Cinco textos mais lidos no Boatos.org em 2022

Em mais uma parte da nossa retrospectiva, veja os cinco textos que mais bombaram no Boatos.org neste ano de 2022.

Os integrantes (fixos ou temporários) do Boatos.org já escolheram quais foram as fake news que mais o impactaram e, agora, chegamos à mais uma parte da nossa retrospectiva de 2022. Agora, é hora de você saber quais foram os textos que mais viralizaram neste ano em nosso site.

O nosso top é, em sua maioria, formado por desmentidos que, por algum motivo, tivemos “exclusividade”. Por isso que, apesar de as fake news políticas terem dominado o ano, apenas uma nesta categoria figura no nosso top 5 (tipo de balela que normalmente é desmentida rapidamente). Explicação feita, vamos à lista:

#5 – Lula foi internado no Sírio-Libanês depois de sofrer um AVC (ou infarto) #boato

Confira também: Janja tirou foto com traficante? Saiba a verdade aqui!

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

O quinto lugar da nossa lista é a única fake news que figura na editoria de política. Ela, por sinal, não ocorreu durante as eleições. Quando Lula foi vencedor, anunciou que iria tirar uns dias de férias. Foi neste período de “sumiço pré-avisado” que surgiu a (des)informação que apontava que, na realidade, ele havia sido internado no hospital Sírio-Libanês.

Algumas versões do fake apontavam que ele havia sofrido um infarto. Outras apontavam que ele havia sofrido um AVC. Não demorou para apontarmos que a informação não tinha nenhum fundo de realidade. Ao todo, tivemos mais de 630 mil visualizações no conteúdo. Desmentimos o fake, mas o mais curioso de tudo é que, depois, inventaram que não só ele havia sido internado como também havia morrido.

#4 – Gabigol e Vidal são flagrados tendo relações em vestiário do Flamengo #boato

O número 4 da nossa lista envolve esporte e boatos homofóbicos (isso já fez com que outros textos também entrassem nos mais lidos em outros anos). Desta vez, um print falso de um site ligado ao Flamengo apontou que Gabigol e Vidal teriam sido flagrados tendo relações no vestiário do Flamengo.

A história era falsa (e óbvia), mas viralizou muito na internet. Tanto que o nosso desmentido bombou (principalmente em dias de jogos do rubro-negro carioca). Ao todo, foram mais de 690 mil visualizações.

#3 – Mendigo envolvido em caso no DF é, na realidade, empresário com mais de 100 processos #boato

Um dos episódios que mais chamou atenção no primeiro semestre foi do caso em que um mendigo apanhou de um homem após manter relações com a sua esposa. Muito se falou em relação consensual, mas no final nada ficou clarificado.

O detalhe é que o mendigo ganhou tanta repercussão que virou vendedor de produto, digital influencer e, por algum tempo, bombou na mídia. No meio disso, ele atraiu o que chamamos de “hate”. Tanto que uma história apontava que uma busca pelo nome dele resultava em mais de 100 processos na Justiça.

O grande problema é que a busca feita (nada científica) juntou nomes de outras pessoas homônimas ao mendigo do DF. Desmentimos o fake e tivemos, ao todo, cerca de 820 mil visualizações.

#2 – Onda de frio intenso chegará ao Brasil e será o pior frio dos últimos 100 anos #boato

É curioso como uma história batida viraliza todos os anos. Basta o outono chegar, as temperaturas caírem e logo surge o “alerta” de que “esse ano será o pior frio dos últimos 100 anos”. Quando fizemos este texto, não acreditávamos que ele viralizaria tanto. Mas viralizou.

As pessoas ficaram tão preocupadas com o frio que o Boatos.org teve cerca de 830 mil visualizações de páginas no texto que fizemos desmentindo a onda de frio. No final, sequer o inverno deste ano foi tão rigoroso assim.

#1 – Digitar Ankole no Google revela a última foto tirada no seu celular #boato

É irônico que, em meio a tantos desmentidos que, de fato, podem salvar vidas ou influenciar no futuro de um país (sério, fake news têm esse poder), o texto mais lido do ano (e da história do Boatos.org) seja um desmentido de algo prosaico.

Em dezembro de 2021, uma espécie de pegadinha começou a circular na internet apontando que o Google armazena as fotos do celular das pessoas e revela a primeira se a pessoa buscar por “Ankole” no buscador. Ankole é uma raça de gado com um chifre gigantesco.

Pois bem, desmentimos a tal ameaça à privacidade das pessoas (afinal, tem gente que tem dificuldade em entender brincadeiras, ainda mais idiotas) e nosso resultado barrou o gado chifrudo no Google. Aí chegamos a nada menos do que 2,5 milhões de visualizações neste ano.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet