João Amoêdo diz que é a favor do aborto e da descriminalização das drogas #boato

Boato – Em tuíte, candidato João Amoêdo (Novo) afirma que ele e o partido Novo são a favor do aborto e da descriminalização das drogas.

Um dia da caça o outro do caçador, já dizia o velho ditado. Em tempos de fake news, o enredo não é diferente: um dia você compartilha a fake news e no outro você é parte da fake news. Está aí João Amoêdo, candidato à Presidência da República pelo Partido Novo, que não nos deixa mentir.

Há algumas semanas, ele caiu num tuíte falso de Arnaldo Jabor. Agora, foi uma publicação atribuída a ele que começou a viralizar. “Dizem por aí” que o candidato publicou, em sua conta no Twitter, uma declaração polêmica sobre o aborto e drogas. No tuíte, o candidato teria dito que é a favor do aborto e da descriminalização das drogas. Leia o que diz a mensagem:

Pra quem não sabe João amoedo tbm é a favor das drogas e do aborto. Para os que me criticaram por que falei em empoderamento feminino, sim nós do @partidonovo30 somos a favor assim como o aborto, e a descriminalização das drogas tbm.

João Amoêdo disse que é a favor do aborto e da descriminalização das drogas em tuíte?

É claro que a publicação fez sucesso nas redes sociais e fez muita gente que faz parte do campo conservador “gongar” o político. Mas será mesmo que a declaração do candidato João Amoêdo sobre o aborto e drogas é real? A resposta é não. Vamos aos porquês.

De cara, dois detalhes nos chamaram atenção. O primeiro é que a declaração possui um objetivo claro: fazer com que o eleitor mais conservador não vote em Amoêdo. O segundo é que, em abril deste ano, João Amoêdo, de fato, usou o termo “empoderamento” (termo típico da esquerda). Por sinal, o candidato justificou o uso do termo logo em seguida (era, de acordo com ele, uma “provocação” ao PSOL).

Pois bem, em meio à polêmica do termo, as mentes brilhantes da internet resolveram criar o tuíte dizendo que o candidato é a favor do aborto e da descriminalização das drogas. Mas o “pequeno detalhe” é que o tuíte não existe. A prova disso está em nossa pesquisa que, em uma busca na conta oficial do candidato no dia 27 de abril (data em que a mensagem supostamente foi publicada), não encontramos nenhuma publicação. Além disso, não há sequer uma notícia da época sobre a suposta declaração de Amoêdo (vale dizer que uma declaração no Twitter sobre privatização do serviço público no Brasil havia feito sucesso dois dias antes. Ou seja, faria sentido a declaração sobre aborto virar notícia).

Mas, não é só isso: João Amoêdo não só não postou como também se posicionou sobre o assunto. Em sua conta no Twitter, ao ser questionado por uma internauta, o candidato informou que é a favor da legislação atual que tange o aborto e que é contra o estatuto do desarmamento. Além disso, o Partido Novo também se posicionou sobre o assunto e optou pela “neutralidade” em seu posicionamento. Confira no texto a seguir:

Entendemos que discussões relevantes como a legalização de drogas ilícitas ou do aborto não devem constar na agenda do NOVO neste momento. São questões com importantes aspectos éticos e culturais, que devem ser discutidas pela sociedade enquanto atuamos em outras prioridades para o País. Entendemos a importância de temas como esses, mas procuramos criar uma unidade na discussão de assuntos, como o papel do Estado, a eficiência da gestão, a atuação dos governantes, as políticas econômicas e outros. Nossos candidatos e filiados têm liberdade para se colocar nessas questões de acordo com sua consciência enquanto o partido assume o posicionamento de neutralidade.

Resumindo: a história de que João Amoêdo tuitou que é a favor do aborto e da descriminalização das drogas é falsa. Nem a postagem existe e nem é verdade que Amoêdo e o Partido Novo são a favor do aborto e da descriminalização das drogas. Ou seja, mais um #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Um comentário em “João Amoêdo diz que é a favor do aborto e da descriminalização das drogas #boato

  • 27/08/2018 em 09:10
    Permalink

    Só fazendo uma correção.
    “Empoderamento” não é um termo tipico de esquerda. Vem de “Empowerment” É um termo atual aplicado no mundo dos negócios. É um estilo de gestão criado pelos Norte-americanos. Não tem nada à ver com esquerda.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)