Bolsonaro está com câncer terminal e quem vai assumir é o Mourão #boato

Boato – Bomba! Texto que circula na internet aponta que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) está com câncer, forjou atentado e que quem assumirá a Presidência será o general Mourão.

A facada que Jair Bolsonaro sofreu no dia 6 de setembro de 2018 gerou muitos boatos na internet. Achávamos que tudo tinha terminado, mas a ausência do candidato em debates tem feito algumas teorias da conspiração voltarem a circular na internet.

A mais forte delas surgiu em uma série de tuítes e foi compilada por figuras proeminentes pró-Haddad (vimos um vídeo e um post no Facebook falando no assunto). A tese dá conta de que Bolsonaro armou a facada (!) para poder se tratar de um câncer terminal (!!) e que em janeiro ele fará uma cirurgia, pode morrer e quem deve ser o presidente é o general Mourão (!!!).

A tese (como uma boa fanfic ou texto de teoria da conspiração no melhor estilo teoria do Gunther Schweitzer) é recheada de capítulos e “provas” em links de acontecimentos. Como o texto é gigantesco, vamos destacar as principais teses e só mostrar um trecho delas.

1) Bolsonaro estava com a saúde comprometida porque foi para o hospital e cancelou viagens. 2) Um vídeo do Youtube aponta que ele tem uma “doença grave”. 3) Um pastor desejou cura a ele. 4) Boulos disse que ele estava dopado no debate. 5) A facada foi forjada. 6) Cancelaram a coletiva de Adélio. 7) O médico dele é oncologista. 8) Mourão desde o começo queria dar um golpe. Agora vamos ao texto:

BOLSONARO E O CÂNCER TERMINAL QUE ESTARIA SENDO MANTIDO EM SIGILO HÁ MESES. […] Há rumores de que Bolsonaro, na verdade, está com câncer terminal no trato digestivo e não está bem de saúde. Fontes próximas acreditam que ele não tem saúde para terminar um possível mandato. Desde o começo do ano, Jair Bolsonaro dá sinais de que não está com a saúde 100% para um paraquedista formado. Não, não me refiro àquelas flexões de cabeça que ele fez. Me refiro aos desmaios, passamentos, passadas de mal. […]

Eis então que surge nas redes sociais um vídeo de Jair Bolsonaro em um culto. Você deve ter se deparado com ele nos últimos dias. Um pastor clama por CURA, ou melhor MILAGRE, enquanto dois obreiros repousam as mãos sobre o ESTÔMAGO de Bolsonaro. Sim, este vídeo que está circulando e estão associando a um prenúncio da facada e a um possível livramento provavelmente é um pedido de oração para a cura da doença por parte da esposa do candidato que é evangélica. A ida ao culto ocorreu no dia 2 de maio. […]

No dia 06 de setembro de 2018, o atentado. A facada que aconteceu justamente no dia em que o candidato que sempre andava de colete a prova de balas, havia esquecido de usar o item de segurança. Lembremos da camisa forjada com sangue e toda a balela criada pelos dois lados. Temos que pensar na inconveniente conveniência deste ataque.

Não esqueçamos também da saúde mental do autor do atentado nem da coletiva de imprensa marcada para as vésperas do primeiro turno mas que acabou nunca acontecendo porque um deputado aliado de Bolsonaro solicitou a suspensão da entrevista e o pedido foi prontamente atendido pela justiça Aliás, perceberam que ninguém fala mais disso?

Não acho que o episódio tenha sido uma fantasia, mas não podemos descartar a possibilidade de ter sido usado para cobrir um problema de saúde maior do candidato. E já que estamos falando de conspirações, mais uma curiosidade: Dona Aparecida, proprietária da pensão que Adélio, o autor da facada, se hospedou antes de cometer o crime, morreu 1 semana após ter prestado depoimento a PF sobre o caso (2 semanas após o atentado). […]

Um outro fato que gerou enorme repercussão foi a mudança de hospital. Todos se lembram que uma equipe do Sírio Libanês estava a postos e foi a primeira a chegar em Minas e tinha inclusive uma UTI aérea para levá-lo a SP. Mas houve uma confusão e com a desculpa de que o Sírio era “hospital de esquerda”, ele e os filhos fizeram questão de que o ex-capitão fosse para o hospital Albert Einstein. Muito que bem, no Einstein, a cirurgia foi chefiada pelo Dr. Antônio Luiz de Macedo, ONCOLOGISTA, um dos maiores especialistas do país em câncer de intestino. O médico é quem acompanha o candidato desde então. […]

Isso tudo pode ser mais uma mera teoria da conspiração, mas me pareceu conter peças que se encaixam perfeitamente. E se houver algum vestígio de verdade nessa história é obrigação não apenas do candidato mas também de seu médico de informar o real diagnóstico à nação. Mentir ou omitir um quadro tão grave num momento tão delicado de nossa história seria um crime contra nossa democracia.

Bolsonaro está com câncer terminal e quem vai assumir é o Mourão?

O texto já ficou gigante aqui. No original, era maior ainda e tinha um monte de “links comprobatórios”. Pois bem, não colocaremos tudo aqui porque nem precisa falar sobre “todos os detalhes” para chegar a uma conclusão (e tem mais um monte de fake news esperando para serem desmentidas): a história é falsa. Não tem nada de câncer terminal e de conspiração do Mourão. Vamos aos fatos.

Para começar, as próprias pessoas que publicaram o “consolidado” da história já “tiraram o corpo fora”. Veja o que diz a pessoa que publicou no Twitter. Ela chega a citar até o boato que desmentimos há algum tempo da Avril Lavigne.

Antes de mais nada, essa thread não tem nenhum interesse em acusar ninguém de nada. Eu sou apenas uma moça latino-americana que acredita que o ano não é 2018, que Avril Lavigne foi substituída e que o homem não pisou na lua.

No Facebook, a pessoa que postou também “se desmente” na primeira linha do texto e no primeiro comentário da publicação. Lê ali.

Querido, volto a repetir: este post faz um questionamento acerca de uma SUPOSTA doença do seu candidato. Isso está muito claro desde a primeira linha. Há uma série de fontes elencadas. Não há ataque contra a honra tampouco afirmação de que seja verdade. Qualquer pessoa minimamente alfabetizada sabe disso. Tem que ser muito burro ou mau caráter pra misturar uma coisa com outra.

Pronto, né! Se as pessoas que criaram o texto já falaram que não há nenhuma afirmação de que seja verdade, podemos parar por aqui. Valeu gente, até a próxima!

Não, pera. Eu sei que se parássemos por aí, vocês iriam reclamar. Então, vamos lá. Para além de tudo que foi apresentado antes, o próprio texto oculta informações que estão explícitas nos links. Não vamos citar todas, mas fica algumas aí.

1) A senhora que morreu na pensão de Adélio já estava com câncer e a polícia aponta que não há ligação com o caso. 2) A história do sangue na faca vem de outra fake news, já desmentida aqui. 3) A história da entrevista coletiva (seria só para o SBT e Folha e não na véspera das eleições) também é uma fake news, desmentida aqui.

Há um quarto ponto, que é primordial para a história. A pessoa levanta a tese de que o médico que operou Bolsonaro é oncologista. Logo, não poderia operar de um ferimento de facada. Novamente, a informação está errada. Fomos atrás do currículo do Dr. Antônio Luiz de Macedo. Apesar de tratar de casos de câncer, ele é um cirurgião-geral. Olha aí:

Cirurgião Geral, CRM 20.012; Presidente do Comitê de Cirurgia Robótica da Associação Paulista de Medicina; Membro Fundador da Clinical Robotic Surgery Association; Membro da Society for Robotic Surgery; Membro da CSRA Faculty; Presidente do Conselho de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein; Membro Qualificado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Videolaparoscópica; Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e Membro do Colégio Internacional de Cirurgiões

Ao G1, o médico reiterou o óbvio (que já havia sido divulgado incessantemente por boletins do Albert Einstein e pela mídia): “Ele não tem câncer nenhum. Ele sofreu uma facada, uma tentativa de assassinato”, afirma. “Ele nunca teve câncer. Quem escreveu isso é completamente ignorante”.

Vale dizer que há todo um fator lógico que derruba a história. Vamos deixar algumas questões que derrubam a tese. 1) Se Bolsonaro já tinha um câncer desde o início do ano porque ele não fez quimioterapia. Se fez porque o cabelo não caiu? 2) Mourão não foi escolhido de cara como vice. Antes dele, havia nomes cotados como os de Janaína Paschoal, Luiz Philippe Orleans e Bragança, Magno Malta e Augusto Heleno. Se o plano estivesse “fechado” não seria mais lógico ele estar desde o começo? 3) Tem outras, mas acho que já deu, né?

Resumindo: a história é sem lógica, se baseia em diversas fake news já desmentidas por aqui, foi negada pelos envolvidos e foi negada até por quem escreveu o texto. Ou seja, trata-se de mais um fake news que circula na web. Antes que você pergunte “e por que Bolsonaro não vai ao debate se não está com câncer?”, a resposta é simples: “porque ele tomou uma facada e quase morreu”.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

16 comentários em “Bolsonaro está com câncer terminal e quem vai assumir é o Mourão #boato

  • 28/11/2018 em 19:45
    Permalink

    TODOS os médicos que estão assistindo e operando Bolsonaro são cirurgiões e oncologistas. Nada que foi mostrado na cicatriz da operação, alude a tal facada, pior Bolsonaro já estava com a cirurgia marcada. E vai ser operado de novo. O câncer terminal não é tratado por quimioterapia, por isso é terminal, então não adianta fazer quimio. A opção pode ser a extração do intestino e dos tecidos atingidos. Como Bolsonaro tem andado afastado e internado boa parte do tempo, não sabemos direito quais os tratamentos estão sendo realizados, a estória está muito mal contada, e detalhe a operação que seria em 12 de dezembro foi adiada para o dia 20 de janeiro, após a posse, segundo os médicos porque a inflamação persiste. Inflamação? Vamos ver dia 20 de janeiro, para saber o que era boato ou realidade de fato.

  • 05/11/2018 em 19:33
    Permalink

    Pode ser boato que é “câncer terminal”, mas que é câncer é sim, ou então por que que o médico que o acompanha seria um ancologista?

  • 30/10/2018 em 19:02
    Permalink

    O fato, que a resposta a suposta “fake news” não abordou foi que ele recebeu a oração intercessória em abril. Ele levantou a mão ao apelo do Pastor, indicando que já tinha algo errado com seu abdômen. Portanto, ele tem a obrigação de esclarecer ao Brasil sobre o seu verdadeiro estado de saúde.

  • 29/10/2018 em 21:13
    Permalink

    Petistas… parem que tá feio!!!
    Sinto informar mas Bolsonaro é o 38º Presidente do Brasil… escolhido democraticamente pela maioria da população. A eleição acabou então, vamos nos unir porque o sucesso do país refletirá no sucesso de cada um de nós!!!

  • 27/10/2018 em 14:51
    Permalink

    Antes de ler já não tinha dúvidas de se tratar de uma farsa, Bolsonaro é uma farsa até o que ele diz escrever é farsa ou seja não é ele quem escreve infelizmente a ignorância desesperada quer eleger uma farsa como presidente o novo Collor tende a ser pior pois com uma pitada de ditadura vai levar a classe média a pobreza e o pobre á miséria mas já estou preparado !
    Bora Portugal!!

  • 19/10/2018 em 01:47
    Permalink

    Não, eu não disse isso antes! Seu inspetor está errado e nã me deixou publicar!
    Acho o máximo a pesquisa que vcs fazem e o fato de nos esclarecer quais são as fake news. Mas concluir porque o candidato não vai aos debates já não faz parte dessa função… ainda mais quando coincide com a versão oficial dele, não é? Até porque ninguém que tenha um pouco de cérebro ignora a razão pela qual ele evita o confronto…

  • 19/10/2018 em 01:45
    Permalink

    Acho o máximo a pesquisa que vcs fazem e o fato de nos esclarecer quais são as fake news. Mas concluir porque o candidato não vai aos debates já não faz parte dessa função… ainda mais quando coincide com a versão oficial dele, não é? Até porque ninguém que tenha um pouco de cérebro ignora a razão pela qual ele evita o confronto…

  • 19/10/2018 em 00:54
    Permalink

    Tb acho q é fake news, POREM A alegacao do site sobre o cabelo cair com quimioterapia nao procede, visto que nem todo quimio faz cair o cabelo
    segundo, nao vi menção ao Mourão estar envolvido na conspiração. O que sei é q ele foi escolhido para ganhar apoio do alto escalao militar que, ate entao, nao confiava no bolsonaro

  • 18/10/2018 em 14:49
    Permalink

    “Mamografia gratuita na Praça da República até sexta feira, dia 19 de outubro, das 10 às 18hs.
    O resultado sai na hora.
    E se houver alguma alteração, encaminhamento direto para tratamento.
    Repasse para as mulheres da família, as amigas, as colegas, para todas!”

    Esta mensagem foi disponibilizada no whatsapp e minha mulher recebeu e encaminhou.
    Assim que vi a mensagem perguntei: “Qual Praça da República. Eu só conheço a de São paulo. Pesquisa pela internet pra ver se é verdade.”

    A seguir lhe disse que se trataria de fake news, porque se fosse verdadeira, no mínimo traria o link do órgão que estaria disponibilizando tal serviço (tratando-se de eleição, tudo é possível, mas no minimo traria um link, que em tese beneficiaria algum dos candidatos). E lhe disse também para entrar no site boatos.org e perguntar. Não sei se chegou a fazê-lo. Se não o fez faço-o agora.

    Essa mensagem é verdadeira ou falsa.

  • 17/10/2018 em 22:54
    Permalink

    Boa noite, gosto muito desse site, mas percebo que os Srs estão sendo tendenciosos pró PT. Tente ser imparcial que ficará mais elegante de sua parte. Abraço TFA

    • 22/10/2018 em 13:13
      Permalink

      Boatos é tendenciosos pro-PT…..kkkkkk o Bozominion disse tudo…assumindo até…..

  • 17/10/2018 em 22:28
    Permalink

    Nem toda químio faz cair o cabelo, só para não deixar uma informação inexata sem comentar.

    • 20/10/2018 em 13:54
      Permalink

      Eu faço quimioterapia há 3 anos por causa de um câncer colorretal e não perdi cabelo. Deem informações corretas por favor. Mesmo sabendo que a história do candidato é falsa, só o fato de não perder os cabelos não serve como prova de ser boato.

  • 17/10/2018 em 22:28
    Permalink

    Apesar do textão, achei tendencioso. Obrigada

  • 17/10/2018 em 22:24
    Permalink

    Continuem com o trabalho de pesquisa, ótimo. Agora, quanto a não ir ao debate “porque tomou uma facada e quase morreu”, a resposta não é “simples” assim. Ele mesmo já disse que não irá por questão de estratégia.

  • 17/10/2018 em 22:13
    Permalink

    Quem está com câncer terminal, é quem inventou essa mentira !! e que vá para a ponte que caiu !!!! kk

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)