Jovem se esfaqueia para provar que facada de Bolsonaro é falsa e morre #boato

Boato – Um homem chamado Denilson morreu em Bom Lugar (MA) ao se esfaquear. Ele queria provar para amigos que facada em candidato Jair Bolsonaro foi falsa.

Cono é possível perceber, desde quando Adélio Bispo de Oliveira entrou no meio de uma multidão e tentou matar o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), a internet não parou de soltar informações falsas relacionadas ao tema (já está até na hora de a gente criar uma lista). A mais nova remete ao estado do Maranhão. Mais exatamente a uma cidade chamada Bom Lugar.

De acordo com uma mensagem que viralizou no WhatsApp, um pedreiro chamado Denilson morreu de uma forma, digamos , insólita. Ele, convencido de que Bolsonaro teria forjado o atentado, se esfaqueou para “provar para amigos”. Leia o texto que circula online (que, ao final, tem um link para um site):

Jovem se esfaqueia para provar que facada de Bolsonaro foi falsa e acaba morrendo. Um homem inconformado por a facada de Bolsonaro não ter saído sangue resolve se esfaquear e provar para os amigos que a facada foi falsa, após se alto desferir a facada, Denilson Lopes não resistiu ao ferimento e acabou vindo a óbito.

Foi durante uma discussão entre amigos na rua, em frente a residencia onde Denilson mora, em Bom Lugar-MA que o jovem revoltado resolveu se esfaquear para provar que uma facada de verdade sai sangue, o jovem acabou tendo razão pois a sua facada teve bastante sangramento mas lastimávelmente Denilson não resistiu e acabou morrendo.

Nas Redes Sociais o jovem vinha acompanhando o acontecimento e sempre criticando e suspeitando do fato da facada do candidato Bolsonaro não ter saído sangue, eles compartilhou diversas noticias afirmando que a facada foi FAKE. Denilson era pedreiro, solteiro e não tinha filhos, a família do jovem está bastante abalada e não quis falar com a imprensa.

Jovem se esfaqueia para provar que facada em Bolsonaro é falsa e morre?

De fato, as pessoas estão ficando enlouquecidas com tanta boataria na web. Mas será mesmo que a história chegou a esse ponto e um “xovem” se matou no Maranhão? Claro que não. A gente nem leu o texto e já sabia que era boato. Foi só olhar o link ao final da mensagem para descobrir que estamos diante da quarta fake news viral no WhatsApp lançada pela mesma pessoa (ou grupo de pessoas). Calma aí que a gente explica tudo certinho.

Sim, amigos: o link que está ao final da mensagem é de um site que solta deliberadamente notícias falsas para ganhar audiência e se utiliza de “textões” do WhatsApp para isso. Desde a “facada”, saiu de lá a tese dos R$ 350 mil para Adélio Bispo de Oliveira, que Maria do Rosário já havia pago advogados e que Adélio Bispo apanhou na prisão.  Já com isso em mente, fomos fazer o nosso “procedimento padrão”: analisar a mensagem, ver se algum veículo de mídia confiável havia dado a informação e buscar mais detalhes sobre os elementos citados.

Para começar, a mensagem tem as principais características de boatos online (os autores da fake news parece que descobriram a “fórmula do sucesso”). A história é vaga (não há sequer o sobrenome do sujeito ou a data), alarmista, com erros de português (poucos desta vez. Não dá para dizer que esse pessoal não está se esforçando) e não cita fontes confiáveis (como é possível ver, o site não é uma fonte confiável). Só faltou o pedido de compartilhamento para fechar o pacote.

Ao buscar mais informações sobre o caso, nada encontramos. Com exceção desse mesmo texto, não há nenhuma informação que endosse que a história seja verdadeira. Só para encerrar, resolvemos buscar a origem da foto (que seria a “prova do crime). E aí tivemos a ajuda do leitor Ubirajara do Nascimento Rodrigues.

Via WhatsApp, o nosso estimado leitor nos avisou que a foto é, na realidade, de um caso que ocorreu em Rondônia no ano de 2016. Na ocasião, um homem de 28 anos foi morto após uma discussão em um bar de um bairro de Porto Velho. Ou seja, a foto não tem nada a ver com Bolsonaro.

Resumindo: a história que aponta que um homem se matou após tentar provar para amigos que o atentado contra Bolsonaro era forjado é falsa. A notícia surgiu em um site de fake news e as imagens são de um crime ocorrido em 2016. Boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Jovem se esfaqueia para provar que facada de Bolsonaro é falsa e morre #boato

  • 11/09/2018 em 08:54
    Permalink

    Pelo que parece as fontes aqui também não parece ser tão confiáveis. Vendo esse errão de cara já no começo (CoNo é difícil perceber, desde quando Adélio…). Fiquei até sem saber em que acreditar!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)