Traficantes do Morro do Dendê obrigaram moradores a torcerem para a Argentina e proibiram verde e amarelo por causa de Bolsonaro #boato

Boato – Vídeo mostra Morro do Dendê (RJ) com cores da Argentina, porque traficantes proibiram o verde e amarelo por causa de Jair Bolsonaro

Sem dúvida alguma, a Copa do Mundo em pleno final de ano trouxe um pouco de alegria e felicidade para muitos brasileiros. Além do ponto facultativo ou da liberação durante as partidas do Brasil, o sonho do hexa nunca esteve tão perto.

Nas quartas de final, Richarlison, Neymar e companhia têm conquistado os brasileiros com boas atuações e alimentado ainda mais o sonho pelo hexa. Mas nem tudo na Copa são flores, em especial, na torcida brasileira. Após um ano eleitoral intenso, o uso da amarelinha tem sido questionado.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, parece que algumas pessoas estão sendo obrigadas a abandonar a camisa verde e amarela. Pelo menos é o que diz a história de hoje. Segundo ela, traficantes do Morro do Dendê (RJ) teriam obrigado os moradores a torcer pela Argentina e proibido o verde e amarelo por causa do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o vídeo que acompanha a publicação, as ruas foram pintadas com as cores da seleção da Argentina e com o nome do país. Confira:

“Traficantes do morro do Dendê, no Rio de Janeiro, obrigam os moradores a torcerem para a Argentina, pois o verde e amarelo fazem alusão aBolsonaro. É ditadura da toga e do tráfico”.

Traficantes do Morro do Dendê obrigado moradores a torcerem para a Argentina e probiram verde e amarelo por causa de Bolsonaro?

A informação causou um verdadeiro burburinho nas redes sociais, em especial, no Twitter, no Instagram e no Facebook e deixou muitas pessoas revoltadas. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem do vídeo.

Ao se deparar com a publicação, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque ela possui diversas características de fake news, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, nos últimos anos, disseminadores de fake news estão compartilhando diversas histórias falsas envolvendo favelas. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que presos por “atentado” a Tarcísio, em Paraisópolis, estiveram com Lula no Complexo do Alemão. Também a que indicava que jovem que morreu em baile funk, em Paraisópolis, teria gravado vídeo com arma na mão e, por fim, a que apontava que um vídeo mostraria bandidos rendendo policiais em favela por causa de decisão do STF.

Ao pesquisar sobre o vídeo que acompanha a história, descobrimos que pessoas mal intencionadas pegaram um vídeo verdadeiro para inventar uma história falsa. A gravação viralizou na internet e chegou até em portais argentinos, que noticiaram todo o caso. As imagens foram gravadas na rua principal do Morro do Dendê, que fica localizado na Ilha do Governador (RJ). Os portais argentinos destacaram o enorme trabalho dos artistas que não só pintaram as ruas, mas também desenharam os rostos dos principais jogadores da Argentina e fizeram diversos outros desenhos referentes à Scaloneta (apelido carinhoso da seleção argentina, comandada pelo técnico Lionel Scaloni).

Porém, a situação não tem nada a ver com proibição de traficantes e muito menos com questões políticas. Toda a decoração foi feita para receber o evento conhecido como Argentina no Grau, realizado em vários lugares na Ilha do Governador (RJ). O evento é um encontro de motociclistas e apaixonados por motos que realizam apresentações e fazem diversas manobras ao longo do evento.

Como é possível observar nos registros do evento, existem diversas pessoas que comparecem ao encontro vestidas com a camisa do Brasil. O verde e amarelo não está proibido. Inclusive, há outras ruas no Morro do Dendê que foram decoradas com as cores da seleção brasileira. Na imagem, é possível ver diversas bandeirinhas penduradas sobre a via, a bandeira do Brasil pintada em uma parede e os rostos de alguns jogadores brasileiros desenhados em outra parede. Além disso, não existe qualquer menção ao presidente Jair Bolsonaro.

Em resumo: a história que diz que traficantes do Morro do Dendê teriam proibido os moradores de usarem verde e amarelo, por causa de Bolsonaro, e obrigado eles a torcerem pela Argentina é falsa! O vídeo usado como prova foi retirado de contexto e distorcido. De fato, a rua principal do Morro do Dendê (RJ) foi pintada com as cores da Argentina, inclusive com desenhos de jogadores da seleção argentina. Entretanto, a decoração não tem nada a ver com a Copa do Mundo. A decoração foi feita para receber o evento conhecido como Argentina no Grau, um encontro de motociclistas e amantes de motos que fazem apresentações e manobras. O evento é realizado em diversos lugares da Ilha do Governador (RJ). Além disso, outros pontos do Morro do Dendê possuem decoração com as cores do Brasil, inclusive, com desenhos dos rostos dos jogadores da seleção brasileira. Não há proibição do verde e amarelo. No próprio evento Argentina no Grau é possível ver pessoas com a camisa do Brasil. Por fim, não há nenhuma menção ao presidente Jair Bolsonaro em nenhuma publicação. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso