Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Tecnologia > Jogo Daycare: The Story motivou ataque em creche de Blumenau #boato

Jogo Daycare: The Story motivou ataque em creche de Blumenau #boato

Jogo Daycare The Story motivou ataque em creche de Blumenau, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Atenção. A mais nova ameaça para as crianças é o jogo Daycare: The Story. Foi ele que motivou o ataque a uma creche em Blumenau.

É incrível como casos impactantes fazem uma horda de aproveitadores começarem a soltar todos os tipos de absurdos (por mais danosos que sejam na internet). Com o caso do ataque a uma creche na cidade de Blumenau não foi diferente.

Enquanto a mídia tem assumido uma cobertura mais responsável em relação ao caso (sem divulgar vídeos, fotos e até o nome do assassino de quatro crianças), as redes sociais estão em polvorosa com conjecturas que não passam de fake news.

A última seria cômica se não fosse trágica. Uma pessoa resolveu gravar um vídeo com uma “informação exclusiva”: a morte de quatro crianças havia sido motivada por um jogo chamado Daycare: The Story. Isso porque o jogo incentivava a pessoa a entrar em uma creche para matar as crianças”.

“Daycare The Story, é o nome do jogo que seduz e induz a matar, fiscalize os celulares de seus filhos!”, diz umas das mensagens que acompanham o vídeo (que obviamente não será exibido aqui para dar holofote para quem espalhou a história). Leia a transcrição do vídeo:

Vídeo: é falso que Hamas prendeu crianças de Israel em gaiolas

Brasil Notícias News: Urgente Compartilhem. Pessoal, estou atualizando vocês novamente sobre os atos terrorista que aconteceu na creche em Blumenau, Santa Catarina. Gente, presta atenção aqui que que trágico, tá? Eh eu coloquei aqui, tanto eu quanto o Alex que eles participavam de um jogo, nós achávamos que o jogo até onde eu estava sabendo que era entre eles outras pessoas que estavam disputando quem mata mais criança. Mas não. É um jogo sim entre várias pessoas e é esse aqui é o nome do jogo Daycare.

Eu não sei se o o vai segurar esse vídeo aqui ou não. Mas eu vou deixar aqui pra vocês. Olha o celular das suas crianças. Preste atenção se tem esse tipo de jogo. Tá? E ele chega numa fase que o desafio dela é você entrar numa creche o a quantidade maior de crianças. Esse é o desafio do jogo e o cara está preso.

O o o monstro que matou as crianças está preso e falou quais são as fases do jogo. Deixou claro. E aí e aí esse é que é o jogo gente, olha o celular das crianças se as crianças tiver de celular, tablet se tem esse tipo de jogo toma muito cuidado gente eh é desesperador ver as mães dos bebês chorando lá na porta, querendo ver os bebês só que tá morto, são quatro crianças que ele matou a machadada

 Gente, é muito triste, tá? Eu estou colocando aqui, compartilha com todo mundo, já vai no celular do teu filho, já olha que isso é muito trágico, tá? Aqui a notícia, gente, é clara, aqui nós não engana ninguém tá? Curta, comente, compartilhe, porque juntos somos mais forte

Jogo Daycare: The Story motivou ataque em creche de Blumenau?

Por mais absurda que seja, a tese se espalhou com todas as forças em redes sociais. Por isso que estamos aqui para declarar duas coisas. 1) O Daycare: The Story passa longe de ser uma ameaça a crianças. 2) Ele não tem nada a ver com o caso de Blumenau.

A mensagem consegue contemplar todas as principais características de fake news. O vídeo é vago, alarmista, tem erros de português, pede compartilhamento e não cita qualquer fonte confiável que comprove a informação.

Além disso, o histórico recente de fake news sobre o trágico caso de Blumenau. Entre as fake news que desmentimos estava justamente que o crime cometido pelo homem de 25 anos havia sido motivado por um jogo.

Falamos, inclusive, que a própria Polícia Civil desmentiu a tese durante coletiva no dia do crime. Foi dito claramente que a ação em questão não tinha relação com o tal jogo. E é isso que temos até o momento.

Agora, vamos imaginar: se a polícia disse que não há relação com jogo, como que um “iluminado” iria descobrir que a motivação seria, inclusive, o jogo Daycare: The Story? Para piorar, a figura já espalhou histórias desmentidas aqui no Boatos.org como a que apontava que o FBI estava no Brasil para investigar o 8 de janeiro e que o navio do Irã atracado no Brasil estava com armas na Venezuela.

Sobre o jogo: para começar o Daycare: The Story não é um jogo. Ele é um MOD dentro do jogo Roblox (hiper popular entre as crianças). Para avaliar, jogamos (ou melhor, pedi para o meu filho jogar). Para começar, o jogo não parece ser violento. Pelo que vimos, o jogador teve como primeira tarefa “procurar ovos de Páscoa” de um coelho que os perdeu e jogar futebol em um campinho.

Resolvemos buscar por informações sobre o Daycare: The Story. Na realidade, há um momento em que monstros começam a atacar o local (que não é bem uma creche. Parece mais uma colônia de férias) e os jogadores têm que se defender. Não há a tal incitação.

Vamos combinar que há jogos potencialmente muito mais violentos do que o descrito. E aí vai o segundo ponto: não há qualquer prova que jogos deixam as pessoas violentas. Se fosse assim, todo mundo que jogou Mortal Kombat estaria arrancando o coração das pessoas mundo afora.

Resumindo: a tese de que o jogo Daycare: The Story influenciou o sujeito que matou crianças em uma creche não só é falsa como também é ridícula. Trata-se de uma mistura de ilação com invenção por parte de alguém que já espalhou outras fake news por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 9275-5610

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/41sX0QS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe o nosso link