Paulo Maiurino, diretor da PF, denuncia que STF e Lula mandaram matar Bolsonaro #boato

Boato – Via Twitter, o diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, revelou que descobriu que STF e Lula mandaram matar o presidente Jair Bolsonaro.

Não é de hoje que contas falsas criadas em redes sociais fazem barulho por aí e fazem até pessoas influentes caírem na balela. A última das histórias utiliza o nome do novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino.

Um print atribuído a Paulo Maiurino aponta que ele descobriu que Lula e ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) mandaram matar o presidente Jair Bolsonaro. A conta que teria soltado a denúncia seria a @d_delegado. Leia o conteúdo da suposta denúncia:

Confira o desmentido em vídeo:

Hoje foi a quarta vez que derrubaram a minha conta! Recebi 16 ameaças de morte via email,várias mensagens aqui no Twitter entre outras coisas,isso porque não quero e não posso ser IMPARCIAL. Vocês querendo ou não, sou a favor de @jaribolsonaro. Aos que ameaçaram, eu sei onde estão E tenham certeza que vou colocar todos atrás das grades,seus petistas vagabundos.

Partiu daqui [STF] em conjunto com @LulaOficial e outros a ideia de matar BOLSONARO. Por enquanto, não posso dizer muito,mas vocês saberão… quem quiser pensar que é falsa a informação,fiquem à vontade,nos próximos dias saberão de muitas coisas! Deus abeçoe vocês Antes que caia novamente meu perfil vou dizer algo a vocês,elesquerem destruir @jairbolsonaro porém não vão conseguir porque mais da metade dos urubus de capa preta RECEBERAM PROPINA para acabar com o Pr. Nós próximos dias saberão de todas barbáries que ali acontecem.

Delegado da PF Paulo Maiurino denuncia que STF e Lula mandaram matar Bolsonaro?

O texto não demorou muito a se espalhar na internet. Além do “tuíte original”, vimos publicações em sites de apoio a Bolsonaro e um vídeo da jornalista Leda Nagle reverberando a denúncia. Porém, não houve qualquer denúncia por parte do diretor-geral da Polícia Federal.

O histórico de denúncias bombas vindas de contas duvidosas do Twitter já nos deixa muito desconfiados. Já desmentimos boatos de contas falsas do general Augusto Heleno, de Alexandre Ramagem, de Rodrigo Maia e de outras pessoas.

No caso da “denúncia” de Paulo Maiurino não foi diferente. Ao buscar pela conta, achamos algumas coisas estranhas. Além dos erros de digitação (um tanto quanto estranhos para um perfil oficial) e o tom extremista (que não condiz com o perfil do novo diretor-geral da PF), descobrimos que ela não está mais no ar (acessamos apenas via cache).

Mais uma busca e achamos essa notícia do blog de Bela Megale, no O Globo. Ela apontou que algumas contas falsas de Paulo Maiurino já haviam sido suspensas e que a assessoria de imprensa da Polícia Federal disse que a conta verdadeira dele é @Pmaiurino (conta que não tem qualquer publicação no Twitter).

Vale apontar que não há qualquer prova ou indício de investigação contra Lula ou ministros do STF no caso da facada de Adélio Bispo em Bolsonaro. Como já falamos algumas vezes aqui, as investigações concluíram (algumas vezes) que Adélio agiu sozinho no atentado durante a campanha eleitoral de 2018.

Resumindo: a história que aponta que o diretor-geral da PF, delegado Paulo Maiurino denunciou que o STF e Lula mandaram matar Bolsonaro é falsa. Apesar de pessoas influentes terem caído na balela, o perfil em questão é fake.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3tP2fIR
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet