do g1 aponta que ele disse a seguinte frase: “A taxação do pix é extremamente necessário”. Leia duas versões de mensagens que circulam online:

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Versão 1: G1 POLÍTICA Alckmin diz que por motivos financeiros especificos, a taxação do pix é algo extremamente necessário para o crescimento economico brasileiro FAZ o L Versão 2: “A taxação do pix é extremamente necessário” Geraldo Alckimin Em breve CPMF, imposto sindical, furo do teto de gastos de 200 bi = impressão de dinheiro = inflação, que tal? Bem vindos a Argentina. Dinheiro para os mais pobres? R$ 400 de auxílio Brasil. Faz o “L”.

Alckmin diz que a taxação do Pix é algo extremamente necessário?

Não demorou para pessoas que não nutrem simpatia por Lula começarem a compartilhar a informação a torto e a direito na internet. Só que não procedem as informações que Geraldo Alckmin deu tal declaração tampouco que o g1 noticiou a tal fala.

O histórico de fake news sobre o assunto e com este formato já nos deixou desconfiados. Como falamos lá no início do texto, não são incomuns fake news que se utilizam de supostos prints de portais de notícias (temos exemplos aqui, aqui e aqui). O método utilizado é sempre o mesmo: a pessoa entra na pagina do g1 e modifica o modo que ela vê a notícia por meio do código-fonte. A partir daí, dá um print e espalha a balela para o mundo.

O tema Pix também é recorrente em fake news. Só durante o o período eleitoral, desmentimos que Lula havia combinado com os bancos a “revogação do Pix”, que ele havia criado uma taxa para o sistema e que, ainda, Bolsonaro havia “criado o Pix”.

Ao analisar o conteúdo, não há muitos progressos para a veracidade da informação. Além de o título ter erros de gramática (o que é impensável para um portal com revisão rígida como o g1) na acentuação de palavras, a mensagem que cita a suposta aspa de Geraldo Alckmin tem um erro de concordância (a taxação é necessário) e reforça outras fake news de medidas de Lula.

Ao buscar pela tal declaração do vice-presidente eleito, nada encontramos em quaisquer fontes confiáveis (nem no g1 nem em outros sites de notícias) ou oficiais (como os perfis em redes sociais de Alckmin). Ou seja: a história brotou apenas neste print.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que Geraldo Alckmin falou que é necessário taxar o Pix. Nem o vice-presidente deu tal declaração tampouco ela foi noticiada no g1 (ou em qualquer outra fonte confiável).

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet