Bolsonaro publicou tuíte de apoio a Pezão e Aécio em 2014 #boato

Boato – Em 2014, Jair Bolsonaro publicou tuíte pedindo para cariocas “darem uma chance” a Pezão e Aécio Neves nas eleições.

A internet pode ser considerada aquele arquivo onde a gente sempre encontra diversas informações e até aquelas postagens que pensamos que já nem existiam mais. E quem nunca ouviu aquele ditado: se caiu na internet, vai permanecer lá para sempre?

Pois bem, isso vale tanto para coisas que gostaríamos de deixar lá quanto para aquelas postagens que queríamos que não tivessem existido. E segundo publicações nas redes sociais, parece que Bolsonaro está sendo criticado por publicações antigas nas redes sociais.

De acordo com as publicações, Bolsonaro teria feito um post no Twitter, em 2014, pedindo apoio para Pezão e Aécio Neves. No tuíte, o presidente eleito teria pedido para que cariocas dessem “uma chance” para Pezão (preso no dia 29 de novembro de 2018 na Operação Boca de Lobo) e afirmado que Aécio representa a honestidade que o Brasil precisa. Confira o conteúdo da postagem:

O povo do Rio de janeiro deve dar uma chance a Pezão como governador para ele dar continuidade ao legado de investimentos iniciado por Cabral. Com relação ao 2°turno da eleição federal, Aécio representa a honestidade que o Brasil precisa.

Bolsonaro publicou tuíte de apoio a Pezão e Aécio em 2014?

É claro que a publicação “recuperada” causou frisson na internet e deixou muitos internautas furiosos (principalmente os cariocas). Mas será que Bolsonaro teria realmente pedido apoio publicamente aos dois candidatos em 2014? A resposta é não. E se você quiser mais detalhes, continua lendo.

Vamos lá! Essa coisa de “desenterrar” tuítes antigos é um clássico em boatos na internet. Nesse ano mesmo, tivemos o exemplo do tuíte onde Haddad teria elogiado a “revolução na Venezuela de Maduro”, também o suposto tuíte onde Amoêdo teria dito ser a favor do aborto e da descriminalização das drogas e, por fim, a história do tuíte de Eduardo Bolsonaro dizendo que havia curtido uma foto de Lula sem querer.

Ao buscarmos pela postagem do presidente eleito no Twitter, não encontramos nada. Vale ressaltar que a mensagem que aparece na imagem possui 257 caracteres. Em 2014 (período em que supostamente havia sido feito a postagem), o limite de caracteres nas publicações do Twitter era 140. A mudança só ocorreu no dia 7 de novembro de 2017, quando o limite passou para 280 caracteres.

O deputado estadual Marcelo Freixo chegou a compartilhar a imagem em suas redes sociais. Porém, ele mesmo apagou o tuíte e informou se tratar de uma fake news. Entretanto, manteve um vídeo (real) da campanha de Jair Bolsonaro, mostrando que a chapa dele apoiava Pezão e Aécio em 2014.

Em resumo: a história que diz que Bolsonaro publicou um tuíte pedindo apoio para Pezão e Aécio é falsa! Não encontramos nenhum tuíte parecido nas publicações de Bolsonaro. Além disso, o número de caracteres no suposto tuíte é muito maior do que a permitida em 2014. Ou seja, a história não passa de balela. Então, não compartilhe.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)