Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > É falso que biscoito Luppo chegou ao Brasil para reduzir população com dois comprimidos

É falso que biscoito Luppo chegou ao Brasil para reduzir população com dois comprimidos

Biscoito Luppo vem com 2 comprimidos, faz mal e acabou de chegar ao Brasil, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – O biscoito Luppo chegou ao Brasil, vem com dois comprimidos dentro, faz mal e é um plano de globalistas para reduzir população.

Análise

Estamos fazendo uma reorganização dos conteúdos falsos que estão voltando a circular. A partir de agora, tudo que tiver destaque e não foi lançado no corrente ano (por exemplo, 2024), vai ser alvo de checagem aqui.

A história de hoje aponta para um suposto biscoito de nome Luppo que teria chegado ao Brasil, teria dois comprimidos dentro e seria parte de um plano para globalistas reduzirem a população mundial.

A prova disso seria um vídeo de um homem abrindo uma embalagem do tal biscoito Luppo e mostrando os supostos comprimidos. Leia a mensagem que circula online e assista ao vídeo:

Confira o desmentido em vídeo:

Vídeo: é falso que chá de mamão cure a dengue hemorrágica

⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️OS SENHORES GLOBALISTAS DAS SOCIEDADES SECRETAS NÃO ESTÃO BRINCANDO, ELES QUEREM REDUZIR COM 80% DA POPULAÇÃO MUNDIAL ! ACORDEM !

*Esse biscoito acaba de chegar no Brasil. LUPPO Ele vem com 2 comprimidos dentro que causam INSUSFICIÊNCIA RENAL E INTOXICAÇÃO DO FÍGADO. Ajudem a divulgar; Estão tentando matar os brasileiros de qualquer forma, seja por Covid, Fome, Desemprego, qualquer coisa serve, bem vindo a Nova Ordem Mundial.*

Checagem

O Boatos.org já tratou desta mesma história em duas oportunidades: uma em 2019 e outra em 2023. Muito do que vamos escrever está baseado no que já foi dito.

Na parte da checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que o tal biscoito Luppo acabou de chegar ao Brasil? 2) O biscoito Luppo tem dois comprimidos que causam insuficiência renal e problemas no fígado? 3) Globalistas querem reduzir 80% da população mundial?

É verdade que o tal biscoito Luppo acabou de chegar ao Brasil?

Não. Desde quando o vídeo começou a circular na internet, já falamos que o biscoito sequer era vendido no Brasil. Ao buscar na internet sobre o produto (que está mais para um bolinho pronto do que um biscoito), demonstramos que ele é vendido na Turquia e não é comercializado no Brasil. 

Dos nosso últimos desmentidos, não há qualquer mudança em relação a isso. O biscoito Luppo continua não sendo vendido no Brasil e é apenas comercializado na Turquia. 

O biscoito Luppo tem dois comprimidos que causam insuficiência renal e problemas no fígado?

Não. De 2019 para cá, o que não faltaram foram sites desmentindo qualquer informação sobre o remédio fazer mal. Não há qualquer relato de pessoas que tiveram os problemas citados (como insuficiência renal e intoxicação no fígado) e há outras explicações muito mais plausíveis.

A mais plausível é um problema na fabricação do produto. Em 2019, uma engenheira de alimentos apontou que poderia ser algum conservante que ficou entupido no bico injetor do produto ou não foi dissolvido.

Há, ainda, a hipótese de algum problema de conservação do produto ter prejudicado a consistência do recheio do bolo. Tudo mais plausível do que “comprimidos envenenados”.

Globalistas querem reduzir 80% da população mundial?

Um fato “novo” que surgiu na versão 2023/2024 da história é a que aponta que o biscoito Luppo faria parte de um plano globalista para reduzir a população. Já falamos algumas vezes que a teoria não só não se sustenta como também não tem lógica.

Conclusão

Fake news ❌

Mais uma vez, estamos aqui para afirmar que é falso que o biscoito Luppo cause qualquer tipo de problema ou seja parte um plano para reduzir a população (só se for causando diabetes nas pessoas). Além disso, o bolo não é vendido no Brasil. Ou seja: todos os ingredientes de uma fake clássica.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)

PS 2: Este fake já foi desmentido em duas oportunidades no Boatos.org. Para ver as nossas checagens, clique nos links a seguir: 2019 e 2023.