Nova variante Ômicron não existe e é invenção da mídia, diz ministro da África do Sul #boato

Boato – O ministro da Saúde da África do Sul revelou que não existe nova variante Nu/Ômicron da Covid-19. Tudo é uma invenção da mídia e não passa de uma reação do corpo humano às vacinas.

Apesar de a situação da Covid-19 no Brasil estar relativamente mais tranquila (graças às vacinas), o mundo está em alerta com a descoberta da nova variante do coronavírus, a Ômicron. Em meio a isso, as primeiras fake news já estão aparecendo na internet.

A última que vimos aponta para uma suposta revelação bombástica do ministro da Saúde da África do Sul. Joe Phaahla teria declarado uma nova variante chamada Nu/Ômicron não existe, que tudo não passa de uma invenção da mídia e que o que está ocorrendo é uma reação às proteínas Spike contida nas vacinas. Leia a mensagem que circula online:

O Ministro da Saúde da África do Sul diz que o governo do Reino Unido, Europa e a mídia estão mentindo sobre a super variante Nu/Omicron. Não caiam na narrativa da mídia! Não há variante! Se trata de uma reação do corpo humano com as proteínas spike contidas nas vacinas, não há vírus.

Ministro da Saúde da África do Sul diz que nova variante Ômicron não existe e é invenção da mídia?

A informação negacionista se espalhou com toda força entre negacionistas de todas as naturezas. Só que, além de a informação sobre a “nova variante não existir” ser falsa, o ministro da Saúde da África do Sul nunca deu tal declaração.

A mensagem, por si só, já nos deixa muito desconfiados da informação. O texto tem caráter vago, alarmista e erros de português. Além disso, o texto evoca algumas teses conhecidamente falsas sobre a pandemia e outras coisas mais.

Uma delas é a que aponta que a “mídia está mentindo sobre a pandemia”. Com mais de 5 milhões de mortes no mundo (sendo que 600 mil no Brasil), quem ainda pode pensar que a pandemia não passa de invenção da mídia? Via de regra, este discurso de deslegitimar a mídia vem de quem inventa informações falsas e é desmentido pela imprensa. Não caia nesta lorota.

Outra base falsa que está sendo utilizada na mensagem é a que aponta que a “proteína Spike” das vacinas contra a Covid-19 de mRNA estão fazendo mal às pessoas. Já desmentimos alguns boatos deste tipo durante a pandemia. Temos exemplos aqui, aqui e aqui.

Dito isso, vamos às novas teses apresentadas. A primeira, de que a “nova variante não existe”, não apenas carece de provas como também carece de lógica. Uma nova variante de um vírus é descoberta de uma forma irrefutável, por meio de sequenciamento genético. Até precisamos descobrir ainda quais são as implicações da Ômicron, mas falar que não existe é um contrassenso.

E, como era de imaginar, o ministro da Saúde da África do Sul, em nenhum momento, declarou que não existe nova variante. O vídeo utilizado como “prova” na fake news não mostra nada disso.

Na realidade, Joe Phaahla não só disse que existe uma nova variante como apontou que foi a África do Sul que a descobriu. O que ele questiona no vídeo são as medidas de restrição de que estão sendo impostas para pessoas que saem do país. Para ele, a África do Sul estaria sendo “punida” e não parabenizada por ter descoberto a nova variante.

Ele ainda afirma (de forma real) que não há qualquer indicação de que a nova variante da Covid-19 escape das vacinas. Em nenhum momento, ele fala que a Ômicron não existe ou que a mídia inventou a nova variante (que chega a ser chamada de forma errada de Nu).

Ou seja: há, sim, uma nova variante, e ela está confirmada pelo próprio ministro da Saúde da África do Sul que, mesmo assim, reclamou de medidas de restrição a pessoas do país. O que não se sabe ainda é se a grande quantidade de mutações na proteína Spike poderá resultar em um escape de vacinas (o que não parece, por enquanto, ser o caso) e se a nova variante é mais contagiosa (o que, por enquanto, parece ser o caso).

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o ministro da Saúde da África do Sul declarou que a nova variante Ômicron não existe e que é uma invenção da mídia. O que houve foi uma distorção, por parte de negacionistas, de uma fala de Joe Phaahla.

Atualização: uma nova versão da mesma mensagem começou a viralizar na internet. Ela aponta o seguinte: 

URGENTE: O Ministro da Saúde da África do Sul diz que o governo do Reino Unido, Europa e a mídia *ESTÃO MENTINDO SOBRE A SUPER VARIANTE* Nu/Omicron. *NÃO CAIAM NAS NARRATIVAS DAS MÍDIAS COMPRADA$ E CAFETIZADA$ POR GEORGE SOROS!* *NÃO HÁ VARIANTE!* Se trata de uma reação do corpo humano com as proteínas spike contidas nas vacinas, *NÃO HÁ VÍRUS!

Assim como na versão anterior, trata-se de uma fake news. 

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet