Bolsonaro acabou se revelar esquema de José Dirceu e STF, CIA disse que ele ganhou no 1º turno e TSE anulou 7,2 milhões de votos de 2018 #boato

Boato – O presidente Jair Bolsonaro revelou esquema de chantagem de ministros do STF por José Dirceu. Quem trouxe a informação para ele foi a CIA, que também falou que Bolsonaro venceu em 2018 no primeiro turnos, mas urnas foram fraudadas. Por fim, o TSE informou que 7,2 milhões de votos foram anulados nas eleições de 2018.

A metralhadora giratória em relação a fake news sobre o voto impresso está a toda em redes sociais. Ontem mesmo, falamos na nossa seção A Semana em Fakes sobre a onda de boatos do tipo que circularam nos últimos dias. E hoje temos mais um causo. Na realidade, a junção de três causos em um.

Um textão está viralizando no WhatsApp com três denúncias. 1) Que Bolsonaro revelou um esquema de chantagem que ministros do STF estariam sofrendo com José Dirceu. 2) Que uma pessoa da CIA que fez a denúncia ao presidente e que também havia falado que ele venceu no primeiro turno. 3) Que o TSE anulou 7,2 milhões de votos nas eleições. Leia o texto que circula online:

O Presidente Bolsonaro acabou de revelar o esquema que envolve José Dirceu e alguns ministros do S…T…F. José Dirceu oferecia os encontros e FILMAVA tudo. Ultimamente, vimos que alguns dos 11 togados estavam tomando decisões sem poder para isso tipo, Rosa Web…. Alex…Mor…. Barro….etc. O José Dirceu estava PRESSIONANDO os togados que, se não fizessem o que ele queria, iria jogar as filmagens para o Brasil e o mundo ver. Imagina vc ver um ministro do S…T…F… fazendo sexo com menores, com gays, fazendo acordos com traficantes!!! Pressionados por José Dirceu, eles cometeram arbitrariedades demais. Mas ACABOU. Bolsonaro já está com as provas nas mãos e os togados estão LASCADOS.

Por isso que o Diretor William Burns da CIA, esteve em Brasília dia 01/07 para conversar com Bolsonaro. Ele trouxe informações sobre o assunto, vídeos sigilosos que a Cia rastreou, e sobre as eleições fraudadas de 2018 porque Bolsonaro ganhou no 1º turno com 71 milhões de votos.. Tentaram forjar no 2⁰ turno, só que a diferença em favor de Bolsonaro era gigantesca, ainda assim divulgaram um resultado falso, Bolsonaro teve 74 milhões no 2⁰ turno e não 58. Agora, esta semana ou na próxima, algo vai acontecer em Brasília. Certamente esta CPI do Circo tem que acabar. Até dia 12/07 algo muito grave vai acontecer! 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

Complementando: TSE informa:*_ 7,2 milhões de votos anulados pelas urnas! A diferença de votos que levaria à vitória de Bolsonaro no primeiro turno foi de menos de 2 milhões . O TSE tem obrigação de esclarecer os motivos que levaram à anulação de mais de 7,2 milhões de votos que representam 6,2% do total. A anulação só pode acontecer em voto de papel, porque permite rasuras ou ambiguidade. Se você enviar para apenas 20 contatos em um minuto, o Brasil inteiro vai desmascarar este Bandido. NÃO quebre essa corrente. Os incautos precisam ser esclarecidos antes que seja tarde demais…

Bolsonaro acabou se revelar esquema de José Dirceu e STF, CIA disse que ele ganhou no 1º turno e TSE anulou 7,2 milhões de votos de 2018?

A mensagem (assim como tantas outras relacionadas ao assunto nos últimos dias) não demorou a se espalhar em redes sociais. Porém, o textão não passa de uma compilação de notícias falsas já desmentidas no Boatos.org. Duas foram desmentidas na semana passada. Outra é mais antiga. Como o que falamos vale para hoje, relembre o que já foi dito sobre o assunto:

Fake #1 – Bolsonaro acabou se revelar esquema de José Dirceu e STF

É importante citar que antes desse enredo vir à tona (muito provavelmente pela resistência de Barroso em relação projeto do voto impresso, defendido por bolsonaristas), uma fake news muito parecida já foi desmentida no Boatos.org. Em 2020, surgiu uma história que apontaria que João de Deus havia denunciado que ministros do STF tinham programas agenciados por ele. Desmentimos em texto e em vídeo (como pode ser visto abaixo):

Na época, explicamos que a suposta delação era falsa. Mais do que isso, as investigações de todos os crimes cometidos pelo médium sequer chegaram a qualquer tipo de agenciamento por parte dele de “garotas” ou “garotos” para ministros do STF (ou para qualquer outra pessoa). Houve uma montanha de denúncias contra João de Deus e uma série de pessoas que se encorajaram para falar sobre os assédios cometidos por ele. Só que sobre “o agenciamento” a ministros do STF não teve ninguém. Estranho não?

Além de a denúncia ter sido tirada “do nada”, há outro ponto que causa estranheza na “versão 2021” da história. É sabido que José Dirceu é uma figura conhecidamente considerada “inimiga” de bolsonaristas. Não soa estranho essa “informação privilegiada” vir justamente de um grupo que não tem relação alguma com José Dirceu? E sem qualquer prova (nem um grampo de uma conversa para comprovar?).

Vale apontar que, ao buscar por mais informações sobre a tal denúncia bomba, nada encontramos em fontes confiáveis. Se a história fosse real, sairia do “gueto político” e iria até a mídia (afinal, seria um escândalo). Porém, o que temos de citação de fonte. 1) Uma figura que sempre espalha desinformação na internet. 2) Um texto assinado por um jornalista que não existe. 3) Um suposto “funcionário da CIA” que falou com Bolsonaro (não é função da CIA servir de espião para o presidente do Brasil). Não bastasse isso, os textos carregam outras informações falsas. Vamos listar aqui só para vocês terem uma noção:

1) Que o “voto auditável” é a salvação das eleições: Além de a votação na urna eletrônica ser auditável (os boletins de urna são impressos e podem ser conferidos com quem quiser), nunca houve comprovação de fraude nas eleições eletrônicas (algo que já existiu no sistema de votação manual).

2) As eleições de 2018 foram fraudadas e Bolsonaro “ganhou” no primeiro turno: A informação também é falsa. Todas as reclamações de fraude nas eleições de 2018 foram indeferidas e não há qualquer prova de que “Bolsonaro ganhou no primeiro turno”. Até porque se fosse para fraudar a eleição contra Bolsonaro, não haveria porque ele “ganhar no segundo turno”.

Fake #2 – CIA disse que Bolsonaro ganhou no 1º turno em 2018 e revelou chantagem de José Dirceu a ministros do STF

Na realidade, essa história de “pen drive da CIA” é apenas um boato que serve para reforçar outras teses. Tente acompanhar o raciocínio. 1) Bolsonaristas tentam emplacar a tese (sem prova alguma) de que as eleições são fraudadas com urnas eletrônicas. 2) Para tanto, criam a tese falsa de que a salvação é o voto impresso. 3) Para reforçar que a tese do voto impresso é o que vai “evitar a fraude” nas eleições, apontam que há um esforço com segundas intenções para a não aprovação dele. 4) E aí nascem as teorias da conspiração falsas (como da chantagem e do suborno de José Dirceu). 5) Por fim, para justificar de “onde saiu” a história, inventam causos como “tudo veio da CIA em um pen drive”.

É importante citar que essa tática de espalhar fake news sobre “coisas comprometedoras” não é exclusividade do Brasil. Uma dos casos está nas eleições norte-americanas do ano passado. Em certo momento, começaram a espalhar que Donald Trump tinha um “notebook” com vídeos comprometedores do filho de Joe Biden. Ou seja: sequer a ideia do pen drive é original.

Assim como em todos outros casos citados (daqui ou de fora), não há qualquer prova de que a CIA tenha entregue um pen drive com vídeos comprometedores de Luís Roberto Barroso ou com provas de que José Dirceu estaria comprando deputados.

Como já falamos aqui, se a “entrega fosse real” Bolsonaro já deveria ter feito a denúncia. Se não o fizesse, estaria prevaricando (encobrindo crimes). Quem acompanha a CPI da Pandemia já sabe que prevaricar pode configurar em crime de responsabilidade. E Bolsonaro apresentou as tais provas? Não, não apresentou.

Também é importante citar que as denúncias atribuídas à CIA já circulavam na internet com outras fontes, por assim dizer, “menos fiáveis” (anonimamente ou por pessoas que vivem de espalhar fake news). Por que só agora a fonte foi atribuída à agência norte-americana? Já dá para imaginar a resposta (para quem “precisa de desenho”, é porque é fake).

Fake #3 – TSE anulou 7,2 milhões de votos dados a Bolsonaro nas eleições 2018

Para começar, a mensagem. Ela tem quase todas as características de um boato online. Ela é vaga (não explica, intencionalmente, detalhes a respeito da história), alarmista e tem pedido de compartilhamento. Há dois elementos não-presentes: erros de ortografia (notou como as fake news estão bem escritas nestas eleições) e citação de fonte confiável.

A mensagem, de fato, cita o TSE. Porém, ao buscarmos sobre o anúncio de que 7,2 milhões de votos foram anulados, nada encontramos vindo do Tribunal Superior Eleitoral. Neste ponto, entramos em uma confusão criada (intencionalmente ou não) na mensagem. Para você entender, vamos explicar dois conceitos: voto nulo e voto anulado.

O voto nulo é registrado nas eleições quando o eleitor digita qualquer número que não seja de um candidato e confirma o voto. Isso pode se dar de forma intencional (a pessoa com a intenção de não dar o voto para ninguém) ou de forma não intencional (a pessoa errou o voto). E, ao contrário do que aponta a mensagem, pode ser dado em urna eletrônica.

O voto anulado é aquele que é dado para um candidato existente, mas que, por algum motivo, é invalidado pelo TSE. Há algumas razões para o voto ser anulado pelo Tribunal Superior Eleitoral. Um exemplo é se o voto foi dado a um candidato que tem o nome nas urnas, mas que teve o registro indeferido pelo TSE. Outro exemplo seria se fosse constatado algum erro nas urnas que estavam registrando o voto.

Ao acessar o sistema Divulga, do TSE, chegamos aos números (que podem ser vistos na imagem abaixo) das eleições. Note que os “7,2 milhões” citados na mensagem não são de votos anulados e sim de votos nulos (7.206.205). O número de votos anulados na eleição presidencial é zero.

Os erros na mensagem não param por aí. Há mais duas “falhas matemáticas” na mensagem. Uma delas é a que fala que Bolsonaro venceria no primeiro turno se tivesse apenas mais 2 milhões de votos.

Para fazer a prova dos nove, pegamos o número total de votos válidos (107.050.673) e dividimos por 2. O resultado é 53.525.336,5. Como o candidato teria que ter “metade dos votos mais um”, o número para ganhar no 1º turno seria de 53.525.337. Bolsonaro teve 49.276.990 votos. Ou seja, 4.248.347 a menos do que o número “da vitória no primeiro turno”.

Agora um detalhe. Se todos os votos nulos fossem para Bolsonaro, ele continuaria sem ganhar no primeiro turno. Veja só. Se somarmos os votos válidos aos nulos e contabilizássemos todos para Bolsonaro, chegaríamos ao número de 114.256.878 votos válidos e de 56.483.195 para o candidato do PSL. Ou seja, Bolsonaro ainda teria menos do que “metade mais um dos votos” (57.128.439).

Segundo erro “matemático”. A mensagem diz que se você encaminhar a mensagem para 20 pessoas “em um minuto o Brasil vai saber”. Se levarmos em conta que você demora 30 segundos para enviar uma mensagem no WhatsApp para 20 pessoas (se você for rápido) e cada uma dessas pessoas vai levar mais 30 segundos, máximo de pessoas que vai ter acesso ao texto em um minuto é 400. Mesmo nos prognósticos mais generosos, a tese que fala em “Brasil todo” é absurda.

Resumindo: apesar de o texto estar circulando a toda por aí e deixando muita gente espantada, não passa de uma fake news que nada mais é do que uma junção de outras notícias falsas já desmentidas aqui e em outros lugares.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet