Diogo Mainardi escreve texto “atire no 1º turno” e pede votos para Bolsonaro #boato

Boato – Diogo Mainardi publica texto “atire já no 1° turno” no site “Porta de Privada” e defende voto em Jair Bolsonaro (PSL) no primeiro turno.

Textos apócrifos, eleições e famosos. Esses tópicos já fazem parte da rotina diária do Boatos.org (pelo menos até o fim do período eleitoral). Estão aí Luis Fernando Verissimo, Olavo de Carvalho e Arnaldo Jabor que não nos deixam mentir. No caso de hoje, o personagem da vez é o jornalista Diogo Mainardi.

Circula no Facebook e WhatsApp, um texto assinado por Diogo Mainardi, no qual o jornalista estaria pedindo votos para o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). O texto, intitulado “atire já no primeiro turno”, explica o porquê do voto em Bolsonaro.

Ao final do texto, ele compara o voto no candidato do PSL apenas no segundo turno a uma “traição contra o Brasil”. A mensagem aponta, ainda, que o texto foi publicado no site Porta de Privada, que seria do jornalista. Leia o que diz o texto:

Opinião de Diogo Mainardi no site dele Porta de Privada! ATIRE JÁ NO PRIMERO TURNO. Se acordar no meio da noite e surpreender um intruso na sua casa – e você estiver armado – atire direto no indivíduo, ainda que ele esteja de costas. É isso que as revistas americanas de armas ensinam a seus leitores. Não dê moleza, não hesite. Atire antes. Pois o bandido está preparado e você não. Você tem princípios éticos e humanitários…podendo assim perder segundos vitais. Então ele poderá se voltar e num reflexo, apertar o gatilho de sua arma. E você, babau. Nunca o previna com ordens do tipo “mãos ao alto”. Sua vida está em risco. Não bobeie.

É a mesma situação nas eleições. Não dá para deixar chance para o inimigo…e só atirar nele no segundo turno. Porque aí você já terá perdido seu momento e talvez não possa mais virar o jogo. Ouço pessoas dizerem: “vou no Amoedo, no Alckmin…e no segundo turno voto no Bolsonaro.” Ora, aí então serão todos contra um. Os partidos do Centrão e seus candidatos de esquerda vão-se juntar num rolo compressor e tentar de tudo. […]

Deixar para votar no Bolsonaro e só no segundo turno é…é…quase uma traição contra o Brasil. Temos que jogar o pt fora do ringue já no primeiro round. E começar já a limpeza política que o país precisa desesperadamente.
Fatos não faltam para explicar a crise que nos causa tanto sofrimento. Falta, quem sabe, coragem cívica.

Diogo Mainardi escreve texto “atire no 1º turno” e pede votos para Bolsonaro?

Textos e declarações polêmicas atribuídas a famosos são sinônimos de viralização. É óbvio que, neste caso, a história não foi diferente. Mas será mesmo que foi Diogo Mainardi que escreveu o texto “atire já no 1° turno”? A resposta é não. Entenda os porquês.

Antes de falar sobre a “autoria do texto em si”, precisamos esclarecer algumas coisas. A primeira é que Mainardi é jornalista do site Antagonista e suas únicas atividades profissionais fora do portal são a participação no programa Manhattan Connection, da Globo News, e na Revista Crusoé.

A segunda é que não há nenhum registro de um site chamado “Porta de Privada”. Aliás, a página nem existe, o que existe é um grupo do Facebook. A terceira é que, apesar de o jornalista se declarar “antipetista”, Mainardi nunca declarou apoio a Jair Bolsonaro. Seria estranho o fazer repentinamente e de forma tão incisiva.

Já com essa pulga atrás da orelha, fomos analisar o conteúdo em si. Ao buscar pelo texto nos canais oficiais do jornalista, descobrimos que não há sequer uma linha sobre o assunto. Mais uma “vasculhada” sobre o assunto e descobrimos que a publicação é, na realidade, de Enio Mainardi.

O publicitário, pai do jornalista, teve o texto publicado no grupo do Facebook “Porta de Privada” no dia 1° de setembro (com a devida citação). Um dia antes, ele havia publicado em seu perfil pessoal o texto de apoio a Bolsonaro. Alguns dias depois, três para ser mais exata, o nome de “Diogo” brotou.

Resumindo: o Portal de Privada não é site, é um grupo do Facebook e o autor do texto não não é Diogo Mainardi, é Enio Mainardi. Ou seja, apesar de a publicação apontar o jornalista como autor, o texto não é dele. Quer dizer, trata-se mais um #boato sobre as eleições que circula por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.