Data de fabricação da vacina chinesa (abril de 2020) revela plano maléfico da China #boato

Boato – Está confirmado que a China espalhou intencionalmente o coronavírus para o mundo. A prova é a data da fabricação da vacina Coronavac que chegou ao Brasil. Ela é de abril de 2020!

Desde que o presidente Jair Bolsonaro se posicionou contra a aquisição da vacina produzida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, redes de apoio ao presidente começaram a espalhar muitas notícias falsas sobre imunizantes na internet. A última delas tenta reforçar teses já desmentidas de que a China planejou e espalhou a Covid-19 pelo mundo.

A última “prova do crime” seria o fato de uma imagem mostrar que a vacina Coronavac que está chegando ao Brasil é de abril de 2020. Mais exatamente, do dia 09/04/2020. Junto à foto, há mensagens que apontam que a China “já sabia e espalhou a Covid-19 ao mundo”, que o acordo para a vacina “já existia desde antes da pandemia” e acusações que a data mostraria que a vacina não seria eficaz. Leia:

Confira o desmentido em vídeo:

Versão 1: Vacina chinesa foi produzida em abril/2020( site do butantan, confirmado, nao e fake). Foi planejado? Quer que desenhe? Espalhe. A china quebrou intencionalmente o Mundo. Alguns de nós ja sabiam… 

Versão 2: Como as autoridades podem discutir se vão ou não obrigar a população a tomar uma vacina e até mesmo as sanções contra quem não quiser tomar, se a vachina nem pronta está? Ah! Só que a vachina já está pronta sim, empacotada em embalagens com tudo escrito em português e com data de fabricação em abril de 2020. O papo de que está passando por testes, é tudo um grande engodo. Essa m… está pronta há muito tempo, até antes do viruschines chegar ao Brasil. A esquerda pode não dormir em serviço, mas nós também não estamos dormindo. Vamos fazer essa m… ir toda para o lixo.

Versão 3: Segundo matéria do Poder 360, o MPF questionou o Ministério da Saúde por compra cancelada da Vacina chinesa. Agora, se liga a data de fabricação da vacina na foto ilustrativa da matéria. Foi fabricada e devidamente envasada com embalagem em português, no início de abril… ABRIL… QUE P… É ESSA??? Lembrando que o acordo com o laboratório chinês, segundo o próprio Doria, foi assinado em agosto de 2019! Sim abiguinho, é tudo teoria da conspiração!

Data de fabricação da vacina chinesa (abril de 2020) revela plano da China sobre a Covid-19?

A tal imagem da data de fabricação circulou muito na internet e deixou muita gente apreensiva em relação à vacina da China. Porém, nem a imagem em questão é do “lote que chegou ao Brasil agora” muito menos prova que a China já tinha uma vacina antes mesmo da pandemia da Covid-19.

Ao analisar a conteúdo, já ficamos desconfiados graças às características da mensagem (alarmista, com erros de português e sem citar fontes confiáveis) e histórico de boatos sobre a “vacina chinesa”. Nos últimos dias, tivemos que desmentir, por exemplo, mensagens que apontam que a vacina chinesa será aplicada em caráter de testes, que é pior do que a própria Covid-19, que causa “homossexualismo” e que altera o DNA.

É importante citar que a mensagem cita duas teses já desmentidas no Boatos.org. A primeira é a acusação sem provas de que a China criou a Covid-19 e espalhou ao mundo em um plano maléfico (desmentimos aqui, aqui e aqui). A segunda é que o governo de São Paulo já teria fechado um acordo para a compra da vacina contra a Covid-19 antes mesmo da pandemia. Essa, desmentimos até em vídeo:

Ao verificar a questão da data da fabricação da vacina, vimos que ela não tem nada a ver com “planos maléficos da China”. Isso porque a foto (que foi tirada em julho, quando São Paulo recebeu os primeiros lotes da vacina para testes) é de um período no qual a Sinovac já havia anunciado testes da vacina contra o coronavírus (como mostra essa matéria). A informação foi confirmada, em nota, pelo Instituto Butantan. Leia:

A imagem foi registrada em julho deste ano, durante a chegada das doses para o início dos estudos clínicos de fase III, no Instituto Butantan. A vacina desenvolvida pela Sinovac teve sua produção iniciada na China no primeiro semestre de 2020 para a realização dos testes clínicos de fase I e II, em abril deste ano. Mesmo sendo um produto em desenvolvimento, ele foi fabricado e possui número de lote, data de fabricação e prazo de validade.

É importante citar que as vacinas que serão aplicadas na população (caso o imunizante da Sinovac tenha sucesso nos testes) ainda não chegaram ao Brasil. A autorização para importação de 6 milhões de doses foi dada há um dia e a previsão de chegada das doses da vacina é de até uma semana. Ou seja, ainda não é possível dizer se as vacinas que serão aplicadas na população terão data de fabricação em abril (provavelmente, não, dada a quantidade de doses).

Resumindo: a história que aponta que a data de fabricação da vacina chinesa da Sinovac contra a Covid-19 prova que a China já sabia da pandemia é falsa. Em abril de 2020, a Covid-19 já estava aí e os testes do imunizante já haviam sido divulgados. Além disso, a foto em questão não é atual. É de julho deste ano, quando começaram os testes da Coronavac no Brasil.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2QvB43t
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet