Mulher é morta a tiros na Venezuela por falar mal do governo Maduro #boato

Boato – Vídeo mostra o momento em que mulher é alvejada e morta a tiros na Venezuela. Ela falou mal do governo de Nicolás Maduro.

Uma constante em relação às notícias falsas em 2021 foi a “venezualização” de conteúdos violentos que circulam na internet (tratamos disso neste A Semana em Fakes). No caso de hoje, um vídeo está circulando como se fosse da Venezuela.

Nas imagens (que não serão exibidas aqui), uma mulher está fazendo um discurso em um local aberto. Em um certo momento, tiros interrompem a gravação (a pessoa que filma não consegue focar no que ocorre). Junto ao vídeo, há um relato que aponta que o caso teria ocorrido na Venezuela e que a mulher estaria falando mal de Nicolás Maduro. Leia:

Versão 1: Mulher é alvejada a tiros em praça pública, provavelmente na Venezuela por MILÍCIAS VENEZUELANAS,vocês tão vendo tô ALERTANDO. Essas MILÍCIAS já estão se organizando em Roraima, precisamos tirar esses Deputados estaduais, MUDAR o nosso Cenário político! BOTAR PESSOAS FIRMES Mas vou continuar lutando sei que corro risco de VIDA. MAS NÃO VOU DESISTIR DO MEU ESTADO, NASCI E ME CRIE AQUI QUERO O MELHOR PRA NÓS! COMPARTILHEM ,ALERTEM TODOS Versão 2: Na Venezuela quem fala a verdade está morrendo. Acordem!!!

Mulher foi morta a tiros na Venezuela por falar mal do governo Maduro?

Não demorou muito para as mensagens se espalharem com todas as forças na internet. Só que, ao contrário do que elas sugerem, o caso em questão não ocorreu na Venezuela e a mulher não estava falando mal do presidente do país Nicolás Maduro.

As mensagens já nos deixaram mais do que desconfiados. Elas carregavam muitas da principais características de fake news como, por exemplo, o caráter vago, o tom alarmista, os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis.

Além disso, não é de hoje (como apontamos lá no início do texto) que fake news de situações falsamente atribuídas à Venezuela circulam na internet. Aqui no Boatos.org, por exemplo, já desmentimos vídeos de um confronto de manifestantes que, na realidade, ocorreu na Colômbia, de uma morte de uma mulher venezuelana que, na realidade, era uma encenação de Porto Rico, de um confronto em um quartel que, na realidade, era um encenação na Colômbia.

Com desconfianças, fomos buscar pelo assunto em fontes confiáveis e logo descobrimos que, infelizmente, não se trata de uma encenação. Porém, o caso não havia ocorrido na Venezuela. Essa matéria do Daily Mail mostra que o caso ocorreu no México em junho de 2021.

O vídeo é do assassinato da candidata à Prefeitura da cidade de Moroleón, que fica no estado de Guanajuato (México). Alma Barragán, de acordo com a matéria, tinha 61 anos e foi morta enquanto falava de suas propostas para a cidade.

De acordo com essa matéria do El País, um homem chamado Fernando “N” foi preso pelo homicídio. Infelizmente, o assassinato de candidatos não é uma situação incomum no país. Parte dos assassinatos se deve a ação de cartéis do narcotráfico.

Vale apontar que, ao buscar por informações recentes sobre mortes de mulheres que falaram mal do governo de Nicolás Maduro na Venezuela, nada encontramos.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que uma mulher foi assassinada na Venezuela por falar mal do presidente Nicolás Maduro. O vídeo que está circulando online, é, na realidade, de uma candidata que foi assassinada no México.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet