Máscara é inútil, nociva e, por isso, Globo mudou de ideia e pediu para população parar de usar #boato

Boato – Uso de máscara causa baixa oxigenação e proliferação de bactérias. Globo não recomenda mais o uso e quer esconder “manipulação”. 

Entra dia, sai dia e um assunto que nunca morre é o negacionismo por parte de alguns em relação à pandemia. Há algum tempo, nós do Boatos.org temos desmentido diversos informações falsas que dão orientações erradas sobre as medidas protetivas adotadas pelas autoridades.

Não foi uma, não foram duas e muito menos três as vezes em que precisamos explicar que focinho de porco não era tomada. E que teorias embasadas nas vozes das cabeças dos disseminadores de fake news, por mais que pudessem parecer algo correto, não faziam o menor sentido e só serviam para causar pânico.

Hoje, um velho assunto bastante conhecido voltou a circular nas redes sociais: a teoria de que máscaras fazem mal à saúde. De acordo com um vídeo que estava sendo compartilhado, a máscara seria inócua e nociva, causando problemas de saúde. Segundo o material, ela reduziria o nível de oxigenação do sangue e que bactérias do canal olfativo poderiam se mover para o cérebro. Recentemente, uma outra publicação, motivada pelo vídeo, afirma que a emissora Globo teria orientado que as pessoas não usassem mais a máscara. De acordo com ela, a emissora estaria se contradizendo e provando “a manipulação sobre o vídeo chinês”. Confira:

Versão 1: “— A máscara não só é inócua no combate à pandemia mas ela é também nociva, causa problemas de saúde — diz Carlos. — Nos artigos falam em dor de cabeça, redução da oxigenação do sangue, inclusive que determinadas bactérias o canal olfativo podem ir para o cérebro, enfim, tem vários artigos acadêmicos que apontam para esse problema. Já se pesquisava a nocividade do uso de máscaras”.

Versão 2: “Como assim????!!!!!! A globo passou quase o ano todo divulgando que todos deveriam usar máscara e agora muda tudo? O quê será que está em jogo agora? Mais uma prova da TOTAL manipulação feita sobre o vírus chinês!! O vídeo é do DF TV”.

Máscara é nociva e, por isso, Globo mudou de ideia e pediu para pessoas não usarem?

A informação fez grande sucesso (e estrago) nas redes sociais, como YouTube, Facebook e WhatsApp. As publicações já acumulam milhares de interações. Apesar disso, a história não tem nada de real!

Ao olhar para o texto, já ficamos desconfiados. Ele apresenta as principais características de fake news, como o caráter vago, extremamente alarmista e alguns erros de português em um dos textos. O vídeo não faz menção à nenhuma fonte confiável, mas o outro texto cita uma emissora de TV.

Além disso, o que não faltou no Boatos.org em 2020 foram informações falsas sobre o uso de máscaras (grande parte delas, repetidas). Nossa equipe já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que uma menina de 13 anos teria morrido na Alemanha por respirar CO2 preso na máscara. Também a que indicava que o médico Walter Weber teria acertado ao dizer que máscaras não proteger e, por fim, a que apontava que o uso prolongado de máscaras poderia causar hipóxia (baixa oxigenação).

Dito isso, vamos aos casos de hoje. A primeira situação, que envolve o vídeo, foi tão absurda que o próprio YouTube deletou o material (infelizmente, ele permaneceu no ar de setembro a outubro de 2020). O vídeo, na verdade, faz parte de um seminário que foi organizado pela Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG), órgão público vinculado ao Itamaraty (foi isso mesmo que você leu), e gerou uma onda de críticas.

Pois bem, até o momento, sabemos que as máscaras não são inócuas. Estudos estão aí para mostrar que as máscaras não só cumprem o seu papel, como também foram responsáveis pela redução de milhares de casos de Covid-19 ao redor do mundo. Além disso, essa história de que máscaras causam problemas de saúde é antiga. A informação já foi desmentida aqui no Boatos.org e por outros profissionais de saúde. Em relação às bactérias, a situação é ainda mais esdrúxula. Não existem informações sobre isso. Se a máscara for lavada e limpa corretamente, não há com o que se preocupar.

Já sobre a história da “Globo querer esconder a manipulação”, temos uma solução tão simples quanto. A emissora não mudou de posição em plena primavera. Na realidade, a reportagem que acompanha a publicação é antiga. Ela foi ao ar no dia 18 de março de 2020, isto é, no início da pandemia. Naquela época, até meados de abril de 2020, as autoridades não recomendavam o uso de máscara para todas as pessoas. Um dos motivos foi o medo das instituições de saúde sofreram um desabastecimento do equipamento. Vale lembrar que, nos primórdios da pandemia, as máscaras de pano ainda nem tinham sido cogitadas. Com o passar do tempo (e com estudos científicos apontando que o uso da máscara poderia ser benéfico para o controle da propagação do vírus), as orientações mudaram.

Se isso não bastasse, a eficácia e os supostos perigos do uso da máscara de pano já foram bem estudados. Além disso, um estudo recente que envolveu instituições de educação e de saúde nos EUA mostrou a eficácia de diversos modelos de máscaras. A pesquisa indicou que a proteção da máscara de pano é superior a 80%.

Em resumo: a história que diz que a máscara é inócua e nociva à saúde e a Globo mudou de posição em relação ao uso do equipamento é falsa! O vídeo que fala sobre a máscara ser inócua e nociva à saúde partiu de um órgão público ligado ao governo federal. Basta um Google para entender que nenhuma das informações procedem. Além disso, a publicação que indica que a Rede Globo teria mudado de posição sobre o uso da máscara também não é real. O vídeo usado para sustentar a afirmação é antigo, do dia 18 de março de 2020, no início da pandemia, quando não havia recomendação para todos usarem a máscara. A maioria dos pesquisadores têm sido categóricos: a máscara não faz mal à saúde e, ao contrário do que diz o boato, protege e evita a propagação do vírus.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Ps 2: Uma leitora do Boatos.org nos ajudou na apuração deste conteúdo por meio de mensagens no WhatsApp. Infelizmente, não temos o nome dela. Por isso, pedimos que se manifeste para darmos os devidos créditos pela ajuda.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2H2c3Iu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK