Datafolha não aceita eleitores de Bolsonaro em pesquisa eleitoral, prova vídeo #boato

Boato – Vídeo mostra entrevistador do Datafolha se negando a falar com eleitores de Bolsonaro em pesquisa eleitoral.

As pesquisas de intenção de votos são um parâmetro para avaliar muito bem a temperatura das eleições. Esse é o caso da empresa Datafolha, que já está há algum tempo no mercado e possui uma metodologia confiável.

Logo após o 7 de setembro de 2022, o Datafolha divulgou uma pesquisa onde mostrava que Lula possuía 45% das intenções de votos no primeiro turno, contra 34% de Bolsonaro. Nesta quinta-feira, dia 15 de setembro de 2022, a empresa vai divulgar uma nova pesquisa de intenção de votos para as eleições de 2022.

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, a Datafolha não aceitaria que eleitores do presidente Jair Bolsonaro respondessem às pesquisas eleitorais. Segundo a publicação,

Versão 1: “Não aceita bolsonarista, tá aqui ó. Se você é bolsonarista, ela não aceita. Ela só aceita do Lula aqui ó. Datafolha. Qual é o teu nome, moça? Deixa eu filmar aqui você. Aqui ó, se escondendo ó. Datafolha, ó. Fazendo a pesquisa que não … Ó o Lula lá. Você vai tomar o celular? Vai me agredir? Aí ó, Datafolha. Tá vendo, ó? Ela não faz… Se for Lula ela não faz a pesquisa, se for Bolsonaro não faz a pesquisa. Ó ela fugindo aqui ó. Tá fugindo, ó. Ela não faz a pesquisa, tá se escondendo. Datafolha aqui, ó. Tá vendo aí, ó. Se escondendo. Se for Bolsonaro, se for Bolsonaro… Olha lá correndo. Ó, Datafolha. Eu fui colocar lá que era Bolsonaro e eles não aceitaram não. Canalhas! Sujos! Folha de São Paulo. Olha o canalha lá, ó. Se escondendo. Olha lá correndo, ó. Olha lá correndo. Datafolha. Se escondendo, ó. Se você falar que é Bolsonaro, ó, ele corre, ó. Correu. Datafolha, correu. A mentira, a farsa, a falcatrua, a pilantragem do Datafolha, Folha de São Paulo. Canalhistas. Tem um monte de gente aqui que é Bolsonaro”.

Versão 2: “LULA Paga Data Folha para não aceita os leitores do Bolsonaro”. Versão 3: “ATENÇÃO URGENTE!!!!! FOI DESCOBERTO COMO FUNCIONA AS PESQUISAS DATAFOLHA NAS RUAS!!!!”. Versão 4: “Isso explica o resultado das pesquisas né. Fica a pergunta ao @TSEjusbr : essa metodologia está prevista ? É válida? As pesquisas são verificadas ? Isso se encaixa em fraude ? O pesquisador tem direito de se recusar ?”. Versão 5: “Ollha isso  patriotas,  aos poucos  vamos  descobrindo  as  mentiras  do data  Folha”.

Datafolha não aceita eleitores de Bolsonaro em pesquisa eleitoral, prova vídeo?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e no Facebook e deixou muitos bolsonaristas revoltados. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas e pela origem da informação.

Ao analisar a mensagem, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, não é de hoje que histórias falsas sobre pesquisas eleitorais circulam na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que a sede da Datafolha ficar no endereço do PSOL. Também a que indicava que um áudio de Mauro Paulino, diretor da Datafolha, sobre fraude nas pesquisas eleitorais teria vazado na internet e, por fim, a que apontava que pesquisas da Datafolha de 2018 não teriam registro no site do TSE.

Se isso não bastasse, o vídeo usado como prova não prova nada. Muito pelo contrário, o vídeo só mostra como a pesquisa tem rigor metodológico. Após o caso ganhar visibilidade, a Datafolha emitiu um comunicado explicando a situação. De acordo com a empresa, as pesquisas eleitorais seguem uma metodologia de coleta aleatória. Dessa forma, pessoas que se oferecem para responder a pesquisa devem ser, obrigatoriamente, negadas (uma vez que ferem o princípio da aleatoriedade). Ainda segundo a Datafolha, os materiais coletados pelos pesquisadores são checados e, caso ele não obedeça essa regra, todos os questionários preenchidos por esse pesquisador serão cancelados automaticamente.

Nesta quarta (14), viralizou um vídeo de uma pesquisadora gravada por bolsonaristas no dia anterior na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo. “Se você é bolsonarista, ela não aceita, só aceita do Lula”, diz o autor do gravação, que usa outras expressões como: “Datafolha lixo”, “pilantragem do Datafolha”, “canalha”, “sujo”, “mentira”, “falsa”, “falcatrua”.

Os pesquisadores do instituto recebem um treinamento padronizado, que determina que pessoas que se oferecem para serem entrevistadas devem ser obrigatoriamente evitadas, para que a amostra seja aleatória.

Por fim, a tese não faz o menor sentido. Em 2018, quando o então candidato Jair Bolsonaro venceu as eleições, as pesquisas eleitorais realizadas pela Datafolha mostravam que Bolsonaro estava à frente na intenção de votos dos eleitores. Além disso, as pesquisas atuais mostram Bolsonaro com uma quantidade razoável de votos (ou seja, os pesquisadores entrevistam sim eleitores do presidente Jair Bolsonaro).

Em resumo: a história que diz que um vídeo mostra que as pesquisas da Datafolha não entrevistam eleitores do presidente Jair Bolsonaro é falsa! A metodologia adotada pela Datafolha consiste em pesquisas aleatórias. Dessa forma, é terminantemente proibido entrevistar pessoas que se ofereçam para responder a pesquisa. Dessa forma, o vídeo não prova que os pesquisadores não entrevistam eleitores do Bolsonaro, mas sim que a pesquisa é rígida. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso