Tio preso por estuprar e engravidar sobrinha é espancado na prisão #boato

Boato – O homem que foi preso após estuprar e engravidar a sobrinha de 10 anos no Espírito Santo acabou sendo espancado por outros detentos na prisão. Tio quase morreu.

Houve um tempo (mais ou menos entre 2015 e 2019) que boa parte das fake news que viralizavam na internet vinham de uma mesma fonte: uma série de sites criados pela mesma pessoa (ou grupo de pessoas). Os sites tinham uma receita de “bolo” para espalhar fakes que nunca falhava: uma notícia bombástica (normalmente envolvendo temas sensíveis) era publicada no site e o link da página se espalhava por meio de compartilhamento em massa no WhatsApp.

Esse tipo de site foi praticamente neutralizado (seja pelo sufocamento de financiamento ou por práticas de bloqueios de mensagens em massa ou das URLs). Mesmo nem sendo sombra do que eram outrora (afortunadamente), ainda é possível ver resquícios de fakes destas fontes.

Depois que o homem acusado de estuprar e engravidar a própria sobrinha de 10 anos foi preso, começou a circular na internet uma mensagem que apontava que o “tio” teria sido espancado por outros detentos na cadeia. A mensagem, que tem um link para um site com mais “detalhes da notícia”, aponta que o sujeito está enfermaria. Leia:

NOTÍCIA URGENTE Tio preso por estuprar e engravidar a própria sobrinha de 10 anos é brutalmente espancado por outros detentos Informações extra-oficiais dão conta de que [nome do homem] de 35 anos, preso hoje acusado de estuprar e engravidar a sobrinha de 10 anos de idade, foi brutalmente espancado por outros detentos do Complexo Penitenciário de Xuri.

Segundo o diretor do presídio, por falta de vagas, [nome do homem] teve que permanecer junto dos outros detentos, o que ocasionou a agressão. Nesse momento [nome do homem] está na enfermaria do presídio aguardando retirada para a UTI e seu estado de saúde é grave, com várias fraturas por todo o corpo e rosto.

Tio preso por estuprar e engravidar sobrinha foi espancado na prisão?

É fato que a história, principalmente por causa da (falsa) polêmica criada em relação à interrupção da gravidez da menina, teve muita repercussão e a atitude do tio gerou muita revolta na população. Apesar disso, a informação que aponta que o sujeito apanhou na prisão é falsa.

Quando nos deparamos com a pauta, formato da mensagem e fonte da informação, já sabíamos do que se tratava. Como falamos lá no início do texto, a distribuição da mensagem alarmista para um site que sempre espalha fake news não passa de uma estratégia batida.

Mais batida do que a estratégia, só a pauta. Esse papo de “acusado por crime apanhou na cadeia” é uma das pautas prediletas de quem espalha esse de fake. Já desmentimos histórias falsas de “homem que apanhou na prisão” relacionada ao “criador da Baleia Azul” (2017), patrão que chicoteou empregado (2018), mulher que pisou no cão (2017), homem filmado batendo em criança (2019), homem que bateu na mãe (2018), Adélio Bispo (2018) e tantos outros casos.

Assim como nos outros casos, bastou uma busca pelo assunto para chegarmos à verdade. Além de não encontrarmos nenhuma informação sobre agressão ao sujeito, achamos um desmentido da Agência Lupa. No texto em questão, o site de checagem aponta que a Defensoria Pública do Espírito Santo negou que o homem tenha sido espancado.

Resumindo: a história que aponta que o tio que estuprou e engravidou a sobrinha de 10 anos foi espancado na prisão é falsa. Não passa de mais um boato que circula na internet que fala sobre um “justiçamento” que não ocorreu e usa um método já manjado no mundo das fake news.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)