Arnaldo Jabor diz que Bolsonaro não é o candidato ideal, mas que vai votar nele #boato

Boato – Jornalista Arnaldo Jabor escreve texto no qual diz que, apesar de “Bolsonaro não ser o seu candidato ideal”, vai votar nele como “voto útil para derrotar a esquerda”.

Temos um vencedor! Calma gente, não estamos antecipando o resultado final das eleições deste (ninguém é capaz de fazer isso no momento). Estamos falando que, sem dúvida, a figura que mais tem aparecido em textos apócrifos nos últimos tempos já está definida: é a de Arnaldo Jabor (já estamos esperando pelo texto que vai dizer que ele escreveu uma “carta para o Diário de S.Paulo”).

Só neste ano, Jabor já teve o nome atribuído a texto exaltando os militares, os gaúchos e João Amoêdo (sem contar os textos antigos). O que estava faltando? Sim, um texto de Arnaldo Jabor elogiando Jair Bolsonaro.

Pois bem. De acordo com uma mensagem que está viralizando no Facebook e no WhatsApp, Arnaldo Jabor teria falado que, apesar de Bolsonaro não ser o “candidato ideal”, irá votar no político do PSL para conseguir “derrotar a esquerda”. Leia o texto que circula online (uma espécie de autoentrevista):

Por Arnaldo Jabor: Bolsonaro é o meu candidato ideal? Não. Mas vou votar nele? Vou. Como eu classificaria o meu voto? Voto útil Existem candidatos com mais experiência que ele no executivo?Sim. Então por que vou votar no Bolsonaro? Porque o meu voto é contra a esquerda. Porque ele é a única opção que tenho! Ele é o único candidato que tem a chance real de derrotar a esquerda já no primeiro turno! Então o meu voto é dele desde o primeiro turno. Ele está na politica tempo o suficiente e não se deixou corromper.

E por que eu não quero a esquerda no poder? Vocês já se esqueceram do desastre dos 14 anos do governo do PT-Lula-Dilma que nos levaram a pior recessão econômica do Brasil? Se eu gostaria de votar no Amoêdo? Sim. Mas só voto no Amoêdo se ele passar à frente do Bolsonaro na intenção de voto! Caso contrário, estarei jogando o meu voto fora. Estarei favorecendo a esquerda.

Qual a mudança que eu promovo votando no Amoêdo? Nenhuma! O Amoêdo não tem chance de ultrapassar o Bolsonaro na liderança de intenção de voto! Portanto, votando no Amoêdo, estarei enfraquecendo o único candidato que tem condições de derrotar a esquerda já no primeiro turno, Bolsonaro! Votando no Amoêdo estarei ajudando a esquerda chegar ao segundo turno, e até mesmo ajudar a esquerda a vencer as eleições. É como se eu votasse em branco, anulasse o meu voto, não ir votar!

Por que temos que nos unir? Porque é isso que faz a esquerda, ela é unida! A esquerda vota em massa em qualquer candidato, NÃO IMPORTA QUEM, desde que seja de esquerda! A esquerda não vota em branco, não anula voto, não deixa de ir votar! A esquerda vota em massa em qualquer candidato, NÃO IMPORTA QUEM, desde que seja de esquerda! #ELEIÇÕES2018

Arnaldo Jabor disse que Bolsonaro não é o candidato ideal, mas que vai votar nele?

É óbvio que, da forma que as redes sociais estão “enlouquecidas”, não iria demorar para mais este texto “de Arnaldo Jabor” viralizar online. Mas será mesmo que ele resolveu declarar que vai votar em Bolsonaro? Claro que não! Para você entender tudo, vamos aos fatos.

O primeiro ponto que nos leva a crer que se trata de um boato está na própria figura citada. Arnaldo Jabor aparece como autor de tanto texto falsamente atribuído a ele que, só de ler o seu nome, já ficamos desconfiados.

Já com essa pulga atrás da orelha, analisamos o conteúdo em si. De cara, percebemos que assim como outros textos atribuídos a ele, a mensagem tem alguns erros de português (sem contar os “gerundismos”) que faz as chances de que ele seja o autor diminuírem. Por que um jornalista experiente escreveria um texto com termos como “politica”, “esterei ajudando”, “estarei enfraquecendo” etc?

Para tirar as dúvidas, procuramos pelo tal texto nos canais oficiais de Jabor e, como era de se imaginar, nada encontramos. Além de não acharmos o texto citado, achamos algumas críticas ácidas de Jabor a Bolsonaro. Neste comentário (de agosto deste ano), ele diz que as pessoas querem votar nele para “se vingar do Brasil”. Em um mais antigo, ele chega a falar que Bolsonaro um “reacionário básico. Um facistinha puro”. É difícil acreditar que Jabor declarasse o voto depois disso.

Já deu para ver que o texto não é de autoria de Arnaldo Jabor. Mas então de quem é? Como na maioria dos textos que circulam na internet, ele surgiu como “anônimo” em redes sociais e depois ganhou a “autoria” de um famoso. Em nossas buscas no Facebook, vimos registros da mensagem sem assinatura em 22 de agosto de 2018. Em 25 de agosto de 2018, a mensagem ganhou uma palavra: “REFLEXÃO”. Alguns dias depois, o nome de Jabor “brotou”.

Resumindo: assim como em inúmeros outros casos que desmentimos aqui, o texto que recomenda o voto em Jair Bolsonaro não é de autoria de Arnaldo Jabor. Além de o texto não (aparentemente) se encaixar com as ideias do jornalista, ele surgiu como anônimo e só depois “ganhou” um autor. Balela!

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)