Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Greve geral vai ocorrer 11 de junho e vai parar o Brasil até o impeachment de Lula #boato

Greve geral vai ocorrer 11 de junho e vai parar o Brasil até o impeachment de Lula #boato

Greve geral vai ocorrer 11 de junho e vai parar o Brasil até o impeachment de Lula, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Greve geral ocorre no dia 11 de junho no Brasil e vai parar o país até que Lula, Alckmin, Pacheco e Moraes sofram impeachment

Em 2018, a greve dos caminhoneiros paralisou o país. Na ocasião, milhares de motoristas interromperam seus trabalhos e fecharam rodovias para protestar contra o aumento no preço do óleo diesel e pela fixação de uma tabela mínima para os valores de frete.

A paralisação levou 10 dias e causou a interrupção da distribuição de combustíveis, alimentos e insumos médicos. Por conta disso, qualquer rumor sobre uma nova paralisação geral causa arrepios em boa parte dos brasileiros.

E de acordo com uma história que começou a circular nas redes sociais, uma nova greve geral deve atingir o país nos próximos dias. Segundo a história, a greve geral vai ocorrer no dia 11 de junho de 2023 em todo o Brasil. Ainda segundo a publicação, o objetivo da paralisação é o impeachment de Lula, Alckmin, Rodrigo Pacheco e Alexandre de Moraes. De acordo com a publicação, a greve geral deve reunir caminhoneiros, agricultores, empresários, trabalhadores e inconformados. Confira:

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

“ÚLTIMA GRANDE GREVE GERAL. COMPARTILHE. ATÉ IMPEACHMENT DE LULA, ALCKMIN, PACHECO E MORAES. CAMINHONEIROS, AGRICULTORES, EMPRESARIOS, TRABALHADORES, INCONFORMADOS. INÍCIO 11 JUNHO. Regras para manifestações, visando coesão, sem exceção: A. CONCENTRAÇÃO EXCLUSIVAMENTE NAS CAPITAIS; B. MANIFESTAÇÃO APENAS ENQUANTO DE DIA; C. PROIBIDO CARRO DE SOM OU PALANQUES (USE MEGAFONE); D. DEPREDADORES SERÃO IMOBILIZADOS (ENTREGUE A POLÍCIA); E. EXPRESSAMENTE PROIBIDO HOSTILIZAÇÕES. – É constitucional e já funcionou contra Dilma! – Quem não for, boa sorte sendo escravo do narcosocialismo! FORÇAS ARMADAS, SEM O POVO VOCÊS TAMBÉM PERDEM!”.

Greve geral vai ocorrer 11 de junho e vai parar o Brasil até o impeachmente de Lula?

A informação viralizou rapidamente nas redes sociais, em especial, no Twitter e causou uma certa inquietação na internet. Entretanto, a história não é real. A explicação está na falta de provas e indícios de que a tal greve vai ocorrer.

Nos últimos anos, a internet foi inundada com histórias falsas sobre supostas greves gerais que prometiam paralisar o Brasil. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que os supermercados não seriam abastecidos em janeiro de 2023 por causa da greve geral. Também a que indicava que uma greve geral contra Lula e a favor da intervenção militar iria parar o Brasil em janeiro de 2023 e, por fim, a que apontava que a greve dos caminhoneiros de 2023 teria começado em Paranavaí e iria parar o Brasil.

Ao analisar a história, logo de cara percebemos alguns detalhes que colocam a história em xeque. Em 2018, a greve dos caminhoneiros ocorreu por conta da organização de uma classe em torno de uma pauta comum que afetava diretamente o trabalho de diversos motoristas. A chance de uma greve geral, reunindo diversas classes, em torno de uma pauta política é quase impossível de acontecer. Inclusive, os líderes dos caminhoneiros condenaram a participação de alguns motoristas em ataques contra a democracia.

Além disso, não é de hoje que fake news sobre supostas greves gerais estão circulando na internet. E em, basicamente, todas essas histórias, as mobilizações não aconteceram ou, quando aconteceram, reuniram poucas pessoas que não conseguiram fazer barulho suficiente.

Como explicamos anteriormente, as greves acontecem por meio de demandas de classe e são organizadas por entidades de classe, o que não é o caso da história de hoje. Ou seja, a chance de todas as classes citadas pararem é nula. Além disso, ao contrário do que a publicação aponta, não foi uma greve que derrubou a ex-presidente Dilma Rousseff. O que ocorreu na época foi um movimento político que se ancorou em movimentações populares sobre as mais diversas causas e culminou no impeachment de Dilma.

Por fim, ao analisar a fonte de toda essa história, descobrimos que a página que criou a narrativa costuma publicar informações fictícias. Na própria descrição da página é possível ler que o espaço se trata de uma “revista fictícia e atemporal, com foco em ironia e meias verdades”. Ou seja, a própria página já alerta sobre seu caráter irônico e sem compromisso com a realidade.

Em resumo: a história que diz que uma greve geral deve ocorrer no dia 11 de junho de 2023 e vai paralisar o Brasil até o impeachment de Lula é falsa! Não é de hoje que esse tipo de história circula na internet e, no final das contas, ou a greve não ocorre ou apenas poucas pessoas se mobilizam (e não conseguem ter o impacto desejado).

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm