Mexicano que esfaqueou cachorro é encontrado morto com 50 facadas #boato

Boato – Gerardo Herrera, homem que foi filmado esfaqueando um cachorro, foi encontrado morto na cidade de Piedras Negras (México). Mexicano foi morto por vingança.

Nos últimos dias, um vídeo chocou muita gente na internet. Nas imagens (que não vamos exibir aqui), um homem está em um bar quando chama um cachorro, faz um pouco de carinho e o esfaqueia. As imagens geraram muita indignação e muitos boatos.

Hoje mesmo, o Boatos.org desmentiu a informação de que a filmagem teria sido feita no Brasil e de que o homem havia sido preso no Ceará. Nem bem desmentimos esses causos, outra história apareceu online: a de que homem, que é o mexicano Gerardo Herrera, havia sido morto com mais de 50 facadas. Leia a “notícia” (publicada por diversos blogs):

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Mexicano que esfaqueou cachorro em bar é encontrado morto com mais de 50 facadas. O homem que aparece em vídeo esfaqueando um cachorro de rua dentro de um bar foi encontrado morto com mais de 50 facadas em um porta-malas de um carro, na cidade de Piedras Negras, no México.

Segundo informações, Gerardo Herrera (36 anos) pode ter sido vítima de justiceiros que se revoltaram com o crime cometido por ele, que aparece em um vídeo matando um cachorro de rua com uma faca. […]

Gerardo chegou a ser preso no dia 08 de Janeiro, mas pagou uma pequena fiança e foi liberado horas depois. Em depoimento, ele contou que o cachorro derrubou uma de suas cervejas e por isso resolveu matar o animal.

Mexicano que esfaqueou cachorro foi encontrado morto com 50 facadas?

O que não faltou foi compartilhamento da história (muitos desses compartilhamentos foram movidos por um desejo de vingança). Mas será mesmo que a informação que circula online é real? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Quando nos deparamos com a mensagem (enviadas por dezenas de leitores do Boatos.org) já imaginávamos de que a informação não procedia. O primeiro motivo é o tipo de história: essa história de “fulano que cometeu um crime e foi morto (ou espancado)” é tão manjada nas fake news como a dos “direitos humanos que defendem bandido” (só falta aparecer uma dessas relacionadas ao caso).

Temos alguns exemplos de “fulano que foi morto (ou espancado)” na história do Boatos.org: teve o caso do “criador da Baleia Azul” (que nem era, aliás), do artista Wagner Schwartz, do segurança do Carrefour que bateu em um cachorro e do patrão que bateu no sujeito que comeu ovos. Ou seja, só isso merecia uma busca mais acurada.

Fizemos a tal busca e descobrimos duas coisas. 1) A história não foi publicada em nenhuma fonte confiável. 2) O site que criou a história é um site que sempre cria fake news. Recentemente, o mesmo site divulgou a fake news de que a lutadora de MMA que bateu em um bandido seria presa. Não precisa falar mais nada.

Para terminar, a imagem do sujeito em um porta-malas de carro. Ela não tem nada a ver com o caso. Ela é de um caso de homicídio ocorrido na cidade de Araguari (MG) em 2017. Novamente, o site que espalhou a fake news retirou uma imagem de seu contexto original para fortalecer a balela.

Resumindo: a história que aponta que Gerardo Herrera, mexicano acusado de esfaquear um cachorro, foi encontrado morto é falsa. A história nasceu em um site de fake news e tem imagens retiradas de seu contexto. Em tempo: a última informação sobre o homem é que ele continua sendo procurado pelas autoridades mexicanas.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet