Chineses não usam máscaras em reunião no Instituto Butantan, no Brasil #boato

Boato – Os chineses não usaram máscara em reunião no Instituto Butantan, no Brasil. Uma foto da ocasião mostra somente brasileiros usando a proteção facial, que não serve para nada. 

Já faz nove meses que o surto do novo coronavírus foi classificado como uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). E mesmo com mais de 1,6 milhão de mortes em escala global causadas pela Covid-19, sendo 181 mil só aqui no Brasil, ainda tem gente insistindo em balelas sobre a suposta ineficácia do uso de máscaras e, pior que isso, espalhando teorias conspiratórias na internet para induzir os internautas a deixarem de utilizar o acessório.

Uma publicação que começou a circular recentemente nas redes sociais, principalmente no Facebook, mostra uma foto em que os chineses não estariam usando máscaras em uma suposta reunião no Instituto Butantan, aqui no Brasil, somente os brasileiros. De acordo com a postagem, a imagem retrataria que o acessório de proteção facial não tem nenhuma serventia e que todos teríamos sido enganados ao usar máscaras. Confira, a seguir, a foto em questão e o texto original da publicação que estão rodando online:

Na reunião dos chineses no Butantã só os apombaiado de máskra, vê se tem algum chinês usando máskra. Sabe pq nenhum chinês estava usando máskra? Pq sabem que não serve pá nada.

Chineses não usaram máscaras em reunião no Instituto Butantan, no Brasil?

A imagem viralizou rapidamente e deixou muitos internautas com uma “pulga atrás da orelha” em relação à real eficácia das máscaras para evitar contaminação pela Covid-19. No entanto, apesar de a foto ser verdadeira, a história não procede.

E desconfiamos disso, a princípio, por conta de alguns indícios presentes na própria publicação: a mensagem é vaga (sequer informa a data e motivo da reunião), alarmista (tem o intuito de gerar burburinho sobre o uso de máscaras), possui erros de português e, o mais importante, não cita fontes confiáveis de notícias que possam confirmar o que está sendo dito.

Fora o histórico recente de fakes sobre a China e a pandemia, que, inclusive, nós já cansamos de desmentir aqui no Boatos.org, como, por exemplo, aquela que dizia que o coronavírus já existia desde 2014 e a China já teria vacinado a população em 2018 e 2019; outro que apontava que a data de fabricação da vacina chinesa (abril de 2020) teria revelado o plano maléfico da China; e até aquela história que apontava que o governador de São Paulo, João Doria, teria assinado acordo para a produção da vacina contra a Covid-19 em agosto de 2019, bem antes da pandemia.

E no nosso caso de hoje, descobrimos que a história por trás da foto da tal reunião não poderia ser verdadeira porque, para começo de conversa, eles partem de uma premissa falsa, de que a máscara “não serve para nada”. Na realidade, como já explicamos em outro post, essa ladainha de que usar proteção facial não funciona contra a Covid-19 é completamente equivocada, já que, como sabemos e como dizem vários especialistas, o vírus é transmitido por gotículas respiratórias e que, inclusive, podem permanecer suspensas no ar.

Sendo assim, usar máscara pode sim ajudar no controle da doença. Pesquisas recentes apontam até mesmo o alto potencial de proteção das máscaras caseiras, que muitos de nós temos usado no dia a dia. Além do mais, apesar de a imagem que está sendo compartilhada ser, de fato, de um encontro entre brasileiros e chineses, não se trata de uma reunião no Instituto Butantan. Na verdade, a foto é um registro do primeiro dia de uma inspeção realizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em fábrica da AstraZeneca na China, em 7 dezembro deste ano.

Na ocasião, os agentes fizeram vistoria técnica e avaliação das BPF (Boas Práticas de Fabricação) do insumo ativo biológico da vacina que está sendo desenvolvida pelo laboratório sueco AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A mesma inspeção ocorreu no laboratório da Sinovac (também localizado na China), onde está sendo desenvolvida a vacina chinesa.

No próprio telão que aparece ao fundo na foto é possível ler “ANVISA GMP Inspection Final Meeting”, que quer dizer “Reunião Final da Fiscalização de BPF da ANVISA”. Na imagem, também é possível perceber que, de fato, alguns chineses não estavam usando máscaras. Isso porque, lá na China, a utilização do acessório não é obrigatória, já que a infecção está controlada. Mesmo assim, em outras fotos do dia, além dos brasileiros, alguns chineses aparecem com as máscaras, provavelmente, por motivo de prevenção.

Resumindo: A publicação que dá conta de que chineses não estavam usando máscaras em reunião no Instituto Butantan não é verdadeira. A foto, na verdade, foi tirada durante uma inspeção da Anvisa na fábrica da AstraZeneca (que vai produzir a vacina de Oxford contra a Covid-19) na China. Alguns chineses (não todos) estavam sem máscaras pelo fato de o uso do acessório não ser obrigatório naquele país, já que a infecção pela doença está controlada.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

– Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
– Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
– Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
– Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
– Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2XrGSBD
– Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK