Mundo entrará em guerra contra o Brasil, revela áudio #boato

Boato – Segundo áudio, Colômbia, Venezuela, FARC e todo o mundo vão entrar em guerra contra o Brasil. Rússia deve apoiar os brasileiros.

As eleições presidenciais brasileiras acabaram no dia 31 de outubro de 2022 com a vitória do ex-presidente (e agora presidente eleito) Luiz Inácio Lula da Silva. Mas para muitos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, o resultado não foi bem aceito.

Na verdade, o resultado não foi aceito por boa parte dos apoiadores de Bolsonaro. Após a divulgação da eleição de Lula, diversos bolsonaristas saíram às ruas, fecharam rodovias e começaram a acampar em frente a quartéis, pedindo por intervenção militar. Isso sem falar nas fake news que passaram a circular nas redes sociais.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com uma publicação que está sendo compartilhada por aí, o mundo vai entrar em guerra contra o Brasil. Segundo o áudio que acompanha a história, diversos comandantes que foram recentemente condecorados por Bolsonaro teriam dito, durante o evento, que estariam apenas esperando a ordem de Bolsonaro para entrar na guerra. Ainda segundo a história, a guerra teria sido iniciada pelas FARC, pela Colômbia e talvez pela Venezuela. De acordo com a publicação, o presidente da Rússia Vladimir Putin teria afirmado que ajudaria a defender o Brasil, caso a Venezuela decidisse atacar os brasileiros. Confira:

Versão 1: “A situação cara é um pouquinho pior viu? Por isso que está acontecendo toda essa movimentação, é por isso que está tendo essa, é essas entregas hoje eu assisti a entrega de agradecimento, né, é cumprimento do presidente pra os formados né? Os oficiais de alta patente que formaram generais, coronéis, brigadeiros de briga de Mariguerra que eles falam, né, que são oficiais próprios pra guerra, tá? Não é oficial que vai comandar fragata pra fazer treinamento, é pra guerra mesmo, todos eles foram. E aconteceu um fato estranho, cara, que que que ela tava é cumprimentando o pessoal e eu não vi ninguém muito feliz. Estava tudo muito sério e como é uma comemoração de felicitação, vive o povo também alegre e aí aconteceu um fato, de um casal, né? Que geralmente vem o oficial que foi graduado, né? E a esposa. Veio cumprimentar o Bolsonaro e a esposa dele, que é a esposa do Bolsonaro também tava junto, a primeira-dama.

E aí, cara, é a mulher não aguentou e chorou. A mulher do cara lá, do do comandante começou a chorar. A mulher está chorando porque o marido dela foi condecorado. Achei estranho. E aí o Bolsonaro abraçou ela, a a mulher do Bolsonaro abraçou ela também, as duas começaram a chorar. Aí veio o segundo casal e a mulher também veio se segurando, segurando, que chegou na frente do presidente também não aguentou e começou a chorar. E aí passou, ele abraçou ela, a mulher do da Michele e abraçou ela também e aí o Bolsonaro começou a chorar, cara. E aí, no final das das dos cumprimentos lá aparecem dois oficiais, um eu consegui pegar ele falando: é as suas tropas estão prontas. E aí fala mais alguma coisa que não deu pra entender. E aí o outro o oficial fala o seguinte: nós só estamos esperando o seu comando. Ele falou sério. Cara, te prepara, velho.

O negócio vai ficar bem tenso e isso daí, esse esse é normativo aí aconteceu a mesma coisa nos Estados Unidos, na Segunda Guerra Mundial, tá? Quando teve a Segunda Guerra, o país pegava as empresas de siderurgia, de metalurgia, tecnologia pra fabricar armamentos pra eles. Então, todo aço que entrava no país, ferro e minerais e minérios eram convertidos nas indústrias pra fabricar armamentos pro país e essa normativa é justamente pra isso, tá? Pra fazer com que, caso aconteça uma invasão estrangeira, o governo pode solicitar que todas essas indústrias trabalhem para o Exército e para as Forças Armadas. Resumo da ópera é isso, amigo. E eu acho que vai ser essa semana. Então, o negócio está bem tenso, viu? Está bem tenso e pelo jeito tem a ver com as FARC lá da da Colômbia, é desse povo aí de cima, tá? Venezuela, Venezuela acho que não vai entrar, tá? Que o Putin já falou com o Maduro pra ele ficar fora, se ele entrar, se o Putin, se o Maduro entrasse, o Putin vai entrar também pra defender o Brasil. Então, acho que o Maduo vai ficar quieto nesse ponto aí. Mas o resto, meu amigo, acho que vai entrar tudo contra o Brasil”. Versão 2: “ÁUDIO VIRALIZA EM REDES SOCIAIS ‘HAVERÁ GU3RRA, O MUNDO CONTRA O BRASIL’”.

Mundo entrará em guerra contra o Brasil, revela áudio?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e deixou muitas pessoas em alerta. Entretanto, a história não tem um pingo de verdade. A explicação fica por conta da falta de provas.

Nas últimas semanas, histórias falsas que misturam coisas cotidianas com ilações fora do contexto se multiplicaram nas redes sociais. A equipe do Boatos.org já desmentiu  inúmeras delas, como a que dizia que o decreto de mobilidade militar significa que o Brasil está sob tutela das Forças Armadas. Também a que indicava que a Venezuela teria declarado guerra contra o Brasil, em 2022, e, por fim, a que apontava que a bandeira em meio-mastro no Palácio do Planalto e em quartéis significa que o país está em guerra.

De fato, o presidente Jair Bolsonaro chorou durante a cerimônia de cumprimentos aos oficiais das Forças Armadas. E assim como mostra o vídeo, Bolsonaro foi abraçado pela companheira de um dos oficiais, que aparentava estar emocionada. Mas a verdade acaba por aí.

Não existe nada de guerra contra o Brasil. Simplesmente não existe nenhum indicativo de que países da América Latina entrarão em guerra contra o Brasil e muito menos que a Rússia apoiaria o nosso país. Vale lembrar que a Rússia já está travando a própria guerra contra a Ucrânia e passando por maus bocados. Muito provavelmente, essa história surgiu pelo contexto das eleições (ou melhor, pelas pessoas que não aceitam o resultado das eleições democráticas).

Após a cerimônia, alguns portais na internet até chegaram a especular os motivos por trás do choro de Bolsonaro. Enquanto uns afirmam que o choro e a tristeza foi pela derrota nas urnas, outros apontam que Bolsonaro teria chorado pela falta de apoio dos militares. Mas são apenas especulações e nenhuma delas tem a ver com guerra.

Em resumo: a história que diz que o Brasil vai entrar em guerra com o mundo todo é falsa! O áudio faz inúmeros apontamentos, mas não traz provas. Não existe nenhum indício de que o Brasil esteja em uma guerra ou entrará em uma. Além disso, o choro de Bolsonaro não teve nada a ver com guerra. As especulações são de que ele estaria triste pela derrota que sofreu nas urnas ou pela falta de apoio dos militares. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso