Polícia Federal apreendeu dinheiro que seria distribuído para eleitores de Lula no Pará por Helder Barbalho #boato

Boato – Foto mostra dinheiro apreendido pela Polícia Federal no Pará. Valor que seria entregue por Helder Barbalho para pessoas que votassem em Lula no estado.  

Durante o domingo de segundo turno das eleições, o Boatos.org participa de uma coalizão para checagem de fake news. No caso desta história, estamos republicando um conteúdo publicado originalmente pelo Aos Fatos que desmentia uma fake news que apontava para uma foto que mostra dinheiro que havia sido apreendido pela Polícia Federal no Pará.

De acordo com a mensagem que é acompanhada da foto de um grande montante, o dinheiro havia sido entregue por Helder Barbalho para eleitores do ex-presidente Lula. Leia a mensagem que circula online:

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

POLÍCIA FEDERAL APREENDEU NO PARÁ MILHARES DE “BRINDES” QUE SERIAM ENTREGUES A CADA PESSOA QUE VOTASSE NO CANDIDATO LULA NO SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES DO PRÓXIMO DIA 30/10/22 SEGUNDO AS INVESTIGAÇÕES DA PF “OS BRINDES” FORAM DOADOS PELO ATUAL GOVERNADOR DO PARÁ HÉLDER BARBALHO.

Polícia Federal apreendeu dinheiro que seria entre para eleitores de Lula no Pará por Helder Barbalho?

Confira a checagem do site Aos Fatos sobre o assunto. Caso queira ler o texto completo do parceiro na coalizão CheckBR, clique aqui:

Não foi registrada no Pará nem está relacionada a uma suposta compra de votos para o candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, uma foto que mostra dezenas de maços de dinheiro apreendidos pela PF (Polícia Federal). A imagem foi registrada em agosto de 2020 após uma operação no Rio de Janeiro contra fraudes nos Correios. A corporação afirmou que não realizou qualquer operação relacionada a compra de votos para Lula.

As postagens com a alegação falsa têm sido disseminadas no Facebook e no WhatsApp neste domingo (30) (fale com a Fátima).

Uma imagem que mostra maços de dinheiro apreendidos pela PF circula com a alegação falsa de que eram valores destinados à compra de votos para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Pará, ordenada pelo governador do estado, Helder Barbalho (MDB). A corporação negou a veracidade da postagem que circula nas redes.

A foto usada nas publicações mostra, na realidade, R$ 3,5 milhões apreendidos em operação contra fraudes nos Correios, em 4 de agosto de 2020, no Rio de Janeiro. Naquele dia, foi realizada a segunda fase da Operação Postal II, com mandados de busca e apreensão em São Paulo (SP), Praia Grande (SP), São Vicente (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

As peças desinformativas simulam uma reportagem do Diário do Pará, jornal que pertence à família de Barbalho, que não publicou notícia semelhante.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que a Polícia Federal apreendeu um valor em dinheiro que seria distribuído por Helder Barbalho para quem votasse em Lula. A foto é de uma outra situação e não paira nenhuma acusação do tipo em fontes confiáveis.

PS: Neste fim de semana, a equipe do Boatos.org se uniu a outras 6 iniciativas de checagem de fatos no Brasil para verificar conjuntamente  desinformação sobre as eleições. A parceria reúne o AFP Checamos, Aos Fatos, Comprova, E-Farsas, Fato ou Fake e Lupa.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet