Tarcísio de Freitas grava áudio pedindo que pessoas fiquem nos quartéis, falando que há infiltrados e que intervenção vai acontecer #boato

Boato – Em áudio, Tarcísio de Freitas pede para que pessoas fiquem em frente aos quartéis e tenham paciência, porque Forças Armadas vão agir.

Os atos golpistas organizados por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que não aceitam o resultado  das eleições de 2022 seguem dando o que falar por aí. Mesmo um mês após as eleições, muitos deles continuam acampados em frente a quartéis ou organizando manifestações antidemocráticas.

Se isso não bastasse, no dia 12 de dezembro de 2022, diversos apoiadores de Bolsonaro realizaram atos de vandalismo. Além de tentarem invadir um prédio da Polícia Federal, houve a queima de um ônibus e alguns carros.

Confira também: Janja tirou foto com traficante? Saiba a verdade aqui!

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, o governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas, teria gravado um áudio, pedindo para que as pessoas fiquem nos quartéis. Segundo a publicação, Tarcísio teria dito que existem pessoas infiltradas no movimento que está na Esplanada e que a intervenção iria acontecer. Ainda segundo a publicação, Tarcísio teria afirmado que as Forças Armadas já está agindo e as coisas precisam ser feitas com paciência para evitar muitas baixas. Confira:

“Amigos, boa noite. Boa madrugada, na verdade. Eu quero dizer pra vocês o seguinte, eu sei que muita gente está desolada achando que nada vai acontecer. Que as Forças Armadas estão paradas. Nada disso. Amigos, está tudo acontecendo. Tem que entender uma coisa. Eu sei que se você analisar friamente você vai entender. Uma guerra de verdade com helicópteros, aviões, tanques com soldados e olha que muitos reservistas foram chamados. Essa coisa toda não é uma coisa simples não, gente. A gente está falando de uma guerra. Né? Onde países vizinhos vão tentar impedir que um ladrão vá pra cadeia. Tá? Muitas pessoas irão morrer com certeza. Numa guerra sempre tem muitas baixas.

Mas eu tenho ainda a visão de que as pessoas não entenderam. Elas estão apenas entendendo o que se prender dez ou vinte pessoas resolve tudo. Acontece que essas dez e vinte pessoas que vocês querem que prendam são aqueles que controlam todo o narcotráfico, seja no Brasil e no mundo afora, tá. São pessoas que estão extremamente ligadas, extremamente ligadas, prestem bem atenção, ao crime organizado. Não só no Brasil, mas no mundo. Então, meus amigos isso vai ter um desdobramento terrível. Não vai ser como aconteceu hoje em Brasília. Eu estou falando de coisas muito piores. Muito, muito, muito piores. Então, quando você estiver com falta de paciência, tente entender que você não conhece uma guerra de verdade. Você, às vezes, conhece guerra de videogame, aonde você vê ali uma atirando no outro e você também pode conhecer através de telejornais, de outros países. Agora, no Brasil? Não. No Brasil não. Só que nós estamos prestes a vivenciar isso. Infelizmente.

Por isso que as Forças Armadas não pode agir a nossa vontade, mas sim a deles. Porque eles estão lá nas fronteiras agora, organizando tudo isso. Eles estão espalhados pelo país pra conter a reação que virá dentro e fora do país. E eu sei que tem muita gente aqui que não está nem aí pra isso que eu estou falando agora. Só está pensando que tem que prender fulano e beltrano Mas não é assim que funciona. Tá? Mesmo que você não tenha paciência de esperar ou até mesmo ouvir esse áudio, eu digo pra você: as coisas estão acontecendo e vão acontecer. A questão da diplomação não impede o ladrão de ser preso, é até necessário de certa forma. Por quê? Se você procurar na Constituição, você verá que após a diplomação há quinze dias pra contestação. Acontece que as Forças Armadas já fez todo o processo pra contestar isso aí, no sentido de que pediu o código-fonte e foi impedida, né? Não foi entregue também. Existe toda uma questão burocrática que está em curso e que daqui a pouco, eu sei que com toda impaciência que você tem, você verá que as coisas vão se resolver, tá? É difícil falar pra quem tá sofrendo, eu sei que tem muita gente que tá há mais de 40 dias na rua, dormindo mal, comendo mal, tomando sol e chuva e eu não estou aqui pra falar que você está errado.

Não, eu sei que a falta de paciência que você tem, muitos tem. Eu mesmo em certo momento a gente fica assim né? Querendo é que as coisas acontecem mais rápido, mas se a gente parar pra pensar friamente e a gente vai ver com outros olhos o que está acontecendo, a gente vai entender que o tempo que está sendo preparado tudo isso, meus amigos, é pra evitar a quantidade de mortos que nós teremos pelo caminho. As baixas serão menores se a organização for melhor. Tá? Então, uma guerra não pode ser feita em 48 horas. Leva dias, semanas. Dependendo do caso meses. Mas a gente não vai ter esse tempo. Então, isso pode acontecer a qualquer momento. Peço que vocês orem bastante a Deus, tenham fé, tenham a paciência que eu sei que é complicado pedir paciência a essa altura do campeonato, mas tenham paciência, porque Deus há de agir, as Forças Armadas também. Tá? Agora fiquem atentos. A esquerda vai promover muito vandalismo, muita quebradeira, muita briga pra colocar na nossa conta dos conservadores. Então, tome cuidado, fiquem atentos, tá? É, evitem locais abertos, como a gente está falando da Esplanada dos Ministérios. Sempre falo da Esplanada, porque era previsível o que aconteceu hoje. Tá? Mantenha-se nos quartéis ou no Alvorada que seja, mas fique aonde você tenha proteção militar. Tá? E muito cuidado porque eles estão infiltrados mesmo, os esquerdistas estão infiltrados e prontos pra agir sempre que houver uma prisão e haverá outras, tá? Eles vão fazer o que fizeram. Depredação, vandalismo, queimar carros, ônibus Porque eles querem atribuir a nós todo vandalismo que eles fazem. Mas agora que você já sabe a estratégia deles mantenha-se vigilante. Tá? Deus abençoe”.

Tarcísio de Freitas grava áudio pedindo que pessoas fiquem nos quartéis, falando que há infiltrados e que intervenção vai acontecer?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no YouTube e causou frisson entre os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas e por detalhes em relação à voz.

Ao se deparar com a mensagem, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, histórias falsas que usam áudios atribuídos a personalidades e políticos não são novidade na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que Tarcísio Gomes de Freitas teria gravado um áudio sobre manifestações em frente aos quartéis. Também a que indicava que Janaína Paschoal teria gravado um áudio sobre fraude nas eleições e manifestações nas portas dos quartéis e, por fim, a que apontava que Michelle Bolsonaro teria gravado um áudio sobre o resultado das eleições e a derrota de Bolsonaro.

Ao analisar o áudio, percebemos que a voz não se trata do governador eleito por São Paulo, Tarcísio de Freitas. As vozes até se parecem, mas possuem diferenças em relação ao sotaque (Tarcísio é carioca e o seu sotaque é mais “chiado”) e ao tom de voz (o homem do áudio tem uma voz mais grave).

Percebemos também que o homem do áudio de hoje já teve outros áudios utilizados em fake news. Desmentimos uma delas aqui. Se isso não bastasse, o próprio conteúdo coloca a história em xeque. O posicionamento de Tarcísio de Freitas é diferente do homem do áudio.

Em uma entrevista recente, Tarcísio de Freitas afirmou não ser bolsonarista raiz e não quer entrar em uma guerra ideológica durante seu governo. Ele também indicou que compartilha das ideias econômicas do governo Bolsonaro, que é cristão, mas não está disposto a entrar em uma guerra cultural ou ideológica por isso. Bem diferente da pessoa do áudio, que fala em guerra e usar as Forças Armadas para contestar o resultado das eleições.

Por fim, as coisas ditas no áudio não fazem o menor sentido e não passam de choro e afirmações inconstitucionais. Não teremos intervenção militar, pelo simples fato de que se trata de um golpe militar e as eleições foram feitas de maneira democrática. Não há provas de que existem pessoas infiltradas na Esplanada. Pelo contrário, o que existe aqui são conteúdos falsos já desmentidos.

Em resumo: a história que diz que Tarcísio de Freitas teria gravado um áudio, pedindo para que as pessoas fiquem em frente aos quartéis e afirmando que a intervenção militar vai ocorrer é falsa! O homem que está no áudio não é o governador eleito por São Paulo, Tarcísio de Freitas. O sotaque e o tom de voz dos dois são diferentes. Se isso não bastasse, as coisas ditas no áudio não parecem em nada o governador eleito por São Paulo. Apesar de ter tido o apoio de Bolsonaro nas eleições, Tarcísio não se considerar um bolsonarista raiz e diz que se identifica com os ideais econômicos do governo Bolsonaro. Por fim as afirmações do áudio já foram desmentidas não só aqui no Boatos.org, como também em outros serviços de checagem. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso