Áudio revela que MST e esquerda acabaram com a Argentina, que faliu e se tornou comunista #boato

Boato – Esquerda destruiu a Argentina e MST está queimando fazendas no país, que se tornou comunista e está vigiando moradores. Áudio denuncia tudo. 

Ao longo das últimas semanas, temos observado o grande aumento de fake news relacionados à política. E nas últimas horas, um áudio de cerca de 9 minutos tem chamado a atenção de eleitores nas redes sociais.

No áudio, um homem afirma que seus parentes que moram na Argentina teriam deixado o país com todo o maquinário que haviam comprado para suas fazendas. O motivo? Segundo o homem, o MST teria invadido as terras, roubado tudo e colocado fogo nas usinas de extração de óleo.

De acordo com ele, a Argentina estaria falida e os argentinos estariam passando fome e sede sem comida e água, porque o país teria se tornado comunista. Ainda segundo o homem, os argentinos não estariam conseguindo se comunicar, porque o país teria cortado a internet e estaria vigiando todos os moradores.

MST e esquerda acabaram com a Argentina, que faliu e se tornou comunista?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no WhatsApp e no Telegram e rapidamente se tornou conteúdo em grupos conservadores e de direita. Apesar disso, a história não é real. A explicação fica por conta da falta de provas das afirmações feitas no áudio.

Não é de hoje que histórias falsas que apontam que países da América Latina estariam sendo destruídos pelo comunismo circulam na internet. Recentemente, a equipe do Boatos.org publicou um especial sobre o assunto, o que tem chamado de “venezuelização” (uma alusão às citações ao país venezuelano nesse tipo de fake news).

Além disso, a nossa equipe também desmentiu inúmeras dessas histórias, como a que dizia que a Argentina teria fila de carros para abastecer gasolina e diesel e teria quebrado por causa do comunismo. Também a que indicava que Gustavo Petro teria dito que iria compartilhar casas com mais de 65m2 na Colômbia e, por fim, a que apontava que um vídeo mostraria um genocídio na China, Venezuela e Cuba promovido pelo comunismo e pelo socialismo.

Se isso não bastasse, todas as afirmações feitas no áudio são graves e não têm provas. Primeiro, o homem diz que a Argentina se tornou um país comunista, o que não é verdade. A Argentina não é e nunca foi comunista. Atualmente, temos países que se denominam socialistas ou comunistas, como Cuba, China e Coreia do Norte. Mas como alertamos nesse desmentido, de acordo com teóricos da área, na prática, nenhum país conseguiu superar a fase de transição do capitalismo para o socialismo. Ou seja, não podemos dizer que existem países socialistas em nossa sociedade.

Segundo, o homem também afirma que o MST estaria invadindo fazendas e destruindo usinas de extração de óleo na Argentina. A afirmação não faz o menor sentido. Não existe um Movimento Sem Terra (MST) agindo na Argentina. O MST do Brasil tem uma pauta nacional, que é a Reforma Agrária, e a conquista da terra é apenas um dos passos para esse fim. Na Argentina, existe um MST, mas não tem nada a ver com a luta pelas terras. Na realidade, trata-se do Movimento Socialista dos Trabalhadores.

Terceiro, o homem afirma que a esquerda e o MST vão acabar com tudo e, inclusive, estuprar suas filhas e esposas. A afirmação não faz o menor sentido. A esquerda já liderou o Brasil e outros países e isso nunca aconteceu.

Quarto, o homem também diz que os argentinos estariam comendo gato e cachorro, porque não teria comida. Além disso, o homem afirma que o país não teria mais papel higiênico e estaria envenenado a água para os argentinos consumirem um tipo de água específico. O fato é que não existe nenhuma prova sobre isso. O país enfrenta uma grave crise econômica e fiscal que já se arrasta há décadas, sustentada pela crise da taxa de câmbio, pela falta de dólar no mercado, pelo déficit fiscal e por outros problemas internos. Dessa forma, é possível ver que a situação não é nova e não tem nada a ver com o “comunismo” ou com a esquerda.

Por fim, outras afirmações como a Argentina teria cortado o acesso à internet dos argentinos e estaria vigiando todos os moradores não faz o menor sentido, uma vez que diversos argentinos seguem compartilhando e acessando suas redes sociais.

Em resumo: a história que diz que o MST está invadindo fazendas na Argentina e a esquerda faliu o país, que se tornou comunista é falsa! O áudio usado como prova traz diversas acusações sem provas (e algumas sem lógica). O homem que aparece no áudio diz que a Argentina se tornou comunista e que o MST estaria invadindo fazendas no país, o que é mentira. O MST é um movimento brasileiro e possui uma pauta nacional. Além disso, a Argentina não é e nunca foi comunista. Se isso não bastasse, a crise enfrentada pela Argentina tem relação com crises que vêm afetando o país há décadas e até hoje não foram solucionadas (inclusive, por governos de direita). Por fim, o homem fala, fala, mas não apresenta nenhuma prova. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso