Leda Nagle e diretor da PF acabam de denunciar que ordem para matar Bolsonaro partiu do STF e Lula #boato

Boato – A jornalista Leda Nagle e o diretor da Polícia Federal Paulo Maiurino acabaram de fazer uma denúncia que pode provocar intervenção no país: a ordem para matar Bolsonaro partiu do STF e Lula.

É incrível como quem compartilha notícias falsas tem memória curta ou, pelo menos, gosta de ter memória curta. Uma das provas disso está na mais nova bomba (que nem é tão nova) que está circulando entre grupos contrários a Lula e o STF.

Um vídeo da jornalista Leda Nagle “denunciando” que o diretor da Polícia Federal Paulo Maiurino havia descoberto que o STF e Lula mandaram matar o presidente Jair Bolsonaro está circulando como se fosse recente e com o claro intuito de inflamar as pessoas para manifestações de 7 de setembro. Leia a mensagem que circula online (o vídeo não exibiremos aqui):

A ordem pra matar Bolsonaro partiu do STF e Lula! Diretor da policia federal Paulo Maiurino fez declaração que pode provocar uma intervenção no país, assistam! FONTE: Jornalista Leda Nagle Twitter do delegado Paulo Maiurino. Isso é verdade gente????

Leda Nagle e diretor da PF acabam de denunciar que ordem para matar Bolsonaro partiu do STF e Lula?

É muito estranho que o vídeo e a mensagem em questão tenham voltado a circular com força na internet. Falamos isso porque a denúncia não só é nova como também já foi desmentida pelas partes e por serviços de checagem.

Na realidade, tudo começou com a criação de perfis falsos do diretor da Polícia Federal em abril deste ano. Quando a história estourou, o Boatos.org fez um desmentido apontando que as publicações eram falsas. Relembre o que foi escrito na época.

O histórico de denúncias bombas vindas de contas duvidosas do Twitter já nos deixa muito desconfiados. Já desmentimos boatos de contas falsas do general Augusto Heleno, de Alexandre Ramagem, de Rodrigo Maia e de outras pessoas.

No caso da “denúncia” de Paulo Maiurino não foi diferente. Ao buscar pela conta, achamos algumas coisas estranhas. Além dos erros de digitação (um tanto quanto estranhos para um perfil oficial) e o tom extremista (que não condiz com o perfil do novo diretor-geral da PF), descobrimos que ela não está mais no ar (acessamos apenas via cache).

Mais uma busca e achamos essa notícia do blog de Bela Megale, no O Globo. Ela apontou que algumas contas falsas de Paulo Maiurino já haviam sido suspensas e que a assessoria de imprensa da Polícia Federal disse que a conta verdadeira dele é @Pmaiurino (conta que não tem qualquer publicação no Twitter).

Vale apontar que não há qualquer prova ou indício de investigação contra Lula ou ministros do STF no caso da facada de Adélio Bispo em Bolsonaro. Como já falamos algumas vezes aqui, as investigações concluíram (algumas vezes) que Adélio agiu sozinho no atentado durante a campanha eleitoral de 2018.

Infelizmente, Leda Nagle gravou, de acordo com ela mesmo, um vídeo falando sobre a publicação para um grupo fechado e sem a informação (que de acordo com ela mesmo, não tinha na época) de que o perfil era fake. Quando a informação errada veio à tona, ela mesmo fez a correção e pediu desculpas. Leia:

O Clube da Notícia é um grupo de conteúdo fechado onde toda noite eu comento as principais notícias do dia. Os membros do Clube têm vez e têm voz e trocamos informações checando coletivamente as notícias das mídias tradicionais e da internet. No sábado, entre outras notícias, eu li um tweet viralizado, na live fechada para o grupo do Clube da Notícia. Algum membro do grupo, por má fé ou porque ficou impactado pela notícia, pinçou um trecho de 2 minutos de uma live de 47 minutos e viralizou antes mesmo que eu tivesse voltado com a checagem completa da informação, até porque não tem live no domingo e isto só aconteceria às 20 horas de hoje na live aberta de toda segunda-feira, Lamento o ocorrido. Agora que vocês já conhecem o que aconteceu, peço desculpas. Leda Nagle

Como foi possível ver, não adiantou ter desmentidos porque o fake continuou circulando. Porém, a realidade é que não é verdade que Leda Nagle e um delegado da PF acabaram de denunciar que o STF e Lula mandaram matar Bolsonaro. A acusação é falsa, o perfil do delegado é fake e a fala da jornalista é antiga e já rendeu até um pedido de desculpas.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet