Biscoito Toppo da Turquia chegou ao Brasil e está com comprimidos que causam paralisia #boato

Boato – Acabou de chegar ao Brasil um biscoito da Turquia chamado Toppo. Ele tem dois comprimidos dentro que causam paralisia e foi criado para matar as pessoas para a Nova Ordem Mundial.

Com o arrefecimento da pandemia, graças à vacina, algumas notícias falsas têm mudado de tom. Neste período (curto, provavelmente) de entressafra de desinformação, podemos perceber uma coisa: notícias falsas antigas têm voltado a circular na internet. Hoje vamos falar de algumas. A primeira delas aponta para uma suposta “ameaça da Turquia”.

Um vídeo de uma espécie de bolo pronto da marca Toppo está circulando na internet como se fosse de um “biscoito que está chegando da Turquia para o Brasil” com o intuito de matar as pessoas.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Nas imagens, o bolo é aberto e há uma espécie de comprimido dentro deles. De acordo com o texto que acompanha o vídeo, o comprimido causaria paralisia nas pessoas. Leia algumas das mensagens que estão circulando online e assista ao vídeo:

Confira o desmentido em vídeo:

 

Esse biscoito acabou de chegar ao Brasil. Vem com comprimidos dentro, que causam paralisia. Querem nos matar de qualquer jeito. Não importa se é por covid, vacinas, ou medicamento. Bem vindo a nova ordem mundial.

Biscoito Toppo da Turquia que chegou ao Brasil está com comprimidos que causam paralisia?

O vídeo se espalhou com muita força na internet e, inclusive, deixou muita gente assustada com o suposto “biscoito da Turquia”. Porém, a história que aponta para a suposta ameaça é falsa. Mais do que isso: trata-se de uma fake news que desmentimos em 2019. Como o desmentido de outrora vale para hoje, relembre o que escrevemos:

Vamos aos fatos! Basta uma rápida leitura nas mensagens que acompanham o vídeo para ficarmos desconfiados. Elas são vagas, alarmistas, possuem erros de português e não citam fontes confiáveis. Ou seja, várias características de boatos online.

Além disso, a equipe do Boatos.org já desmentiu diversas histórias envolvendo comidas contaminadas, como o caso das balas envenenadas do jogo Baleia Azul que estariam sendo distribuídas em escolas e também a história de que motoristas de Uber estariam colocando sonífero nas balas para dopar passageiras.

Vale ressaltar que envenenar doces seria algo bastante sem noção, uma vez que envolveria um risco bastante grande em relação às pessoas. Além disso, qual a facilidade de se encontrar doces turcos industrializados no Brasil?

Ao procurar por mais informações sobre essa história, descobrimos que ela se trata de um boato mundial. Antes de chegar ao Brasil, esse caso circulou na Turquia, também em Israel, na Itália e em países de língua espanhola, onde foi desmentido.

Dentre os desmentidos, há aqueles que apontam que o produto sequer é vendido na região onde o boato viralizou. Outros afirmam que os supostos comprimidos poderiam ser do próprio coco utilizado para a confecção do produto e até que o bolinho estaria vencido. Ou seja, explicações muito mais plausíveis do que um suposto envenenamento. Por fim, vale reforçar que não encontramos nenhum caso de paralisia ou morte por conta do bolo de Coconut da Luppo.

Atualização em 13/11/2019: Após a publicação desse texto, a leitora Aline Domingos (graduada em química, estudante de engenharia de produção e que atua há 10 anos em controle de qualidade de alimentos) nos apontou que o produto no vídeo pode ser sorbato de potássio ou algum conservante similar.

“São utilizados na indústria alimentícia diversos tipos de conservantes. Este com certeza não foi bem dissolvido no processo ou entupiu algum bico injetor, o que ocasionou esta falha na qualidade deste lote. Nada de mais, nem perigoso”, afirmou. Deixamos mais essa hipótese porque é mais plausível do que “bolos envenenados”.

É importante citar que quase quatro anos se passaram e nenhum desdobramento (ou morte por paralisia) em relação ao biscoito turco ocorreu. A empresa passou por auditorias, processou quem espalhou a fake news e o produto Toppo continua sem chegar ao Brasil.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que há um biscoito da marca Toppo que veio da Turquia com comprimidos que “causam paralisia nas pessoas”. Não há qualquer caso real descrito e a história é mais uma fake news que está viralizando por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet