Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > General Luís Gomes de Mattos, do STM, escreve carta em que decreta invalidade das eleições e fechamento do Congresso e STF #boato

General Luís Gomes de Mattos, do STM, escreve carta em que decreta invalidade das eleições e fechamento do Congresso e STF #boato

General Luís Gomes de Mattos, do STM, escreve carta em que decreta invalidade das eleições e fechamento do Congresso e STF, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – O general Luís Gomes de Mattos, do STM, decretou, em carta, a invalidade das eleições de 2022 e o fechamento do Congresso e do STF.

Quando parecia que o movimento golpista (após a convocação para greve de caminhoneiros, como prevíamos, “flopar”) iria perder força na internet, uma série de fake news sobre “movimentações atípicas” começaram a pulular na web. A última que tivemos acesso aponta para uma suposta “medida drástica” do STM.

Uma suposta “carta-decreto” assinada pelo general Luis Gomes Mattos, do STM, está circulando na internet com a ordem de que as eleições de 2022 seriam invalidadas, o Congresso (Senado e Câmara) seriam fechados e o STF seria dissolvido.

“Superior Tribunal Militar General Luis Gomes Mattos  Pres. STM Carta registrada O poder emana do Povo Brasileiro. Justiça e liberdade”, diz uma das mensagens que acompanham a carta em questão. Leia o conteúdo do arquivo:

Superior Tribunal Militar Decreto 9.735/2 Publicado 2 de Novembro de 2022 I Edição 41 Página 37 1 Seção 2 Parágrafo Único: Por meio deste a Corte do Superior Tribunal Militar sob o comando e presidência do Generalissimo Luis Gomes Mattos declaram a invalidade das eleição presidenciais ocorridas no dia 30 de Outubro do ano de nosso Senhor 2022 comprovada a fraude em amis de 234 seções eleitorias que tornam a lizura do processo democrático inválida e portanto dissolvemos o Congresso Nacional, o Senado Federal e Supremo Tribunal Federal mantendo o Chefe do Executivo Jair Messias Bolsonaro como lider do partido provisório (Partido Integralista Brasileiro) até que ocorram novas eleições. 15 de Novembro REPUBLICA FEDERATIVA General Luís Gomes Mattos Pr. Superior Tribunal Militar

General Luís Gomes de Mattos, do STM, escreve carta em que decreta invalidade das eleições e fechamento do Congresso e STF?

Vídeo: não é verdade que borra de café seja a melhor solução mosquito da dengue

A carta se espalhou com tudo, principalmente em aplicativos de mensagens de bolsonaristas. Porém, não é verdade que o general Luis Gomes Mattos escreveu o tal decreto. Na realidade, trata-se de uma nova versão que o Boatos.org desmentiu no mês passado. Relembre o que escrevemos:

O falso decreto está na seara das fake news usadas para tumultuar o processo eleitoral e incentivar a recusa dos resultados e intervenção militar. Por aqui, no Boatos.org, já aparecem histórias sobre o banco Itaú, Auditoria da Argentina e documentos das Forças Armadas.

Parece óbvio, mas muita gente não entende que essa não é uma atribuição do STM, que é um órgão da Justiça Militar do Brasil e, por isso, está restrito ao julgamento de crimes militares previstos no Código Penal Militar. Apesar disso, buscamos pelo decreto e não encontramos nenhuma notícia na imprensa ou em canais oficiais do Tribunal.

O documento é assinado por Luís Gomes Mattos. Porém, Gomes Mattos não é o presidente do STM. No site da Corte Militar é possível confirmar a atual composição do Tribunal, que apresenta como presidente o ministro general do Exército Lúcio Mário de Barros Góes. Luís Gomes Mattos se aposentou em julho de 2022, como mostra essa matéria da Folha de São Paulo. Inclusive, em seu último discurso como presidente, ele afirmou que a condução do processo eleitoral é de responsabilidade da Justiça Eleitoral, e não das Forças Armadas.

Para piorar, a versão “dezembro de 2022” consegue ser pior do que a versão “novembro de 2022”. Além de ser falsa, a “carta” tem erros crassos de português como nas palavras “amis” (que seria mais), “eleitorias” (eleitorais) e “lizura” (lisura). Um decreto não sairia com tantos erros.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o general Luís Gomes de Mattos, do STM, escreveu uma carta em que decretou a invalidade das eleições e o fechamento do STF e Congresso. Trata-se de uma nova versão de uma fake news que desmentimos em novembro deste ano.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso