300 crianças congeladas foram encontradas na China, mostra vídeo #boato

Boato – Vídeo mostra o momento em que uma organização foi desbaratada na China. Ela atuava no negócio de venda de órgãos e tinha 300 crianças congeladas em seu poder.

Antes mesmo da internet e das redes sociais se tornarem algumas das principais fontes de informação da população, lendas urbanas envolvendo sequestros de pessoas para venda de órgãos (quem não lembra da história da pessoa que acordou em uma banheira de gelo e sem um rim?) já existiam por aí. O que a web e o “feice” fizeram foi apenas dar uma amplitude global para algumas dessas lendas. A de hoje, por exemplo, usa a China como cenário.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2r1oZdp

Confira o nosso Instagram:

Instagram

De acordo com uma mensagem que tem viralizado no Facebook, Twitter, WhatsApp e afins, foram encontradas 300 crianças congeladas na sede de uma organização na China. O “negócio” dessa organização seria a compra e venda de órgãos para transplantes.

O texto é acompanhado de um vídeo (que não vamos publicar aqui) que mostra três cenas. A primeira é de uma multidão próxima a um carro. A segunda é de populares batendo em dois homens. A terceira é do corpo de uma criança em uma caixa de isopor com gelo. Leia a mensagem que circula online:

BARBARIDADE NA CHINA CONTRA UM SER HUMANO!! Incrível, detiveram uma organização na China que tinha 300 crianças congeladas em seu poder. Seu negócio era a venda de órgãos para transplantes. Essa descoberta é a ponta do Iceberg de uma rede infra-humana de projeções imprevisíveis.

Sem dúvida, a cumplicidade das autoridades e do pessoal médico como peças-chave desta organização deve se tornar o centro de pesquisa. A autocensura das informações prejudicará a nitidez e a ação de resultados contundentes e transparentes. Os monstros devem ser cuidadosamente investigados e evitar que sejam executados e virar a página.

Que Deus proteja as crianças inocentes na CHINA. Em sua totalidade, pertencem a famílias e camponeses pobres que vivem quase como escravos, porque o comunismo naquele país se aplica aos estratos mais baixos da sociedade, os ricos vivem seu mega capitalismo. Esses Comunistas-chineses são uma Raça de porcos. Imaginem qndo tomarem o Poder por aq??? Oq faram com as nossas crianças??? E pior q esse plano já está em andamento

300 crianças congeladas foram encontradas na China?

É claro que a história causou muita comoção (afinal, seriam crianças inocentes sendo vítimas de uma quadrilha) e deixou muita gente triste. Só há um detalhe: a história que aponta que 300 crianças foram encontradas mortas e congeladas na China é falsa. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Ao primeiro olhar, dois pontos já nos chamaram atenção. O primeiro está nas características das mensagens que viralizaram. Elas têm um caráter vago (sequer dizem em que local da China e quando teria acontecido o fato), alarmista, têm erros de português e não citam nenhuma fonte confiável. Só jogam o vídeo e a “bomba”.

O segundo fator está no histórico do tipo de boato e da forma que ele está sendo apresentado. Cada vez mais, vídeos retirados de contexto estão sendo utilizados em fake news. Recentemente, falamos, entre outros casos, da história da Igreja que teria sido queimada em Moçambique e do navio venezuelano flagrado no Brasil. Em comum, o formato: imagens fortes acompanhadas de mensagens fora de contexto.

Quando falamos de roubo de órgãos de crianças, fake news também são comuns na internet. Tem a história do caminhão encontrado no México, no Brasil, do PCC que teria mandado sequestrar crianças, do “casal fotógrafo”, da quadrilha internacional no Brasil e tantos outros alarmes falsos sobre o assunto.

Já desconfiados desses dois fatores, fomos buscar por mais informações sobre a história. Ao procurar pela denúncia (que seria uma bomba internacional), nada encontramos. Aliás, encontramos algo sim: desmentidos da fake news. A tal história falsa circulou em outros países. Na Índia, o site Hoax or Fact apontou que a farsa foi montada com a junção de outras duas histórias (que foram usadas em desmentidos sobre a fake news na China).

A primeira história é a morte de um menino afogado na cidade em Guangzhou. O site chinês People apurou o caso em 2017 e apontou que os pais da criança haviam deixado o corpo em uma caixa com gelo para evitar a deterioração.

A segunda história é do linchamento de dois homens em 2017 na cidade de Shaojiaqiao. Na ocasião, os dois homens (que estavam acompanhados de quatro colegas) tentaram vender gesso a idosos da cidade e foram linchados ao serem confundidos com homens que teriam tentado realizar roubos na região. A partir daí, algum “jênio” postou o vídeo falando de “homens que estavam roubando crianças” e, de acordo com o site KKNews, a história só cresceu.

Resumindo: a história que aponta que foram encontradas 300 crianças congeladas com uma organização criminosa na China é falsa. Os vídeos utilizados como “prova” da tese são de outras ocasiões e não há nenhuma notícia do tipo em fontes confiáveis.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/31veiMZ

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)