7 boatos que só serviram para ajudar a divulgar vídeos bizarros na web

Não é difícil encontrar bizarrices na internet. Em tempos de fake news, quanto mais bizarro o vídeo, maior é a chance dele se tornar protagonista de boato. Pensando nisso, o Boatos.org listou 7 histórias com vídeos bizarros que já circularam pela internet.

Além de espalhar mentiras, as fake news têm uma função, digamos, nada nobre: ajudar que bizarrices se espalhem na internet. Graças a enredos inventados, fotos e vídeos de pessoas sendo mortas, crianças doentes ou maus-tratos a animais viralizam por aí. Na história do Boatos.org, dezenas de histórias do tipo apareceram. Separamos sete para você sempre se lembrar quando vir um “compartilhe antes que apaguem”. Desnecessário dizer que nenhum destes vídeos será exibido aqui.

1) O vídeo bizarro da mulher pisando em cachorro

O primeiro destes boatos que tivemos registro é de junho de 2016. À época, começou a circular na internet um vídeo de uma mulher pisando em um cachorro. No texto, a mensagem pedia o compartilhamento do vídeo para que a mulher fosse presa. Apesar do vídeo ser real, a história por trás dele é bem diferente. Isso porque trata-se de uma produção de conteúdo de entretenimento adulto. Saiba mais sobre o boato aqui.

Mas a história não parou por aí: alguns dias depois voltou a circular na internet. Dessa vez, a notícia apontava que a mulher flagrada no vídeo, identificada como Marcela Godoy Frisano, foi espancada no presídio de Pontal do Sul e quase morreu. Acontece que não há como a “Marcela” ter sido espancada na prisão um motivo simples: o caso aconteceu nas Filipinas. Saiba mais sobre o boato aqui.

2) O vídeo bizarro da mulher que ateou fogo em cachorro

Não é raro encontrar cenas e relatos de maus-tratos contra animais na internet. Digo isso porque, mais uma vez, um vídeo que mostrava uma mulher ateando fogo com um maçarico em um cachorro circulou pela internet. As imagens renderam diversas versões na web. Em uma delas, a mensagem apontava que a mulher se chamava Isabella Kristina e morava na cidade de Campina Verde (MG). Mentira, já que Isabella nada tinha a ver com a história. Saiba mais sobre o boato aqui.

3) O vídeo bizarro do homem que matou um cavalo a tiros

Ainda na sessão de “maus-tratos”, outro vídeo que fez sucesso na internet foi o que mostrava um homem atirando em um cavalo. Após circular nas redes sociais, as imagens renderam uma nova versão da história. De acordo com as informações, o homem, conhecido como André, teria sido morto na cidade de Aracaju (Sergipe). Só esqueceram de um detalhe: o homem que atirou no cavalo, na realidade, é do Espírito Santo. Além disso, o André, citado no boato, não foi responsável pelo crime. Saiba mais sobre o boato aqui.

4) O vídeo bizarro da mulher que se joga de prédio

Em 2017, um vídeo de uma mulher se atirando de um prédio começou a circular pela internet. De acordo com a mensagem, uma funcionária pública do Rio se jogou de um prédio por não receber salários. Pois bem, ao pesquisarmos sobre o assunto, descobrimos que o vídeo é real, o que não é real, é a história por trás dele. Saiba mais sobre o boato aqui.

5) Celular explode na cara de homem

Sucesso nas redes sociais, o boato sobre a explosão do celular, já enganou muita gente na internet. Segundo informações, um homem foi atender o celular carregando na tomada e o aparelho explodiu. As imagens mostravam um homem com o rosto sangrando e caminhando desnorteado em um hospital. Mas, por mais verdadeira que ela possa parecer ela é falsa. Isso porque o vídeo que circulou não tem nada a ver com o celular que explodiu carregando. Saiba mais sobre o boato aqui.

Não demorou muito para o boato sobre a explosão do celular voltar a circular. Dessa vez, um vídeo mostrava a explosão de um carro em um posto de gasolina. A filmagem é acompanhada de um alerta que diz “não use o telefone celular em postos de gasolina”. É claro que a história também é falsa. Saiba mais sobre o boato aqui.

6) A condenação de Dubai

Outro vídeo que circulou pela internet apontava que um homem foi condenado à morte 15 minutos após estuprar menina em Dubai. Junto ao vídeo, há uma descrição do caso: “menina de 5 anos foi estuprada em Dubai… dentro de 15 minutos deste incidente de violação, o poder judicial ordenou a polícia a matar o estuprador na presença do público”. Pois bem, de fato, as imagens mostram uma execução em praça pública de um caso de estupro. Porém, ao contrário do que se imagina, não aconteceu em Dubai. Saiba mais sobre a mensagem aqui.

7) Compartilhe vídeo da criança doente só para ajudar

O sétimo item da nossa lista é mais uma daquelas “pérolas” que vira e mexe aparece nos grupos de WhatsApp e Facebook. A história começa assim: um vídeo é compartilhado e a cada vez que o vídeo é enviado a criança ganha 1 centavo. Neste caso, as imagens mostram uma menina com feridas pelo corpo. É claro que isso fez com que muita, mas muita gente compartilhasse a mensagem. Porém, fizeram á atoa, porque o alerta era falso. Saiba mais sobre o boato aqui.

Compartilhe este artigo:

4 comentários em “7 boatos que só serviram para ajudar a divulgar vídeos bizarros na web

  • 30/03/2018 em 20:42
    Permalink

    Porque nao tem link para acessar as materias

    Resposta
  • 30/03/2018 em 19:13
    Permalink

    Estou muito satisfeita por ter acesso ao boatos. org .
    Tem sido muito útil, muito importante em meus contatos .
    Meus parabéns e agradecimento !

    Resposta
  • 30/03/2018 em 15:10
    Permalink

    Os fakenews só existem porque tem muitos trouxas que acreditam e imbecis que compartilham

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)